Sim, a ansiedade pode afetar sua memória. Veja como lidar


0

mulher na praia usando fones de ouvido
Westend61 / Getty Images

As condições de ansiedade provocam sentimentos fortes e persistentes de preocupação e medo, muitas vezes sobre coisas e situações que você não pode mudar ou controlar.

Com a ansiedade, você pode se ver preso em um ciclo de nervosismo e preocupação, incapaz de parar mentalmente de repassar os temidos resultados potenciais. Esse ciclo de ansiedade pode consumir muita energia mental.

Muitas pessoas descobrem que esse estado de estresse e hipervigilância quase constantes prejudica sua memória.

A perda de memória relacionada à ansiedade pode levar a mais ansiedade, pois você:

  • são incapazes de se lembrar de detalhes importantes no trabalho ou na escola
  • esquecer coisas, como aniversários e outros eventos significativos, levando a tensão ou conflito nos relacionamentos pessoais
  • têm dificuldade em se lembrar de coisas que podem tornar as tarefas diárias essenciais, como dirigir, cuidar dos filhos ou cozinhar, mais fáceis (e mais seguras)

Quer saber por que a ansiedade causa problemas de memória? Procurando dicas para interromper o ciclo? Você encontrará mais detalhes abaixo.

Como a ansiedade afeta sua memória

Você não necessariamente se descobrirá incapaz de recordar eventos importantes em sua vida, uma vez que a ansiedade geralmente afeta a memória de trabalho.

Em vez disso, você pode ter dificuldade em se lembrar de coisas como:

  • instruções de tarefa
  • direções para a casa de um amigo
  • um encontro de brincadeira de criança
  • conversas que você teve com outras pessoas
  • informações em um capítulo de livro que você acabou de estudar

Alguns fatores diferentes desempenham um papel na perda de memória relacionada à ansiedade:

Níveis elevados de cortisol

Já ouviu falar do hormônio do estresse? O cortisol ganhou esse apelido porque ajuda a colocar seu corpo no modo de luta-fuga-congelamento durante períodos de maior estresse.

Esse hormônio tem várias funções importantes, e a quantidade certa pode até ajudá-lo a formar memórias. Isso pode ajudar a explicar por que a ansiedade leve pode realmente ajudar a melhorar a memória.

Por outro lado, muito cortisol pode ter o efeito oposto. Pessoas com ansiedade crônica ou severa tendem a ter níveis mais altos de cortisol, o que faz sentido, considerando que a ansiedade envolve preocupação extrema e frequente com ameaças potenciais.

O estresse constante que você experimenta pode manter seu corpo preso em uma resposta de luta-fuga-congelamento, pronto para reagir ao perigo.

Falta de dormir

A ansiedade pode dificultar um sono reparador suficiente. Se você não está acordado, repetindo uma série de pensamentos ansiosos, pode acordar com frequência ou ter sonhos perturbadores.

Algumas noites de sono insatisfatório podem deixá-lo com uma sensação de neblina, distraído e incapaz de se concentrar, embora provavelmente você não sinta nenhum grande impacto na saúde.

A privação regular do sono pode ter consequências graves para a saúde, incluindo perda de memória. Isso ocorre porque o sono é essencial para ambos memória e a função cerebral geral.

Ansiedade em si

Se você vive com ansiedade, sabe que ela pode ser um poderoso fator de distração.

Suas preocupações podem ocupar seus pensamentos a ponto de parecer que você não consegue escapar delas, mesmo quando tenta. A preocupação e a angústia podem eventualmente se tornar faixas de fundo repetitivas para o seu dia. Não importa o que você faça, você também está tentando controlar e lidar com pensamentos ansiosos ao mesmo tempo.

Esta capacidade cerebral dividida muitas vezes torna mais difícil dar toda a sua atenção ao que você quer para focar, já que a ansiedade continua atrapalhando.

Conforme você continua a se concentrar em suas preocupações e suas causas, seu cérebro começa a priorizar essas ameaças potenciais para mantê-lo seguro.

Como resultado, outras informações podem começar a desaparecer no fundo.

Depois de perceber que esqueceu algumas coisas importantes, você pode até começar a se perguntar se algo sério está acontecendo. E você pode começar a se fixar nesses problemas de concentração e memória.

Por sua vez, pequenos momentos de esquecimento que podem acontecer a qualquer pessoa, principalmente a pessoas sob estresse, se destacam cada vez mais. O esquecimento normal, então, alimenta o ciclo, tornando-se outro gatilho para pensamentos ansiosos.

Hábito de afastar memórias indesejadas

Muitas pessoas reagem a memórias traumáticas ou angustiantes enterrando-as ou afastando-as.

Se suas preocupações o oprimem e o exaurem a ponto de começar a ter problemas para funcionar, tente bloqueá-las ou suprimi-las para lidar com a situação.

Você pode não esquecer um evento específico por completo, mas recusar-se a pensar sobre ele pode confundir os detalhes e ajudá-lo a desaparecer do primeiro plano de sua memória.

A supressão pode parecer benéfica, mas não o ajuda a lidar com a origem do problema. A ansiedade não tratada pode piorar e ter um efeito ainda maior na memória e na concentração ao longo do tempo.

Ataques de pânico e perda de memória

Algumas pessoas que têm ataques de pânico têm dificuldade em lembrar o que aconteceu um pouco antes ou durante um ataque. A perda de memória relacionada ao pânico pode acontecer por alguns dos mesmos motivos que a ansiedade geral leva à perda de memória.

Ataques de pânico – breves episódios de medo extremo – são um tipo de ansiedade. Eles surgem rapidamente, muitas vezes sem aviso, desencadeando sintomas que podem ser opressores e assustadores:

  • dificuldade em respirar ou sensação de asfixia
  • coração batendo forte ou acelerado
  • suando, tremendo ou tremendo
  • dormência, formigamento ou visão turva
  • sentimento de desgraça
  • sensação de perder o controle

Algumas pessoas que estão tendo um ataque de pânico podem acreditar que estão morrendo ou tendo um ataque cardíaco. Você pode se sentir totalmente preocupado com esses sentimentos desagradáveis, perder a noção do tempo e não pensar em nada, exceto em superar o ataque.

Posteriormente, você pode se lembrar do pânico intenso vividamente, mas pode não se lembrar exatamente como o fez passar.

Se você já teve um ataque de pânico antes, também pode se preocupar em ter um novamente, especialmente quando se encontra em uma situação que desencadeia sentimentos de preocupação ou medo. Quando esse aumento da ansiedade ocupa o seu foco, você também pode notar alguns problemas de memória.

Será que algo mais está acontecendo?

A perda de memória pode acontecer por vários motivos.

Algumas das outras causas potenciais incluem:

  • ferimentos na cabeça
  • depressão, trauma ou angústia emocional

  • tumores cerebrais
  • quimioterapia
  • demência
  • uso regular de álcool ou substância
  • efeitos colaterais de certos medicamentos prescritos

Mesmo quando você vive com ansiedade, outras preocupações podem contribuir para a perda de memória, por isso é importante monitorar sua dificuldade de se lembrar das coisas.

O esquecimento ocasional, especialmente quando acompanha ansiedade e sono insatisfatório, pode não ser sério, mas pode piorar com o tempo.

Vocês vontade deseja se conectar com um profissional de saúde, no entanto, quando você regularmente:

  • têm problemas para concluir as tarefas diárias, como responsabilidades de trabalho ou viajar de um lugar para outro
  • perde coisas regularmente
  • esqueça as precauções de segurança importantes, como desligar o fogão ou trancar as portas
  • faça as mesmas perguntas ou diga as mesmas coisas repetidas vezes
  • notar problemas no trabalho ou na escola ou em seus relacionamentos pessoais
  • têm dificuldade em se lembrar de compromissos ou eventos agendados
  • esqueça as palavras

Além de mencionar quaisquer sinais que você perceba, também pode ajudar a compartilhar quaisquer sinais que seus entes queridos tenham notado. Por exemplo, talvez você confunda palavras ou conte as mesmas histórias sem perceber.

É sempre uma boa ideia entrar em contato se seus problemas de memória causarem angústia. A preocupação com o que está acontecendo pode alimentar mais ansiedade, piorando o problema.

Como lidar

Os sintomas de ansiedade geralmente melhoram com o tratamento, mas essas mudanças provavelmente não acontecerão da noite para o dia.

Para aumentar sua concentração e recordar enquanto isso, tente estas dicas:

Escreva coisas

Anotar informações importantes pode ajudar de duas maneiras.

É mais provável que você se lembre das coisas quando as escreve, por exemplo. Mas, mesmo que fazer uma anotação não o ajude a lembrar imediatamente, você ainda terá um lembrete físico para olhar para trás.

Tente manter um diário ou planejador, ou faça anotações em um grande calendário. Prefere uma tecnologia mais avançada? Aplicativos de programação ou notificações de smartphone também podem oferecer lembretes úteis.

O registro no diário também pode ajudar a aliviar a ansiedade. Explorar suas preocupações e suas causas potenciais por escrito pode ajudá-lo a expressá-las para que não tomem tanta energia mental.

Quando você tem menos com que se preocupar, sua memória pode melhorar automaticamente.

Passe um tempo com seus entes queridos

Ficar conectado a amigos e familiares pode ajudar a melhorar a memória indiretamente.

Interações sociais agradáveis ​​podem ajudar a distraí-lo da ansiedade, tornando mais fácil se concentrar em (e lembrar) outras coisas.

Falar sobre suas preocupações com pessoas que se importam com você também pode ajudar. Saber que você tem o apoio deles pode ajudar a aliviar o estresse, diminuindo os níveis de cortisol e ajudando você a dormir com mais facilidade.

Treine seu cérebro

Jogos de memória e cérebro, como sudoku, palavras cruzadas, quebra-cabeças de palavras, Scrabble ou xadrez, podem todos ajudar a impulsionar memória e função cerebral.

Jogar esses jogos não vai apenas exercitar seu cérebro, por assim dizer. Eles também podem servir como uma distração divertida de pensamentos ansiosos.

Se os jogos não atraem, você também pode fortalecer seu cérebro e melhorar a memória:

  • estudando um novo idioma (experimente um aplicativo gratuito, como o Duolingo)
  • pegando um instrumento musical antigo (ou um novo) e atualizando suas habilidades
  • aprender uma nova habilidade, como tricô, aquarela ou conserto básico de casa

Arranje tempo para o exercício

Exercitar o corpo também pode ajudar.

A atividade física pode ajudar a melhorar o seu humor, aliviar os sintomas de ansiedade e depressão e melhorar a saúde geral do cérebro.

Experimente começar com algo simples, como uma caminhada de 15 minutos após as refeições, uma caminhada no fim de semana ou uma caminhada na praia.

Outro benefício? O exercício pode ajudar a cansar você, então você pode adormecer mais rápido e permanecer dormindo por mais tempo. Quando você dorme melhor, pode começar a notar os sintomas de ansiedade, incluindo perda de memória, e começar a diminuir.

Reservar um tempo para relaxar e descontrair antes de ir para a cama todas as noites também pode ajudar a melhorar a qualidade do seu sono.

Buscando suporte

Embora os sintomas leves de ansiedade possam desaparecer por conta própria, a ansiedade persistente geralmente não melhora sem o apoio de um profissional de saúde mental treinado.

Para encontrar terapeutas especializados em ansiedade em sua área, consulte um diretório de terapeutas ou tente uma busca rápida no Google.

Interessado em experimentar a terapia online? Comece com nossas recomendações para os melhores serviços de terapia online.

Deixe seu terapeuta saber sobre todos os seus sintomas, não apenas a perda de memória. Certifique-se de informá-los se os problemas de memória não melhorarem com o tratamento.

Já está recebendo algum tipo de tratamento para ansiedade e ainda apresenta sintomas? Vale a pena conversar com um profissional sobre outras abordagens.

Nem todos os tratamentos funcionam para todos e pode levar algum tempo para encontrar a abordagem mais eficaz para você.

Algumas pessoas se beneficiam apenas da terapia, enquanto outras consideram a combinação de medicação e terapia mais eficaz.

Certas habilidades de enfrentamento, tratamentos alternativos e remédios naturais também podem fazer a diferença.

O resultado final

A perda de memória pode perturbar sua vida cotidiana e agravar o sofrimento causado pela ansiedade, mas o tratamento pode ajudar.

Além de ajudá-lo a explorar e abordar as causas subjacentes da ansiedade, um terapeuta também pode ensinar habilidades eficazes de enfrentamento, incluindo exercícios respiratórios ou técnicas de meditação.

À medida que seus outros sintomas de ansiedade começam a melhorar, é provável que sua memória também melhore.


Crystal Raypole já trabalhou como escritor e editor da GoodTherapy. Seus campos de interesse incluem línguas e literatura asiáticas, tradução para o japonês, culinária, ciências naturais, positividade sexual e saúde mental. Em particular, ela está empenhada em ajudar a diminuir o estigma em torno de questões de saúde mental.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format