Hipoplasia do nervo óptico segmentar superior: o que você deve saber


0

Quando o nervo óptico não se desenvolve totalmente, você pode não conseguir enxergar através dessa área do olho. Esta condição congênita é mais frequentemente vivenciada por pessoas que têm mães com diabetes. Não há tratamento ou cura.

A hipoplasia segmentar superior do nervo óptico (SSOH), ou síndrome do disco em topless, é uma doença ocular congênita em que uma parte do nervo óptico está subdesenvolvida. O nervo óptico é o feixe de fibras nervosas que conecta o olho ao cérebro.

A maioria das pessoas com SSOH apresenta sintomas leves ou nenhum sintoma. A condição é rara e é mais frequentemente diagnosticada em pessoas que têm mães com diabetes. Não piora com o tempo e geralmente é descoberto no momento de um exame oftalmológico para detectar doenças oculares não relacionadas. Normalmente, esse ponto cego não é perceptível, a menos que você tenha visão apenas de um olho ou tenha um olho fechado.

Continue lendo para saber mais sobre SSOH, incluindo causas, fatores de risco e como isso pode afetar sua visão.

O que é hipoplasia segmentar superior do nervo óptico?

A retina é a camada de células especiais na parte posterior do olho que converte sinais de luz em informações elétricas. Essa informação elétrica é transportada através de um grande feixe de fibras nervosas chamado nervo óptico até o cérebro.

Pessoas com SSOH apresentam desenvolvimento anormal envolvendo uma parte do grupo de fibras nervosas ausentes na retina. Normalmente, essas fibras deixariam o olho através do nervo óptico a caminho do cérebro. Mas esse não é o caso do SSOH. Nenhum sinal visual é transmitido dessa área afetada – o que significa que você tem perda de visão nessa parte do seu campo visual.

Normalmente, esse ponto cego não é perceptível, a menos que você tenha visão apenas de um olho ou tenha um olho fechado.

SSOH era relatado pela primeira vez em 1977, quando os pesquisadores identificaram 17 casos em crianças nascidas de mães com diabetes.

É difícil estimar a frequência com que ocorre em uma população devido à sua raridade e porque muitas vezes faltam sintomas. Geralmente é encontrado durante exames oftalmológicos por motivos não relacionados.

Os maiores estudos disponíveis que estimam a sua prevalência são do Japão e da Coreia. No estudo do Japão, os pesquisadores testaram 14.431 pessoas e estimou que 0,3% do grupo de estudo tinha SSOH. No estudo coreano, os pesquisadores testaram 5.612 pessoas e estimou que 0,24% deles tinham SSOH.

Quais são os sinais desta hipoplasia do nervo óptico?

Um tipo de imagem chamada tomografia de coerência óptica pode ajudar os oftalmologistas a procurar sinais característicos de SSOH e distingui-lo de outras condições, como o glaucoma. Este teste de imagem usa ondas de luz para examinar sua retina.

SSOH tem quatro características sinais:

  1. entrada da artéria central da retina até a parte superior do disco, que é ou o início do nervo óptico (entrada da artéria central superior da retina)
  2. palidez na parte superior do disco óptico (palidez do disco superior)
  3. halo ao redor da parte superior do disco óptico (halo peripapilar superior)
  4. afinamento das fibras nervosas na parte superior do disco (afinamento das fibras nervosas peripapilares superiores)

Pessoas com SSOH podem não apresentar nenhuma dessas características, mas sua presença ajuda a diferenciar a SSOH de outros distúrbios oculares.

Como alguém vê se tem SSOH?

O SSOH geralmente causa sintomas leves que não afetam as funções diárias.

Como o nervo óptico transporta informações entre o olho e o cérebro, você não receberá nenhuma informação visual no cérebro se as fibras nervosas do nervo óptico estiverem danificadas.

Com SSOH, a maior parte do seu campo visual permanece intacta. Mas algumas pessoas com SSOH apresentam comprometimento da metade inferior do campo visual, uma vez que a parte superior do nervo óptico não consegue transmitir informações da retina para o cérebro.

O efeito na visão costuma ser menor e não afeta as funções diárias. Esse ponto cego geralmente não é perceptível, a menos que você tenha visão apenas de um olho ou tenha o outro fechado.

Muitas vezes as pessoas não sabem que têm problemas no campo visual, mas podem ter um histórico de tropeços ou outros hábitos que podem sugerir problemas na visão inferior.

Você consegue isso nos dois olhos?

SSOH pode ocorrer em um ou ambos os olhos.

A doença se desenvolve desde o nascimento, portanto, se você tiver um olho, não se espalhará para o outro mais tarde na vida.

Causas e Fatores de Risco

Quando você está se desenvolvendo no útero, seu nervo óptico contém cerca de 3,7 milhões de fibras nervosas. Esse número cai para 1,1 milhão ao nascer, através da destruição controlada de células desnecessárias. Pensa-se que a destruição excessiva das células do nervo óptico pode levar ao desenvolvimento de SSOH.

Não está claro por que esta reação é desencadeada em algumas pessoas ou por que apenas as fibras superiores são destruídas.

O fator de risco mais forte para SSOH é diabetes na mãe. Filhos de mães com diabetes têm maior probabilidade de desenvolver hipoplasia do nervo óptico.

A hipoplasia do nervo óptico também pode estar associada ao baixo peso ao nascer e à história de doença cardíaca isquêmica no pai. Alguns estudos relatam SSOH como mais comum em pessoas designadas do sexo feminino ao nascer, mas outros estudos não relatam diferença de sexo.

Você notará que a linguagem usada para compartilhar estatísticas e outros pontos de dados é bastante binária, flutuando entre o uso de “masculino” e “feminino” ou “homens” e “mulheres”.

Embora normalmente evitemos linguagem como esta, a especificidade é fundamental ao relatar os participantes da pesquisa e os resultados clínicos.

Infelizmente, os estudos e pesquisas mencionados neste artigo não relataram dados sobre, nem incluíram, participantes que eram transgêneros, não binários, não-conformes de gênero, gênero queer, agênero ou sem gênero.

Isto foi útil?

Qual é a conexão com o diabetes materno?

A diabetes na mãe, ou diabetes materna, está associada a muitos problemas no nascimento, incluindo SSOH. Embora a SSOH esteja altamente associada ao diabetes materno, ela também pode ocorrer no ausência de diabetes.

Outro questões relacionadas ao nascimento associados ao diabetes materno incluem:

  • hipoplasia sacral, onde há desenvolvimento anormal da extremidade da coluna
  • situs invesus, onde os órgãos do tórax e abdômen são espelhados em comparação com sua posição normal
  • ureteres duplex, onde cada um dos rins tem um tubo extra que drena para a bexiga
  • agenesia renal, onde uma pessoa nasce com um ou nenhum rim
  • irregularidades cardíacas
  • anencefalia, onde uma pessoa nasce sem partes do cérebro e do crânio

O SSOH pode ser corrigido ou tratado?

SSOH é uma condição congênita que está presente desde o nascimento e não piora com o tempo.

A maioria das pessoas não sabe que tem até receber imagens por outro motivo. Isto é especialmente verdadeiro se ocorrer apenas em um olho.

Não há cura ou tratamento específico para resolver esse problema ocular. Para aqueles que apresentam SSOH em ambos os olhos, ajustar a linha de visão para ver a metade inferior do campo visual é uma solução alternativa.

Alguma evidência sugere que as pessoas com esta condição podem ser mais propensas ao glaucoma, que é uma lesão do nervo óptico e está frequentemente associado à pressão ocular cronicamente elevada.

Tomando precauções para prevenir o glaucoma geralmente é útil, incluindo fazer exames oftalmológicos regulares, controlar a pressão arterial e permanecer fisicamente ativo.

Remover

SSOH é uma condição congênita que causa defeitos na parte superior do nervo óptico, normalmente ocupada pelas fibras nervosas da retina. É uma condição não progressiva, o que significa que não piora com o tempo e muitas vezes não afeta as funções diárias.

SSOH não requer tratamento, mas pode aumentar o risco de desenvolver glaucoma. Tomar precauções para evitar o glaucoma, como controlar a pressão arterial e manter um peso moderado, pode ajudá-lo a evitar o glaucoma.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *