Guerra Rússia-Ucrânia: Lista dos principais eventos, dia 702


0

À medida que a guerra entra no seu 702º dia, estes são os principais desenvolvimentos.

Soldados ucranianos instalando um canhão automático em um veículo militar blindado.  Eles estão amontoados ao redor do canhão.  Um deles está segurando uma tocha.
Militares ucranianos instalam um canhão automático após manutenção de rotina em um veículo militar blindado em uma oficina na região de Donetsk [Anatolii Stepanov/AFP]

Esta é a situação na sexta-feira, 26 de janeiro de 2024.

Acidente de avião Ilyushin-76

  • A Rússia e a Ucrânia trocaram acusações sobre as circunstâncias que rodearam a queda de um avião de transporte militar russo sobre a região sul de Belgorod.
  • A Rússia alegou que a Ucrânia abateu o Ilyushin-76, que transportava dezenas de prisioneiros de guerra ucranianos (prisioneiros de guerra), bem como nove russos, e Kiev foi avisada com 15 minutos de antecedência sobre o voo.
  • O Comitê de Investigação da Rússia, que abriu uma investigação de “terrorismo”, disse ter recuperado os gravadores de voo do avião e divulgado um vídeo de 39 segundos da cena que mostrava principalmente fotos aéreas de um grande trecho enegrecido em um campo coberto de neve com algumas árvores danificadas. . O vídeo também mostrava um bloco de metal retorcido e fios, uma mão e um braço.
  • A Ucrânia disse que não houve nenhum pedido russo de espaço aéreo seguro na área onde o avião caiu.
  • O comissário de direitos humanos da Ucrânia, Dmytro Lubinets, disse que uma lista de supostos prisioneiros de guerra a bordo que circulou na mídia russa incluía discrepâncias e soldados que voltaram para casa em trocas anteriores. Ele exigiu que especialistas internacionais das Nações Unidas e do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) tivessem acesso ao local.
  • Kiev abriu uma investigação criminal sobre o acidente.
Detritos pretos e cinza espalhados na neve após a queda do avião Ilyushin-76.  Um investigador está parado de lado, olhando a cena.
O local da queda do avião de transporte militar russo Ilyushin-76, perto da vila de Yablonovo, na região russa de Belgorod [Russian Investigative Committee/Handout via Reuters]
  • O Conselho de Segurança da ONU reuniu-se a pedido da Rússia para discutir o acidente. A chefe de assuntos políticos da ONU, Rosemary DiCarlo, disse ao conselho que a ONU não estava em posição de verificar as circunstâncias do que aconteceu. “O que está claro é que o incidente ocorreu no contexto da invasão da Ucrânia pela Rússia e da guerra em curso”, disse ela. “Para evitar uma nova escalada, instamos todos os envolvidos a absterem-se de ações, retóricas ou alegações que possam alimentar ainda mais o já perigoso conflito.”

Brigando

  • A Força Aérea da Ucrânia disse que a Rússia lançou 14 drones de ataque e cinco mísseis nas regiões do sul do Mar Negro, com sistemas de defesa aérea destruindo 11 dos drones. O Ministério de Assuntos Internos da Ucrânia disse que seis pessoas ficaram feridas na cidade histórica de Odesa e que edifícios residenciais e um armazém foram danificados.
  • Fontes de segurança ucranianas disseram que orquestraram um ataque de drones a uma refinaria de petróleo na cidade de Tuapse, no sul da Rússia, cerca de 240 quilómetros (150 milhas) a sudeste da península da Crimeia anexada pela Rússia. O ataque causou um grande incêndio, mas não houve relatos de vítimas.
  • O ministro das Relações Exteriores do Nepal, Narayan Prakash Saud, disse à agência de notícias Associated Press que o Nepal pediu à Rússia que enviasse de volta centenas de cidadãos nepaleses que foram recrutados para lutar contra a Ucrânia e repatriasse os corpos daqueles que morreram no conflito. Estima-se que o exército russo tenha recrutado mais de 200 cidadãos nepaleses para lutar na Ucrânia e pelo menos 14 morreram lá, disse Saud.
  • O Centro Nacional de Resistência da Ucrânia disse ter visto “mercenários da Malásia, acompanhados por um tradutor” em campos de treino militar russo na região de Donetsk ocupada pela Rússia. Alertou que qualquer pessoa que lutasse ao lado dos russos contra a Ucrânia era um “alvo militar”. A Malásia não respondeu aos pedidos de mais informações sobre a alegada presença de cidadãos malaios.
  • Várias grandes organizações estatais ucranianas, incluindo a empresa estatal de energia Naftogaz, a agência de correios e segurança dos transportes, relataram grandes ataques cibernéticos que uma fonte próxima do governo atribuiu à inteligência russa.

Política e diplomacia

  • Um tribunal em São Petersburgo prendeu a ativista anti-guerra Darya Trepova por 27 anos depois de considerá-la culpada de “terrorismo” no assassinato de um proeminente blogueiro ultranacionalista, Vladlen Tatarsky, no ano passado, que a Rússia disse ter sido orquestrado pela Ucrânia. Trepova disse ao tribunal que achava que o pacote que entregou a Tatarsky, cujo nome verdadeiro era Maxim Fomin, continha um dispositivo de escuta secreto e não percebeu que estava equipado com explosivos.
  • Um tribunal de Moscou prendeu o proeminente nacionalista e ex-comandante rebelde Igor Girkin por quatro anos por “incitação ao extremismo”. Girkin, também conhecido como Igor Strelkov, criticou repetidamente o Kremlin pela sua estratégia de guerra na Ucrânia.
  • O grupo de liberdade de imprensa Repórteres Sem Fronteiras (RSF), com sede em Paris, disse estar preocupado com o facto de os jornalistas ucranianos que investigam a corrupção estarem sob pressão crescente, observando os recentes actos de intimidação contra Yuriy Nikolov, Iryna Hryb e o pessoal do Bihus.info.

Armas

  • A Casa Branca instou os senadores dos Estados Unidos a chegarem a um acordo que ligasse a assistência militar vital à Ucrânia à segurança das fronteiras dos EUA, após relatos de que o ex-presidente Donald Trump, que procura a reeleição, estava a tentar torpedear qualquer acordo numa tentativa de privar o presidente dos EUA Joe Biden, que busca um segundo mandato, de uma vitória política.

Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *