Síndrome do braço morto: sintomas, causas e tratamento


0

Halfpoint / Getty Images

A síndrome do braço morto é uma doença que afeta o ombro. É causado por movimentos repetidos, que colocam tensão na articulação.

Com o tempo, o ombro fica instável, resultando em desconforto e dor na área. Isso pode dificultar a execução de movimentos acima da cabeça, como lançar uma bola de beisebol ou sacar uma bola de tênis.

É mais provável que você desenvolva a síndrome do braço morto se praticar determinados esportes. Da mesma forma, se você levantar o braço repetidamente durante o trabalho manual, poderá correr risco.

Se você está curioso sobre a síndrome do braço morto, continue lendo. Este artigo irá explicar os sintomas, causas e tratamentos, juntamente com como evitá-los.

Quais são os sintomas da síndrome do braço morto?

A síndrome do braço morto é a dor ou fraqueza na parte superior do braço durante um movimento de arremesso. Isso pode acontecer de forma lenta ou repentina, como quando seu braço acelera para lançar uma bola.

Além da dor e fraqueza, a condição pode fazer seu braço parecer mole ou “morto”. Outros sintomas comuns incluem:

  • rigidez
  • dormência ou formigamento
  • fadiga no braço afetado
  • velocidade de arremesso reduzida
  • incapacidade de arremessar com força
  • controle reduzido ao mover seu ombro

O que causa a síndrome do braço morto?

Normalmente, a síndrome do braço morto é causada pelo uso excessivo.

Movimentos repetitivos, como arremessar, podem esticar os ligamentos do ombro. Ligamentos são faixas de tecido que conectam os ossos e sustentam as articulações. À medida que os ligamentos se alongam, eles se soltam, causando instabilidade e desconforto nos ombros.

A síndrome do braço morto também pode ocorrer quando os tendões do manguito rotador são lesados. O manguito rotador é um grupo de músculos e tendões que mantém o osso do braço no lugar. Ele estabiliza seu ombro, permitindo que você se mova com uma amplitude completa de movimento.

Mas movimentos como o arremesso podem colocar muita força no ombro. Isso significa que o manguito rotador precisa trabalhar muito para estabilizar o ombro durante o movimento. Quando feito repetidamente, pode lesionar os tendões do manguito rotador, causando a síndrome do braço morto.

Quem corre risco de desenvolver a síndrome do braço morto?

Alguns indivíduos têm maior risco de desenvolver a síndrome do braço morto. Isso inclui pessoas que repetidamente realizam movimentos acima da cabeça, como arremessar.

Indivíduos com maior risco incluem:

  • arremessadores de beisebol
  • jogadores de pólo aquático
  • jogadores de tênis
  • jogadores de voleibol
  • jovens atletas
  • trabalhadores manuais

Como a síndrome do braço morto é tratada?

O tratamento da síndrome do braço morto envolve melhorar a estabilidade e a força do ombro. A melhor abordagem depende da gravidade da lesão e da frequência com que você realiza movimentos acima da cabeça.

O tratamento pode incluir:

  • Descanso. É essencial reduzir sua atividade, quer você tenha sintomas leves ou graves. Isso evitará que seus sintomas piorem.
  • Fisioterapia. Quando seu ombro começar a ficar melhor, você provavelmente precisará consultar um fisioterapeuta. Eles podem mostrar como fazer exercícios de fortalecimento dos ombros.
  • Gelo. Aplicar gelo no ombro pode ajudar a reduzir a dor.
  • Medicamentos antiinflamatórios. Você pode tomar medicamentos antiinflamatórios, como o ibuprofeno, para aliviar ainda mais a dor.
  • Cirurgia. Se os tratamentos acima não funcionarem ou se você tiver sintomas graves, pode ser necessário fazer uma cirurgia. Um cirurgião pode reparar os tendões ou ligamentos danificados do ombro.

Se você fizer uma cirurgia, precisará usar uma tipoia. Você também começará a fisioterapia cerca de 4 a 6 semanas após a cirurgia.

Além disso, antes que você possa retornar à sua atividade normal, seu médico irá prescrever um regime de “retorno ao jogo”. Este programa o ajudará a recuperar a força com segurança ao longo do tempo.

É importante obter a aprovação do seu médico antes de retornar às suas atividades normais, mesmo que você não faça uma cirurgia. Retornar cedo demais pode machucar novamente o ombro e estender o processo de cicatrização.

O tempo geral de cura depende dos seus sintomas. Se você tiver sintomas leves, pode levar apenas alguns dias para cicatrizar. Mas se você tiver uma lesão grave ou precisar de cirurgia, pode levar de 2 a 4 meses ou até um ano.

Qual é a melhor maneira de prevenir a síndrome do braço morto?

Compreensivelmente, pode ser difícil evitar o uso excessivo do ombro, especialmente se você for um atleta profissional. Mas existem coisas que você pode fazer para diminuir o risco.

Considere as seguintes dicas:

  • Faça exercícios de fortalecimento. Mantenha o centro, a parte superior das costas e os ombros fortes, fazendo exercícios de fortalecimento. Isso ajudará a melhorar a estabilidade do ombro.
  • Use a técnica certa. Aproveite o tempo para aprender a técnica correta para o seu esporte. É uma das melhores maneiras de minimizar o risco de lesões.
  • Mude o posicionamento do corpo. Quando possível, tente mudar a maneira como você executa os movimentos acima da cabeça. Isso ajudará a reduzir o estresse repetido no ombro.
  • Alongue-se regularmente. Siga uma rotina de alongamento projetada para seu esporte específico. Sempre alongue e condicione seu corpo antes e depois da atividade.
  • Descanso. Deixe seu corpo descansar, principalmente após períodos de intensa atividade. Se você é um treinador, limite o número de arremessos que seus jogadores fazem por jogo ou semana.

Remover

A síndrome do braço morto é causada pelo uso excessivo. Ocorre quando movimentos repetidos acima da cabeça, como arremessar uma bola, ferem os músculos ou tendões do ombro. Os sintomas comuns da síndrome do braço morto incluem dor, fraqueza e dormência na parte superior do braço.

Atletas que praticam esportes como beisebol, tênis e pólo aquático têm maior probabilidade de desenvolver a doença. Trabalhadores manuais que frequentemente atingem as despesas gerais também correm um risco maior. O tratamento inclui gelo, medicamentos antiinflamatórios e bastante repouso. Também requer exercícios de fortalecimento para melhorar a estabilidade dos ombros.

Felizmente, é possível minimizar o risco de síndrome do braço morto fazendo pausas e usando a técnica certa. Os exercícios de fortalecimento e alongamentos também ajudam a condicionar o corpo e a manter os ombros fortes.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format