Sonda russa Luna-25 cai na Lua


0

A sonda lunar “deixou de existir após uma colisão com a superfície da lua”, disse a agência espacial russa.

A sonda Luna-25, a primeira missão lunar da Rússia em quase 50 anos, caiu na Lua após um incidente durante manobras antes do pouso, informou a agência espacial russa.

A comunicação com o Luna-25 foi perdida às 14h57 (11h57 GMT) no sábado, disse a Roscosmos.

De acordo com descobertas preliminares, a sonda “deixou de existir após uma colisão com a superfície da lua”, disse a Roscosmos no domingo.

“As medidas tomadas em 19 e 20 de agosto para localizar a nave e fazer contato com ela não tiveram sucesso.”

A agência espacial disse que uma investigação seria lançada sobre as causas do acidente, sem dar nenhuma indicação de quais problemas técnicos poderiam ter ocorrido.

Com o Luna-25, Moscou esperava construir o legado de seu programa Luna da era soviética, marcando um retorno à exploração lunar independente em face do crescente isolamento do Ocidente.

A sonda Luna-25 de 800 kg deveria ter feito um pouso suave no polo sul lunar na segunda-feira, o primeiro da história.

A espaçonave russa fazia parte de uma corrida de grandes potências para explorar uma parte da lua que os cientistas acham que pode conter água congelada e elementos preciosos.

Aproximadamente do tamanho de um carro pequeno, esperava-se que operasse por um ano no pólo sul, onde cientistas da Nasa e outras agências espaciais detectaram nos últimos anos vestígios de água congelada nas crateras.

A presença de água tem implicações para grandes potências espaciais, potencialmente permitindo estadias humanas mais longas na lua que permitiriam a mineração de recursos lunares.

Anteriormente, a Roskosmos disse que recebeu os primeiros resultados da missão Luna-25 e que eles estavam sendo analisados.

A agência também postou imagens da cratera Zeeman da lua tiradas da espaçonave. A cratera é a terceira mais profunda no hemisfério sul da lua, medindo 190 km (118 milhas) de diâmetro e 8 km (5 milhas) de profundidade.

A Roskosmos disse que os dados recebidos até agora fornecem informações sobre os elementos químicos no solo lunar e também facilitariam a operação de dispositivos projetados para estudar a superfície próxima da lua.

Seu equipamento registrou “o evento de impacto de um micrometeorito”.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *