Bioinformática (bioinformatics) e trabalhos nesta área


0

Bioinformática (bioinformatics) é um campo que se situa na interseção das ciências biológicas e da tecnologia da informação. Ele utiliza ferramentas e métodos computacionais para entender e analisar dados biológicos, variando de sequências genéticas a caminhos bioquímicos complexos. Este campo interdisciplinar é um componente crítico da biologia moderna e tem um impacto profundo em áreas como genética, biologia molecular e pesquisa biomédica.

Este artigo explicará o que é bioinformática e fornecerá informações sobre cargos nessa área.

Bioinformática (bioinformatics) e trabalhos nesta área

O que é bioinformática (bioinformatics)?

A bioinformática é um campo interdisciplinar da ciência que desenvolve métodos e ferramentas de software para entender dados biológicos. Este campo usa biologia, química, física, ciência da computação, programação de computadores, engenharia da informação, matemática e estatística para analisar e interpretar dados biológicos. O processo subsequente de análise e interpretação de dados é referido como biologia computacional (computational biology).

O termo “bioinformática” foi cunhado por Paulien Hogeweg e Ben Hesper em 1977. O campo da bioinformática cresceu rapidamente na década de 1990 com o advento de novas tecnologias para sequenciamento de DNA e análise de expressão gênica. Hoje, a bioinformática é um campo importante com uma ampla gama de aplicações em biologia e medicina.

A bioinformática surgiu como uma resposta necessária à explosão de informações genômicas publicamente disponíveis resultante do Projeto Genoma Humano. Os cientistas criaram e melhoraram algoritmos, técnicas computacionais e estatísticas e teoria para resolver problemas formais e práticos decorrentes da gestão e análise de dados biológicos.

A bioinformática desempenha um papel vital em muitas áreas da biologia. Na biologia molecular experimental, técnicas de bioinformática, como processamento de imagens e sinais, permitem a extração de resultados úteis de grandes quantidades de dados brutos. No campo da genética e genômica, a bioinformática auxilia no sequenciamento e anotação de genomas e suas mutações observadas. A bioinformática desempenha um papel na mineração de textos da literatura biológica e no desenvolvimento de ontologias biológicas e genéticas para organizar e consultar dados biológicos. Este campo também desempenha um papel na análise da expressão e regulação de genes e proteínas.

Cargos de trabalho na área de bioinformática

1. Analista de Bioinformática (Bioinformatics Analyst)

Um analista de bioinformática trabalha em projetos complexos de programação de bioinformática e desenvolvimento de software. Este cargo normalmente requer uma sólida formação em biologia molecular e ciência da computação, pois você precisará desenvolver novos algoritmos e software para analisar dados genômicos e outros dados biológicos.

Nos Estados Unidos, o salário de um funcionário iniciante pode começar em cerca de US$60.000 por ano, enquanto analistas experientes podem ganhar até US$90.000 ou mais.

2. Cientista de bioinformática (Bioinformatics Scientist)

Cientistas de bioinformática geralmente trabalham em instituições de pesquisa ou empresas farmacêuticas. Eles usam ferramentas computacionais para interpretar e analisar dados biológicos. Este cargo requer um forte conhecimento de biologia e ciência da computação. Os cientistas geralmente precisam comunicar suas descobertas com outros membros de sua equipe e podem ser responsáveis ​​por liderar projetos de pesquisa.

Nos EUA, o salário desse cargo geralmente começa em cerca de US$70.000 por ano para cientistas menos experientes. Cientistas mais experientes ou aqueles em cargos seniores podem esperar salários de $90.000 a $140.000 por ano.

3. Biólogo computacional (Computational Biologist)

Biólogos Computacionais criam modelos matemáticos para simular processos biológicos, facilitando o entendimento de sistemas biológicos complexos. Eles geralmente trabalham em estreita colaboração com biólogos experimentais para validar e refinar seus modelos. Essas funções geralmente exigem uma sólida formação em matemática ou física, juntamente com o conhecimento da biologia.

Nos EUA, o salário dos cargos de nível básico começa em cerca de US$70.000 por ano. O salário dos funcionários mais experientes é de $90.000 a $140.000 ou mais.

4. Engenheiro de Bioinformática (Bioinformatics Engineer)

Engenheiros de bioinformática desenvolvem e implementam soluções de software para análise de dados biológicos. Sua principal responsabilidade inclui projetar bancos de dados, desenvolver algoritmos ou criar visualizações para dados. Esta posição de trabalho requer fortes habilidades em programação, ciência de dados e aprendizado de máquina, juntamente com uma compreensão fundamental da biologia.

Nos EUA, os salários para esse cargo começam em cerca de US$80.000 por ano para engenheiros menos experientes e podem chegar a US$140.000 para engenheiros experientes. Engenheiros altamente especializados podem ganhar ainda mais.

5. Gerenciador de dados de bioinformática (Bioinformatics Data Manager)

A responsabilidade deste cargo inclui o gerenciamento de grandes conjuntos de dados biológicos, como dados de sequência genética, e a garantia de sua qualidade e segurança. Os gerentes de dados de bioinformática também projetam e implementam procedimentos para gerenciamento e governança de dados.

Nos EUA, a faixa salarial média para esse cargo varia de US$70.000 a US$120.000 por ano, dependendo do tamanho da organização e da complexidade dos dados gerenciados.

6. Educador de Bioinformática (Bioinformatics Educator)

Educadores neste campo ensinam estudantes e pesquisadores sobre os mais recentes desenvolvimentos e técnicas em bioinformática. A responsabilidade deste cargo também pode incluir pesquisa acadêmica e orientação de alunos.

Os professores assistentes podem ganhar entre US$70.000 e US$90.000 por ano; Professores Associados entre US$80.000 e US$100.000; e os professores podem ganhar mais de $100.000, dependendo da instituição e localização.

A bioinformática é um campo em rápida evolução com uma riqueza de oportunidades de carreira. Dada a crescente importância do big data na biologia, a demanda por profissionais de bioinformática aumentará nos próximos anos.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win
Carlos Abril

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *