Ministro israelense Gantz diz que situação na fronteira com o Líbano ‘exige mudança’


0

Os comentários do membro do gabinete de guerra israelita são os mais recentes a sugerir a possibilidade de uma escalada com o Hezbollah.

Um veículo blindado israelense passa pela rua de uma comunidade israelense
Soldados israelenses dirigem um veículo blindado de transporte pessoal (APC) na cidade de Kiryat Shmona, no norte de Israel [File: Baz Ratner/AP]

O ministro israelense Benny Gantz diz que a situação na fronteira do país com o Líbano “deve mudar”, sugerindo a possibilidade de uma escalada militar com o grupo armado Hezbollah.

Gantz, membro do gabinete de guerra de emergência de Israel, disse aos repórteres na quarta-feira que a oportunidade de uma solução diplomática para as trocas entre Israel e grupos armados no sul do Líbano está a esgotar-se rapidamente.

“A situação na fronteira norte de Israel exige mudança”, disse Gantz em entrevista coletiva.

“O cronômetro para uma solução diplomática está se esgotando, se o mundo e o governo libanês não agirem para evitar os disparos contra os residentes do norte de Israel e para distanciar o Hezbollah da fronteira, o [Israeli military] farei isso.”

As observações são as mais recentes a levantar preocupações de que a campanha militar de Israel em Gaza possa explodir num conflito regional mais amplo, atraindo grupos apoiados pelo Irão, como o Hezbollah.

Israel e o Hezbollah, juntamente com um punhado de grupos armados mais pequenos que operam no sul do Líbano, estabeleceram-se num ritmo constante de trocas retaliatórias desde que a actual ronda de combates entre o Hamas e Israel começou em 7 de Outubro, quando o grupo lançou um ataque ao sul de Israel que matou mais de 1.100 pessoas.

Desde então, Israel tem bombardeado incansavelmente Gaza numa campanha “genocida”, matando mais de 21 mil pessoas, a maioria delas mulheres e crianças, e deslocando quase todos os seus 2,3 milhões de residentes.

A ofensiva israelita em Gaza desencadeou tensões ao longo da fronteira Israel-Líbano, uma vez que trocas intermitentes de tiros entre as forças israelitas e o Hezbollah foram relatadas nos confrontos mais mortíferos desde que os dois lados travaram uma guerra em grande escala em 2006.

Dezenas de milhares de pessoas em Israel e no Líbano também foram deslocadas, e mais de 150 pessoas, a maioria delas combatentes do Hezbollah, foram mortas no lado libanês desde o início dos intercâmbios, segundo um cálculo da agência de notícias AFP. O número inclui 20 civis, incluindo três jornalistas, disse a agência.

Na terça-feira, um ataque do Hezbollah feriu 11 pessoas no norte de Israel, enquanto um ataque israelense em Bint Jbeil matou três pessoas, incluindo um combatente do Hezbollah.

“Aviões de guerra israelenses estão atualmente alvejando cidades que estão muito longe da fronteira”, relatou o correspondente da Al Jazeera, Ali Hashem, de Bint Jbeil.

“O facto é que esta área está agora a tornar-se numa zona de guerra completa, está a tornar-se muito perigosa, muito arriscada, com o facto de estarmos sempre à espera de um drone israelita”, acrescentou.

Até agora, porém, tais intercâmbios não chegaram a um confronto mais sério que teria um custo elevado para ambos os lados, bem como para as populações civis que vivem em comunidades perto da fronteira Israel-Líbano.

A natureza limitada dos combates aliviou as preocupações iniciais sobre uma guerra maior. Mas nas últimas semanas, as autoridades israelitas sugeriram que poderiam tomar medidas mais fortes contra o Hezbollah, mesmo quando a campanha de Israel em Gaza está sob crescente escrutínio.

Falando na quarta-feira numa visita perto da fronteira, o ministro dos Negócios Estrangeiros de Israel, Eli Cohen, disse que Israel pode ter como alvo o líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah, uma medida que quase certamente desencadearia um conflito maior com o formidável grupo armado com fortes ligações ao Irão.

“Operaremos para aproveitar ao máximo a opção diplomática”, disse Cohen. “Se não funcionar, todas as opções estão sobre a mesa.”


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *