Advogados alemães processam políticos, incluindo Scholz, por “cumplicidade” em Gaza


0

Advogados que representam os palestinos apresentam queixa criminal contra a chanceler e outros políticos importantes, enquanto a Alemanha continua comprometida com Israel.

O chanceler alemão Olaf Scholz, à esquerda, aperta a mão do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, durante uma coletiva de imprensa em Tel Aviv, Israel, terça-feira, 17 de outubro de 2023. Maya Alleruzzo/Pool via REUTERS TPX IMAGES OF THE DAY
O chanceler alemão, Olaf Scholz, à esquerda, dá uma entrevista coletiva com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, durante uma visita a Tel Aviv [File: Maya Alleruzzo/Pool via Reuters]

Berlim, Alemanha – Um grupo de advogados está a apresentar uma queixa criminal junto do procurador federal alemão contra políticos alemães de alto nível, incluindo o chanceler Olaf Scholz, acusando-os de “ajudar e encorajar” o genocídio que dizem estar a ser cometido por Israel em Gaza.

O caso contra vários membros do Conselho Federal de Segurança do país, que dirige a política de segurança nacional e autoriza as exportações de armas, foi anunciado na sexta-feira.

Além de Scholz, a ministra das Relações Exteriores Annalena Baerbock, o ministro da Economia Robert Habeck, o ministro das Finanças Christian Lindner e outros são acusados.

Os advogados por trás do caso representam famílias de dois palestinos com raízes na Faixa de Gaza, incluindo a da acadêmica de migração palestino-alemã Nora Ragab.

“Nós, palestinos da diáspora, não ficaremos parados assistindo a um genocídio cometido contra as nossas famílias e o nosso povo”, disse Ragab num comunicado. “Utilizaremos todos os meios à nossa disposição. … Hoje pretendemos responsabilizar o governo alemão pela sua cumplicidade no genocídio em Gaza.”

O Centro Europeu de Apoio Jurídico, o Instituto Palestino para a Diplomacia Pública e a Lei para a Palestina, sediada no Reino Unido, estão entre as organizações da sociedade civil que apoiam o caso.

Numa declaração escrita conjuntamente, afirmaram: “O Estado alemão é um dos países que demonstrou o mais forte apoio político e material a Israel no seu ataque à Faixa de Gaza e aos palestinianos”.

Alexander Gorski, um dos advogados que apoia o caso, reconheceu que “do ponto de vista jurídico e dado o cenário político na Alemanha, este caso será difícil”.

“Mas acreditamos que é nossa responsabilidade, como pessoas que trabalham no sector judicial, tentar fazer alguma coisa”, disse ele à Al Jazeera. “Estamos vendo um genocídio sendo transmitido ao vivo em todo o mundo e, apesar disso, o governo israelense ainda é apoiado por outros países e ainda recebe armas deles.”

Após os ataques de 7 de Outubro perpetrados pelo Hamas, durante os quais 1.139 pessoas foram mortas no sul de Israel, o governo israelita retaliou com uma campanha militar em Gaza que até à data matou mais de 29.000 palestinianos, a maioria deles mulheres e crianças.

Israel disse que quer esmagar o Hamas, que governa a faixa densamente povoada, mas depois de quatro meses de guerra, o devastador número de civis está a causar alarme entre os líderes mundiais.

No final de Janeiro, o tribunal superior das Nações Unidas, o Tribunal Internacional de Justiça, ou CIJ, considerou que era “plausível” que Israel estivesse a cometer actos em Gaza que violavam a Convenção Internacional sobre Genocídio.

Desde a decisão do tribunal, a Alemanha e todos os outros Estados terceiros deveriam ter tentado impedir Israel de cometer tais atos, disseram os advogados responsáveis ​​pelo caso de sexta-feira.

No entanto, desde Outubro, muitas autoridades alemãs “incitaram” o genocídio com as suas declarações, alegaram.

O processo legal também se concentrará nas exportações de armas alemãs para Israel.

Estes aumentaram significativamente em 2023, em comparação com o ano anterior, e a maior parte desse aumento foi aprovada pelo governo alemão após 7 de outubro.

Apesar da decisão do TIJ, a Alemanha “já concordou em princípio” em enviar mais munições de tanques para Israel, disseram.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *