O câncer pode ser detectado por uma ressonância magnética?


0

Uma ressonância magnética é um teste eficaz para detectar câncer em muitas partes do corpo. É especialmente útil na criação de imagens detalhadas de tecidos moles, incluindo tumores. No entanto, existem alguns tipos de câncer que não podem ser detectados.

A ressonância magnética (MRI) é um exame de imagem usado para visualizar o interior do corpo. Ele usa ímãs e ondas de rádio para criar imagens transversais do seu corpo de vários ângulos. Ele ajuda os médicos a obter uma visão detalhada dos tecidos moles, o que não é possível com alguns outros tipos de imagem.

As ressonâncias magnéticas podem ser úteis para encontrar uma ampla variedade de cânceres. Eles podem detectar tumores em muitas partes do corpo e podem ajudar os médicos a identificar o tamanho e a localização do tumor. No entanto, existem limitações com os tipos de câncer que uma ressonância magnética pode detectar.

Este artigo analisa mais de perto a eficácia das ressonâncias magnéticas na detecção do câncer, quando uma ressonância magnética pode não ser útil, e outros testes que são frequentemente usados ​​para confirmar um diagnóstico de câncer.

Uma ressonância magnética é eficaz na detecção de câncer?

As ressonâncias magnéticas são uma maneira muito eficaz de encontrar muitos tipos de câncer. Eles geralmente são melhores em encontrar tumores do que outros tipos de exames de imagem, como raios-X ou tomografias computadorizadas. Os ímãs e ondas de rádio usados ​​durante uma ressonância magnética podem criar imagens muito detalhadas.

Às vezes, o corante de contraste (uma solução injetada na veia) é usado para tornar as coisas mais visíveis nas imagens de ressonância magnética. Isso ajuda a fornecer mais detalhes e clareza quando se trata de tumores em áreas como a medula espinhal.

As ressonâncias magnéticas também podem ser usadas para ajudar no estágio do câncer, ajudando os médicos a entender até que ponto o câncer se espalhou. Seu médico usará essas informações para determinar o curso correto de tratamento.

Uma vez iniciado o tratamento, você pode fazer ressonâncias magnéticas adicionais para ver como o tumor está respondendo à quimioterapia, radiação e outros tratamentos.

Quais tipos de câncer uma ressonância magnética pode detectar?

As ressonâncias magnéticas são muito úteis para detectar uma variedade de cânceres. Normalmente, as ressonâncias magnéticas são uma parte do processo de diagnóstico. Eles podem ajudar a encontrar e visualizar tumores em cânceres como:

  • Cancer cerebral
  • câncer na coluna
  • câncer de mama
  • câncer de pulmão
  • Câncer de bexiga
  • câncer de pâncreas
  • câncer de fígado
  • câncer de esôfago
  • mieloma múltiplo
  • câncer de próstata
  • linfoma não-Hodgkin

Às vezes, o câncer pode ser detectado quando uma ressonância magnética é solicitada por algum outro motivo. Por exemplo, uma ressonância magnética para dor nas articulações pode detectar câncer em um órgão próximo. Às vezes, isso pode significar diagnosticar e tratar o câncer em um estágio inicial, antes que os sintomas apareçam.

O câncer pode ser perdido por uma ressonância magnética?

As ressonâncias magnéticas nem sempre detectam o câncer. É possível que uma ressonância magnética perca pequenos tumores. Além disso, às vezes, as ressonâncias magnéticas podem produzir imagens pouco nítidas que não mostram o tumor. Esse tipo de resultado é conhecido como falso negativo.

No entanto, é improvável que uma ressonância magnética seja o único teste que você fará como parte do diagnóstico de qualquer tipo de câncer. Se os resultados da sua ressonância magnética não parecem se alinhar com os resultados de outros testes, seu médico pode solicitar uma segunda ressonância magnética ou outro tipo de exame de imagem.

Se uma ressonância magnética não estiver clara, você pode fazer outra ressonância magnética com corante de contraste para ajudar a destacar os tumores. Ou você pode fazer outro exame, como uma endoscopia, que permite aos médicos chegar ainda mais perto de possíveis tumores.

O que uma ressonância magnética não detecta?

As ressonâncias magnéticas não são a melhor escolha em todas as situações. Eles são uma ferramenta muito eficaz para detectar tumores e danos aos tecidos moles. No entanto, eles não produzem imagens claras de ossos e matéria óssea. Isso significa que eles normalmente não podem ser usados ​​para lesões ósseas ou câncer ósseo.

Além disso, você normalmente não fará uma ressonância magnética para câncer de sangue, como leucemia. Esses cânceres estão contidos no sangue e na medula óssea e não causam a formação de tumores.

No entanto, os cânceres de sangue avançados podem fazer com que órgãos, como o baço e o fígado, inchem. Se o seu médico suspeitar que seus órgãos estão inchados, você pode fazer uma ressonância magnética para confirmar esse sintoma.

Que outros testes são eficazes na detecção do câncer?

Uma ressonância magnética é apenas uma parte do processo de diagnóstico do câncer. Não será usado sozinho para confirmar um diagnóstico. Você terá uma série de testes junto com uma ressonância magnética. Os testes exatos dependerão do tipo de câncer suspeito e do que seu médico achar melhor.

Testes diagnósticos comuns para o câncer incluem:

  • Biópsias: Uma biópsia é feita removendo um pedaço de tecido do tumor e examinando-o ao microscópio para células cancerígenas. Existem várias maneiras de realizar uma biópsia, como com uma agulha oca longa ou como parte de um procedimento cirúrgico. Uma biópsia é normalmente a única maneira de confirmar um diagnóstico de câncer.
  • Imagem: Além de uma ressonância magnética, você pode ter exames de imagem adicionais, como raios-X, tomografia computadorizada e PET para ajudar os médicos a visualizar os tumores.
  • Endoscopia: A endoscopia é um procedimento feito inserindo um tubo fino com uma câmera e uma luz na ponta em seu corpo através de uma abertura, como a boca, ou através de uma incisão. O tubo é alimentado suavemente para a área apropriada e a câmera se conecta a uma tela de computador. Isso permite que os médicos observem de perto os órgãos, tecidos, veias e qualquer crescimento tumoral.
  • Exames de sangue: Os exames de sangue analisam os níveis de glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas no sangue. Este tipo de teste pode ser especialmente importante para cânceres de sangue, mas muitos tipos de câncer podem afetar suas células sanguíneas. Proteínas e hormônios específicos em seu sangue também podem ser testados para ajudar a confirmar um diagnóstico de câncer.
  • Urinálise: Um exame de urina mede os níveis de substâncias como sangue e proteínas em sua urina. Pode ajudar os médicos a medir o funcionamento dos rins e do fígado, que podem ser afetados por alguns tipos de câncer.
  • Testes genéticos: O teste genético é feito para procurar os marcadores genéticos do câncer. No caso de alguns tipos de câncer, isso pode ajudar os médicos a identificar o tipo de câncer que você tem.

A linha de fundo

As ressonâncias magnéticas são exames de imagem úteis que podem ajudar a detectar o câncer. Como uma ressonância magnética é capaz de ver tecidos moles, ela pode criar imagens detalhadas do crescimento do tumor. Eles são úteis para detectar muitos tipos de câncer.

No entanto, as ressonâncias magnéticas não podem detectar todos os tipos de câncer. Eles são melhores em ver o crescimento do tumor em órgãos e tecidos. Isso significa que eles não são a melhor ferramenta para detectar câncer no sangue ou nos ossos.

Não importa que tipo de câncer seu médico pense que você tem, você fará vários testes para confirmar seu diagnóstico. O processo geralmente inclui exames de sangue e urina, exames de imagem, endoscopia, biópsia e testes genéticos. As ressonâncias magnéticas costumam ser uma parte importante desse processo.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *