O que é uma taxa respiratória normal para crianças e adultos?


-1
-1 points

A taxa respiratória, um dos principais sinais vitais do corpo humano, é o número de respirações realizadas por minuto.

A frequência respiratória normal para adultos é de 12 a 16 respirações por minuto. A frequência respiratória normal para crianças varia de acordo com a idade.

Neste artigo, discutiremos como medir a frequência respiratória, os fatores que influenciam a frequência respiratória e quando consultar um médico se você estiver preocupado com sua frequência respiratória.

Taxa normal em adultos

Uma frequência respiratória normal em adultos é de aproximadamente 12 a 16 respirações por minuto. A taxa respiratória é uma parte importante dos seus sinais vitais. Pode potencialmente indicar uma condição mais séria, como parada cardíaca.

Se sua frequência respiratória estiver abaixo do normal, isso poderá indicar disfunção do sistema nervoso central. Se sua frequência respiratória estiver acima do normal, isso poderá indicar outra condição subjacente.

Alguma variação na frequência respiratória ocorre naturalmente à medida que envelhecemos. À medida que envelhecemos, nos tornamos mais propensos a doenças e disfunção orgânica. Alguns órgãos estão intimamente ligados à sua saúde respiratória e podem alterar sua frequência respiratória.

Taxa normal em crianças

A frequência respiratória normal para crianças varia de acordo com a idade.

Era Taxa (em respirações por minuto)
Bebê (nascimento até 1 ano) 30 a 60
Criança (1 a 3 anos) 24 a 40
Pré-escolar (3 a 6 anos) 22 a 34
Idade escolar (6 a 12 anos) 18 a 30
Adolescente (12 a 18 anos) 12 a 16

Como medir sua frequência respiratória

Sua frequência respiratória pode ser medida em três etapas fáceis.

  1. Defina um temporizador para 1 minuto.
  2. Você deve estar em repouso, sentado ou deitado. Evite atividades extenuantes de antemão.
  3. Inicie o cronômetro e meça a quantidade de respirações realizadas em 1 minuto. Isso pode ser feito contando quantas vezes o peito sobe.

Os fatores mais comuns que podem afetar sua frequência respiratória medida incluem:

  • Estado emocional
  • aptidão física
  • temperatura interna
  • doença e estado de saúde

O que mede?

A respiração é o processo metabólico de ingestão de oxigênio e liberação de dióxido de carbono. É controlado por um sistema corporal chamado impulso respiratório. O impulso respiratório é dividido em três sistemas: controle central neural, entrada sensorial e efeito muscular.

O sistema de controle central neural define a taxa de ventilação e o volume de entrada de ar. O sistema sensorial permite que o sistema nervoso central saiba quanto volume e a que taxa respirar. O sistema muscular move os pulmões de acordo com as entradas de sinal.

Esses sistemas trabalham juntos para criar um processo que troca dois tipos de ar.

Quando expiramos, liberamos baixo oxigênio e ar com alto dióxido de carbono. Quando inspiramos, absorvemos alto oxigênio e ar com baixo dióxido de carbono. A troca desses elementos é importante para que os processos metabólicos continuem no nível celular.

O impulso respiratório está intimamente ligado ao sistema nervoso central. Quando o sistema nervoso central é alterado ou danificado, pode afetar a taxa de respiração.

Por exemplo, um derrame que causa danos no tronco cerebral pode afetar a respiração. Narcóticos, como opióides, também podem deprimir o sistema nervoso central e afetar a respiração.

Existem outros fatores fora desses que podem afetar sua frequência respiratória, como exploraremos abaixo.

O que pode causar uma taxa lenta?

Álcool

O álcool é um depressivo que afeta o sistema nervoso central. Os efeitos do álcool continuam a aumentar quanto mais você consome. Aproximadamente quatro a seis porções de álcool são suficientes para afetar negativamente o funcionamento do sistema nervoso central.

Narcóticos

Os narcóticos podem ter uma grande influência no sistema nervoso central. Alguns medicamentos podem atuar como depressores, enquanto outros agem como estimulantes. Os efeitos podem ser vistos em todo o sistema, da pressão arterial à taxa de respiração.

Sabe-se que a maconha, os alucinógenos e os opióides afetam a frequência respiratória. As mortes por overdose de opioides, que reivindicam mais de 130 vidas todos os dias nos Estados Unidos, são frequentemente causadas por respiração alterada ou disfuncional.

Questões metabólicas

O hipotireoidismo é causado por uma glândula tireóide hiperativa. O hormônio da tireóide desempenha um papel importante em muitos processos corporais, incluindo a respiração.

O hipotireoidismo pode enfraquecer os músculos dos pulmões, dificultando a respiração. Isso pode diminuir sua frequência respiratória normal.

Lesões cerebrais ou acidente vascular cerebral

De acordo com o CDC, acidente vascular encefálico é responsável pela morte de 140.000 americanos a cada ano. Uma das complicações comuns do derrame é a disfunção do sistema respiratório.

Alterações na frequência respiratória podem ser pequenas a graves, dependendo do acidente vascular cerebral. Pequenas alterações respiratórias podem levar a distúrbios do sono, como apneia do sono. Distúrbios respiratórios graves podem levar a complicações mais graves, como a necessidade de um tubo respiratório.

Apnéia do sono

A apneia do sono é uma condição na qual seu padrão respiratório é interrompido durante o sono. Apneia obstrutiva do sono e apneia central do sono são os dois principais tipos dessa condição.

A apneia central do sono ocorre quando a área do sistema nervoso central que controla a respiração não envia os sinais adequados enquanto você dorme. Isso pode ser causado por fatores subjacentes, como acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca ou certos medicamentos.

O que pode causar uma taxa rápida?

Febre

A febre é uma das reações normais que o corpo experimenta ao combater uma infecção. Existem muitos sinais e sintomas de febre, incluindo pele quente, sudorese e tremores. A febre pode causar um aumento da frequência respiratória, à medida que o corpo tenta se resfriar.

Desidratação

A desidratação ocorre quando o corpo não absorve água suficiente para atender às suas necessidades.

Quando você está desidratado, os níveis reduzidos de líquido ficam baixos o suficiente para alterar seus níveis de eletrólitos. Isso pode afetar a troca de gases importantes nos pulmões, causando um aumento na frequência respiratória.

Asma

A asma é uma condição caracterizada por vias aéreas estreitas, inflamadas e cheias de muco. Com a asma, há momentos em que fica difícil introduzir ar suficiente nos pulmões.

Além disso, o excesso de muco pode bloquear as vias aéreas. Isso pode levar à diminuição do acesso ao oxigênio no ar. Isso pode causar aumento da respiração quando o corpo tenta compensar a falta de troca de ar.

DPOC e outras condições pulmonares

A doença pulmonar obstrutiva crônica, ou DPOC, é um conjunto de condições caracterizadas por danos pulmonares a longo prazo. As seguintes condições são abrangidas pela DPOC:

  • enfisema
  • bronquite crônica
  • asma refratária

Como a asma, a inflamação no revestimento dos pulmões com DPOC dificulta a obtenção de oxigênio suficiente. À medida que o corpo tenta aumentar o consumo de oxigênio, a respiração aumenta.

Problemas de coração

O coração está intimamente ligado à respiração. O papel do coração, trabalhando em conjunto com os pulmões, é circular o sangue oxigenado para os órgãos vitais do corpo.

Com doenças cardíacas, a função cardíaca se deteriora e não pode bombear tanto sangue. Quando isso acontece, seu corpo não recebe o oxigênio necessário e a respiração aumenta.

Overdose

Drogas estimulantes influenciam certas substâncias químicas neurotransmissoras no cérebro. Um desses neurotransmissores, a noradrenalina, desempenha um papel na freqüência respiratória. A overdose de certos medicamentos, especialmente estimulantes, pode levar a um aumento da taxa de respiração.

Infecções

Infecções pulmonares podem causar inflamação das vias aéreas e pulmões. Essa inflamação pode dificultar a respiração. Quando o corpo não conseguir respirar profundamente, aumentará a respiração para compensar e melhorar a ingestão de oxigênio.

Ataques de ansiedade ou pânico

Hiperventilação é um sintoma comum de ansiedade e ataques de pânico. Durante um ataque de pânico, a resposta de luta ou fuga é ativada. Essa resposta prepara o corpo para "lutar" ou "fugir", e a freqüência cardíaca, pressão arterial e freqüência respiratória aumentam.

Taquipnéia transitória (lactentes)

Essa condição aguda ocorre em recém-nascidos e é caracterizada por respiração rápida, às vezes trabalhosa.

À medida que os recém-nascidos respiram pela primeira vez, o líquido que está nos pulmões é expelido. Quando o bebê não consegue expelir completamente o líquido, a frequência respiratória pode aumentar para absorver mais oxigênio.

A taquipnéia transitória geralmente desaparece dentro de alguns dias, mas às vezes requer monitoramento extra no hospital após o nascimento.

Quando consultar um médico

Se sua frequência respiratória for baixa por muito tempo, poderá causar complicações como baixo oxigênio no sangue, acidose ou insuficiência respiratória. Além disso, frequências respiratórias aumentadas ou diminuídas geralmente indicam condições subjacentes que precisam ser tratadas.

Se você ou seu filho tiver os seguintes sintomas, é importante consultar um médico:

  • respiração rápida de mais de 20 respirações por minuto em adultos
  • respiração lenta de menos de 12 respirações por minuto em adultos
  • uma frequência respiratória que cai fora do normal em crianças
  • sintomas de asma ou infecção pulmonar, como tosse, chiado e aumento de muco
  • sintomas de distúrbio da tireóide, como pele seca, alterações capilares e fadiga

Se você suspeitar que a mudança na respiração se deva a uma overdose ou envenenamento, procure a sala de emergência mais próxima imediatamente.

A linha inferior

A frequência respiratória normal dos adultos cai na faixa de 12 a 16 respirações por minuto. Para as crianças, a frequência respiratória normal dependerá da idade.

Se você está preocupado com o fato de sua respiração não estar normal, visite seu médico. Eles podem diagnosticar quaisquer outras condições e causas subjacentes.


Like it? Share with your friends!

-1
-1 points

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *