Vários mortos em ataque suicida a bomba em restaurante da República Democrática do Congo


0

Pelo menos seis pessoas mortas quando um homem-bomba ataca um restaurante na cidade de Beni, perto da fronteira oriental da RDC com Uganda.

Beni, perto da fronteira oriental da RDC com Uganda, tem sido palco de confrontos regulares entre o exército e as Forças Democráticas Aliadas [File: Guerchom Ndebo/AFP]

Um homem-bomba atacou um restaurante na cidade de Beni, no leste da República Democrática do Congo, matando pelo menos cinco pessoas e ele mesmo.

As autoridades culparam as Forças Democráticas Aliadas (ADF) pelo ataque de sábado. A milícia é um dos grupos armados mais mortíferos da região e é reivindicada pelo grupo ISIL (ISIS) como seu braço na África Central.

“O homem-bomba, impedido por seguranças de entrar em um bar lotado, ativou a bomba na entrada do bar”, disse o porta-voz do governador regional, general Ekenge Sylvain, em um comunicado.

Seis pessoas morreram na explosão e 14 ficaram feridas, incluindo duas autoridades locais, acrescentou.

O ADF não assumiu imediatamente a responsabilidade pelo ataque.

A agência de notícias AFP disse que seu correspondente viu os restos mortais de três corpos no local da explosão, o restaurante In Box. Os restos de mesas, cadeiras, garrafas e copos estavam espalhados pelo local da explosão.

Uma fonte da prefeitura disse à AFP que duas crianças estavam entre os mortos, assim como duas autoridades locais.

Mais de 30 pessoas estavam comemorando o Natal lá quando a bomba explodiu, duas testemunhas disseram à AFP.

Rachel Magali estava no bar-restaurante havia cerca de três horas com sua cunhada e várias outras pessoas quando ouviu um barulho alto do lado de fora.

“De repente, vimos fumaça preta em torno do bar e as pessoas começaram a chorar”, disse ela à agência de notícias Associated Press. “Corremos para a saída onde vi pessoas deitadas. Havia cadeiras de plástico verdes espalhadas por toda parte e também vi cabeças e braços não mais presos. Foi realmente horrível. ”

Uma viatura policial levou os feridos para um centro médico próximo, que foi imediatamente isolado.

O prefeito de Beni, Narcisse Muteba Kashale, disse anteriormente a uma rádio local que uma bomba havia explodido no centro da cidade. “Por segurança, estou pedindo à população que fique em casa”, disse o prefeito.

Kashale, que também é coronel da polícia, disse que pelo menos duas das vítimas eram crianças. Os sobreviventes feridos foram levados para o hospital local, disse ele.

O porta-voz da polícia Nasson Murara disse que os policiais atiraram ao vivo para dispersar uma multidão furiosa que tentou impedir os investigadores de acessar a cena da explosão. Ninguém ficou ferido, disse ele.

Beni, perto da fronteira oriental da RDC com Uganda, tem sido palco de confrontos regulares entre o exército congolês e o ADF.

Em junho, três bombas atingiram o leste do país, com autoridades alertando que havia relatos de que mais ataques estavam sendo planejados.

No final de novembro, a RDC e Uganda lançaram uma operação conjunta contra o ADF no leste do país, depois que as tropas congolesas lutaram durante meses para conter os ataques sangrentos do ADF.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *