‘Hediondo’: o mundo reage a duas explosões que matam dezenas no Irã


0

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, prometeu uma “resposta dura” ao ataque na cidade de Kerman, no sudeste.

Pessoas se reúnem no local das explosões no Irã
Pessoas se reúnem no local de duas explosões durante uma cerimônia realizada para marcar a morte do falecido general iraniano Qassem Soleimani, em Kerman, Irã, em 3 de janeiro de 2024 [West Asia News Agency via Reuters]

Duas explosões mataram quase 100 pessoas e feriram mais de 200 numa cerimónia no Irão para comemorar a morte do comandante Qassem Soleimani, morto em 2020.

Os ataques de quarta-feira ocorreram na cidade de Kerman, no sudeste, ao longo da estrada que leva ao Cemitério dos Mártires de Kerman.

Embora ninguém tenha assumido a responsabilidade e não tenha ficado imediatamente claro o que causou as explosões, as autoridades iranianas atribuíram a culpa a um “ataque terrorista”.

“Os inimigos malignos e criminosos da nação iraniana mais uma vez criaram um desastre e martirizaram um grande número de pessoas queridas em Kerman”, disse o líder supremo do Irão, aiatolá Ali Khamenei, num comunicado. “Este desastre terá uma resposta dura, se Deus quiser.”

Numa declaração, o Presidente do Irão, Ebrahim Raisi, disse: “Sem dúvida, os perpetradores… deste acto cobarde serão em breve identificados e punidos pelo seu acto hediondo pelas forças de segurança e de aplicação da lei competentes. Os inimigos da nação deveriam saber que tais ações nunca poderão perturbar a sólida determinação da nação iraniana.”

Aqui estão algumas reações globais após as explosões mortais.

Pessoas se dispersam perto do local onde duas explosões em rápida sucessão atingiram uma multidão marcando o aniversário do assassinato do general da Guarda Qasem Soleimani em 2020, perto da mesquita Saheb al-Zaman, na cidade de Kerman, no sul do Irã.
Pessoas se dispersam perto do local onde duas explosões atingiram uma multidão, perto da mesquita Saheb al-Zaman, na cidade de Kerman, no sul do Irã. [Mehr News/AFP]

União Europeia

A UE exigiu que os autores das duas explosões fossem levados à justiça e condenou o ataque.

“A UE condena nos termos mais veementes o atentado bombista de hoje na cidade de Kerman, no Irão. A UE manifesta a sua solidariedade para com o povo iraniano. Este ato de terror causou um número chocante de mortes e feridos de civis”, disse um porta-voz dos Negócios Estrangeiros da UE num comunicado.

“Nossos pensamentos agora estão com as vítimas e suas famílias. Os perpetradores devem ser responsabilizados.”

Hezbolá

Hassan Nasrallah, líder do grupo libanês Hezbollah, apoiado pelo Irã, disse que aqueles que comemoravam a morte de Soleimani eram “alvos”.

Ele acrescentou que aqueles que morreram foram “mártires que morreram no mesmo caminho, causa e batalha liderada por” Soleimani.

Houthis

O grupo iemenita condenou o que chamou de “bombardeios criminosos” no aniversário da morte de Soleimani.

“Este crime hediondo representa uma extensão de todos os crimes que tentaram minar a República Islâmica, o seu papel no confronto com a arrogância global, a sua adopção da causa central da nação e o seu apoio às forças de resistência na Palestina e no Líbano”, diz um comunicado. .

Iraque

O governo emitiu um comunicado condenando a explosão e descreveu-a como um “ataque terrorista em Kerman”.

“Numa demonstração de solidariedade, o nosso governo está ao lado do Irão, expressando apoio tanto ao governo iraniano como ao seu povo durante este período difícil.”

“O Iraque expressa vontade de oferecer diversas formas de assistência, com o objetivo de aliviar o impacto deste ato criminoso covarde.”

Malásia

O primeiro-ministro Anwar Ibrahim transmitiu as condolências e a solidariedade da Malásia para com o Irão e o seu povo.

Anwar disse que a Malásia “condenou veementemente” o ataque e “qualquer forma de violência contra inocentes”, instando que “o mentor desta ação violenta seja levado à justiça”.

Rússia

O presidente Vladimir Putin expressou as suas condolências à liderança do Irão, informou a agência de notícias russa RIA Novosti, citando uma declaração do Kremlin.

Putin condenou “o terrorismo em todas as suas formas” e disse que o ataque a pessoas pacíficas foi “chocante pela sua crueldade e cinismo”.

Peru

O presidente Recep Tayyip Erdogan apresentou as suas condolências e condenou o ataque.

“Estamos profundamente entristecidos pelos hediondos ataques terroristas perpetrados na província iraniana de Kerman. Que Deus tenha misericórdia daqueles que perderam a vida nos ataques e desejo uma rápida recuperação aos que ficaram feridos”, disse ele em postagem no X.

“Expresso minhas condolências ao povo iraniano amigável e fraterno.”

Nações Unidas

O chefe da ONU, Antonio Guterres, apresentou as suas condolências pelos mortos e apelou à responsabilização dos perpetradores.

“O secretário-geral condena veementemente o ataque de hoje a uma cerimónia memorial na cidade de Kerman, na República Islâmica do Irão, que alegadamente matou mais de 100 pessoas e feriu muitas mais”, lê-se num comunicado do seu porta-voz.

“O secretário-geral apela à responsabilização dos responsáveis. O Secretário-Geral expressa as suas profundas condolências às famílias enlutadas, ao povo e ao Governo da República Islâmica do Irão. Ele deseja aos feridos uma rápida recuperação.”

Estados Unidos

As autoridades norte-americanas rejeitaram qualquer sugestão de que o país ou o seu aliado Israel estivessem por trás das explosões mortais no Irão. Soleimani foi morto há quatro anos num ataque de drone dos EUA.

“Os Estados Unidos não estiveram envolvidos de forma alguma e qualquer sugestão em contrário é ridícula”, disse o porta-voz do Departamento de Estado, Matthew Miller, sobre as explosões de quarta-feira.

“Não temos motivos para acreditar que Israel esteja envolvido nesta explosão”, acrescentou ele durante uma coletiva de imprensa diária. Separadamente, o porta-voz de segurança nacional da Casa Branca, John Kirby, também disse que os EUA não viram nenhuma indicação de que Israel estivesse por trás das explosões.

“Expressamos nossas condolências às vítimas e seus entes queridos que morreram nesta explosão horrível”, disse Miller.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *