Sinais de Demência Com Distúrbio Comportamental


0

Dificuldades para dormir, inquietação e alucinações podem fazer parte da demência com distúrbios comportamentais, mas o manejo ambiental pode ajudar a aliviar esses sintomas e trazer uma sensação de calma.

Viver com demência não é apenas experimentar perda de memória. Demência é um termo que descreve alterações prejudiciais à cognição em várias condições médicas.

Embora a perda de memória seja um sintoma proeminente, a demência também pode causar sintomas comportamentais.

O que é considerado um distúrbio comportamental na demência?

Distúrbios comportamentais podem ocorrer em uma variedade de condições de saúde física e mental. Eles geralmente são comportamentos perturbadores que não faziam parte de sua personalidade antes.

Na demência, os distúrbios comportamentais não são algo que você possa controlar. Eles são resultado das mudanças cognitivas que você está experimentando.

Michelle Giordano, conselheira comunitária e especialista em extensão de John’s Creek, Geórgia, explica que, à medida que os distúrbios comportamentais da demência persistem, eles podem diminuir rapidamente a qualidade de vida da pessoa e de seus cuidadores.

Isso também pode acelerar a decisão de mudar para uma instituição de saúde, acrescenta ela.

De acordo com um revisão de 2020até 90% das pessoas que vivem com demência apresentam distúrbios comportamentais juntamente com declínio cognitivo.

Alterações comportamentais em pessoas com demência

Os sintomas de demência com distúrbios comportamentais podem ser diferentes de pessoa para pessoa. Embora as categorias de sintomas variem dependendo da literatura, os comportamentos geralmente podem ser colocados em quatro grupos:

  • distúrbios de sono
  • psicose
  • agitação
  • mudanca de humor

Dentro dessas quatro categorias há uma ampla gama de possibilidades comportamentais. Você pode sentir agitação, por exemplo, mas isso pode significar qualquer coisa, desde inquietação e inquietação até agressão física ou verbal.

Problemas de sono

Os distúrbios do sono na demência podem incluir insônia, vigília frequente, sonolência diurna e até padrões de sono invertidos.

Você pode sentir desorientação no final do dia, conhecida como “pôr-do-sol”, que começa ao entardecer e pode continuar durante a noite.

A superestimulação do dia, a diminuição da necessidade de sono e as mudanças no ritmo circadiano podem contribuir para esses tipos de interrupções do sono.

Psicose

Psicose é um termo em psicologia usado para descrever sintomas relacionados à percepção alterada da realidade.

O Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, 5º edição, revisão de texto (DSM-5-TR) lista os sintomas da psicose como:

  • alucinações
  • delírios
  • pensamento desorganizado
  • função motora desorganizada
  • sintomas negativos (avolição, alogia, anedonia, associalidade, expressão emocional diminuída)

Em certas formas de demência, como a doença de Alzheimer, alucinações e delírios são o mais clinicamente relevante sintomas de psicose.

As alucinações envolvem falsas experiências sensoriais. Você pode ouvir, ver, cheirar, provar ou tocar coisas que não estão realmente lá.

Delírios são crenças imprecisas mantidas mesmo diante de evidências indiscutíveis que provam o contrário.

Agitação

Agitação é uma palavra frequentemente usada como sinônimo de aborrecimento, mas tem um significado diferente no mundo médico. A agressão é apenas uma possível manifestação de distúrbios comportamentais na categoria de agitação.

Na demência e em outras condições, a agitação é um estado de inquietação criado pela tensão interior. A agitação pode ser exibida de várias maneiras diferentes, incluindo:

  • ritmo
  • vagando sem rumo
  • agressão verbal
  • cuspir
  • pedidos constantes de ajuda ou atenção
  • chutar, bater, morder, agarrar ou empurrar
  • gritando
  • jogando coisas
  • negativismo
  • reclamando
  • queda intencional
  • tentando escapar do espaço atual
  • comer ou beber de forma inadequada
  • auto-mutilação
  • escondendo coisas
  • acumulação
  • destruindo propriedade
  • avanços sexuais verbais ou físicos
  • maneirismos repetitivos
  • fazendo sons incomuns

A agitação é considerada o terceiro mais comum sintoma neuropsiquiátrico de demência, após sintomas de humor de apatia e depressão.

Mudanca de humor

Depressão e ansiedade são sintomas de humor comuns de demência com distúrbios comportamentais. De acordo com um estudo 2021eles podem estar mais comumente associados a variantes genéticas específicas observadas na demência frontotemporal.

A demência pode trazer consigo uma série de alterações de humor. Estes são por vezes referidos como mudanças de personalidade e podem incluir:

  • apatia
  • retraimento social
  • falta de motivação ou iniciativa
  • insensividade
  • depressão
  • ansiedade

Causas de distúrbios comportamentais em pessoas com demência

A causa exata dos distúrbios comportamentais na demência não é clara, mas parece estar relacionada à disfunção neuronal generalizada no cérebro.

“A perda neuronal foi identificada como uma característica fisiopatológica chave da demência”, explica Giordano. “Isso inclui neurônios de núcleos específicos, como células colinérgicas da rafe dorsal [nucleus]além de células nervosas de córtices de associação.”

À medida que os nervos em áreas específicas do cérebro perdem a função, diferentes sintomas comportamentais podem aparecer.

O núcleo dorsal da rafe, por exemplo, é um núcleo do tronco cerebral envolvido na aprendizagem, memória e humor. Pesquisar sugere que alterações nessa área do cérebro podem contribuir para a depressão em algumas condições de demência.

À medida que os neurônios são perdidos, podem ocorrer mudanças nos níveis de neurotransmissores e na comunicação em todo o cérebro.

“Tudo isso culmina em causar distúrbios comportamentais na demência e, se não for controlado, pode tornar os sinais graves”, diz Giordano, acrescentando que os sintomas comportamentais muitas vezes coincidem com a progressão da demência.

Ajudar pessoas com demência com problemas comportamentais

Os distúrbios comportamentais na demência são um sintoma da doença, não um reflexo de como seu ente querido realmente se sente em relação a você.

Muitas vezes, esses comportamentos são respostas à dor, estresse, medo, confusão ou perda de autonomia.

Medicamentos estão disponíveis para ajudar a gerenciar distúrbios comportamentais, mas não são a abordagem de primeira linha. Gerenciar os gatilhos e o ambiente são opções preferidas para demência com distúrbios comportamentais.

No geral, durante os episódios comportamentais, os cuidadores são encorajados a:

  • use declarações calmas e positivas
  • recue e peça permissão
  • desacelerar
  • tranquilizar
  • ajustar a iluminação
  • adicionar pistas visuais ou verbais
  • oferecer escolhas guiadas, mas limitadas
  • foco em experiências agradáveis
  • praticar exercícios simples
  • diminuir a estimulação

Levantar a voz, tentar forçar, discordar ou exigir não são abordagens recomendadas.

Outras estratégias para ajudar a diminuir as chances de distúrbios comportamentais incluem:

  • reduzindo o ruído e o brilho da luz
  • limitando as distrações de fundo (como a televisão)
  • verificação de desconforto físico
  • limitando a cafeína
  • envolvendo seu ente querido em atividades de relaxamento
  • encontrar saídas de energia como caminhar ou se exercitar
  • simplificando tarefas
  • adicionando períodos de descanso entre as atividades
  • melhorar a iluminação para reduzir a confusão
  • fornecendo rótulos
  • fornecer objetos de segurança, como cobertores favoritos ou itens pessoais

Resumindo

A demência com distúrbios comportamentais é comum. Como a demência causa perda de neurônios no cérebro, muitas áreas diferentes de função podem ser afetadas.

Os sintomas comportamentais não são deliberados. Muitas vezes, são respostas incontroláveis ​​ao estresse e desconforto subjacentes.

O gerenciamento ambiental de estressores e interações calmas e respeitosas podem ajudar a gerenciar sintomas comportamentais perturbadores. Distúrbios comportamentais também podem ser ajudados por meio de medicamentos prescritos. Considere falar com um médico para determinar o melhor plano de tratamento para você ou um ente querido.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *