Militantes matam 10 no ataque da Nigéria contra trabalhadores humanitários e cristãos: testemunhas


0

MAIDUGURI, Nigéria – Militantes islâmicos mataram pelo menos 10 pessoas e levaram duas mulheres cativas em um ataque a um comboio no norte da Nigéria que atingiu cristãos e pessoas associadas a grupos de ajuda internacional, disseram testemunhas na sexta-feira.

No ataque de 22 de dezembro, disseram à Reuters, militantes que se colocavam como soldados pararam um comboio de veículos comerciais que viajavam em direção a Maiduguri, no nordeste do estado de Borno, e pediram aos passageiros em inglês que produzissem cartões de identificação.

Os militantes separaram aqueles que eles determinaram que trabalhavam para grupos de ajuda internacional, eram cristãos ou trabalhavam com a polícia ou a Força Tarefa Conjunta Civil (CJTF), uma coalizão de grupos de vigilantes civis formados para combater os jihadistas do Boko Haram.

Ele abriu fogo contra as pessoas associadas a esses três grupos, matando 10, incluindo quatro que testemunhas disseram ter cartões de identificação associando-as a grupos humanitários.

"Eles pediram aos trabalhadores humanitários e outros que se movessem em direção ao norte (lado da estrada) e começaram a atirar neles esporadicamente, matando-os", disse à Reuters a testemunha local Babagana Kachallah.

Kachallah disse que os militantes levaram duas mulheres em cativeiro que acreditavam trabalhar para grupos de ajuda internacional.

Duas outras testemunhas, um membro da família de um dos mortos a tiros e duas fontes que trabalham com grupos de ajuda na Nigéria, confirmaram o ataque.

Não ficou claro imediatamente se os militantes estavam associados ao Boko Haram ou a outra facção militante, o Estado Islâmico na Província da África Ocidental (ISWAP).

A Nigéria anunciou em setembro que exigiria que qualquer pessoa que se deslocasse pelos estados do nordeste de Adamawa, Borno e Yobe carregasse cartões de identificação para ajudar as autoridades a erradicar membros do Boko Haram e do Estado Islâmico.

A ISWAP disse na sexta-feira que executou 11 cativos cristãos que anteriormente haviam sequestrado no estado de Borno.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *