‘Seguindo em frente’: Ucrânia reivindica ganhos na frente de Bakhmut


0

A Rússia reconheceu que suas forças recuaram ao norte da arruinada cidade oriental em uma retirada que o chefe do exército privado russo de Wagner chamou de “derrota”.

As forças ucranianas estão avançando ao longo de partes da linha de frente contra as tropas russas perto da cidade devastada pela guerra de Bakhmut, no leste do país.

“Nossos soldados estão avançando em algumas áreas da frente e o inimigo está perdendo equipamentos e mão de obra”, disse Oleksandr Syrskyi, comandante das Forças Terrestres Ucranianas, nas redes sociais no sábado.

“A operação defensiva na direção de Bakhmut continua.”

A Rússia reconheceu na sexta-feira que suas forças recuaram para o norte da arruinada cidade do leste da Ucrânia, em uma retirada que o chefe do exército privado russo de Wagner chamou de “derrota”, não de “reagrupamento”.

Em seu último boletim, o Ministério da Defesa da Rússia disse que suas forças ganharam o controle de outro quarteirão em Bakhmut.

“As unidades das Forças Aerotransportadas forneceram apoio às unidades de assalto e imobilizaram o inimigo nos flancos”, disse.

O ministério costuma usar o termo “unidades de assalto” para denotar a milícia privada de Wagner, que liderou o ataque a Bakhmut com grande custo em baixas.

Aeronave abatida

Enquanto isso, vídeos postados nas mídias sociais russas mostraram um helicóptero aparentemente sendo abatido sobre a região de Bryansk, na Rússia, na fronteira com a Ucrânia.

A agência de notícias estatal TASS citou um funcionário dos serviços de emergência dizendo que informações preliminares indicavam que o motor pegou fogo antes do acidente perto de Klintsy, a 40 quilômetros da fronteira.

No entanto, um vídeo postado no canal pró-guerra russo do Telegram, Voyenniy Osvedomitel, mostrou um helicóptero explodindo no céu e depois mergulhando em chamas em direção à terra.

Um avião de guerra russo Su-34 também caiu em Bryansk, informou a TASS. Não ficou claro o que o derrubou.

A Rússia disse que a Ucrânia usou mísseis de longo alcance de fabricação britânica para atingir locais civis na cidade de Luhansk, no leste da Ucrânia, ferindo seis crianças.

O Reino Unido tornou-se na quinta-feira o primeiro país a abastecer Kiev com mísseis de cruzeiro de longo alcance, o que lhe permitirá atingir tropas russas e depósitos de abastecimento muito atrás das linhas de frente.

“Mísseis ar-ar Storm Shadow fornecidos ao regime de Kiev pela Grã-Bretanha foram usados ​​para o ataque, apesar das declarações de Londres de que essas armas não seriam usadas contra alvos civis”, disse o Ministério da Defesa da Rússia.

Acrescentou que a Rússia derrubou duas aeronaves ucranianas – um Su-24 e um MiG-29 – que lançaram os mísseis.

‘Vergonha histórica’

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, chegou a Roma no sábado para conversas com funcionários do governo e o Papa Francisco.

Em abril, o papa anunciou que o Vaticano estava envolvido em uma missão de paz para tentar acabar com o conflito entre a Rússia e a Ucrânia, mas se recusou a dar mais detalhes. Tanto Moscou quanto Kiev expressaram publicamente surpresa com seus comentários na época.

Será a primeira viagem de Zelenskyy à Itália desde que a Rússia lançou a invasão em grande escala da Ucrânia em 24 de fevereiro de 2022.

No início do mês, Zelenskyy se reuniu com os líderes das nações nórdicas na Finlândia. Ele também visitou a Holanda, onde, entre outras coisas, fez um discurso no Fórum Mundial.

Na Itália, ele se encontrará separadamente com o presidente Sergio Mattarella e a primeira-ministra Giorgia Meloni antes de seguir para o Vaticano. Ele também deve ser o convidado de um popular talk show da televisão italiana antes de ir para a Alemanha.

O Ministério da Defesa da Alemanha disse que o país está preparando um novo pacote de armas para a Ucrânia no valor de 2,7 bilhões de euros (US$ 2,9 bilhões), supostamente o maior de Berlim desde a invasão russa no ano passado.

Kiev disse que o enorme novo pacote de armas é outro sinal de que a Rússia perderá a guerra contra a Ucrânia. “Os Estados declaram grandes pacotes de ajuda de defesa para a Ucrânia”, disse Mykhailo Podolyak, assessor de Zelenskyy.

A ajuda indicava que a Rússia estava “fadada a perder e sentar-se no banco da vergonha histórica”, disse ele.

O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, disse que discutiu os próximos suprimentos de armas com o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken. “Prestei muita atenção à importância de fornecer F-16 à Ucrânia e às etapas necessárias para iniciar o treinamento de pilotos ucranianos.”

Presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy
Zelenskyy falou com Meloni durante uma reunião com líderes da UE em fevereiro [Johanna Geron via Reuters]

Zelenskyy para encontrar o papa

Espera-se que o encontro com o papa seja a parte mais significativa da estada de Zelenskyy na Itália. Ele conheceu o pontífice anteriormente no Vaticano em 2020, e os dois tiveram várias conversas por telefone desde o início da guerra.

No início da guerra, o papa tentou adotar uma abordagem equilibrada na esperança de ser um mediador, mas depois começou a condenar vigorosamente as ações da Rússia, comparando-as com alguns dos piores crimes contra a Ucrânia durante a era soviética.

Francisco se encontrou esta semana com o embaixador cessante da Rússia no Vaticano, Alexander Avdeyev, e o jornal italiano Il Messaggero informou que o Vaticano pode ter dado ao enviado uma carta para o presidente russo, Vladimir Putin.

Francisco sempre repetiu apelos à paz e frequentemente expressou o desejo de atuar como um intermediário entre Kiev e Moscou. Até agora, sua oferta falhou em produzir qualquer avanço.

Zelenskyy e sua equipe têm promovido o plano de paz de 10 pontos de Kiev e instado os líderes mundiais a realizar uma Cúpula de Paz Global com base nas propostas.

Ele pede a restauração da integridade territorial da Ucrânia, a retirada das tropas russas e o fim das hostilidades. Zelenskyy disse repetidamente que o plano não está aberto a negociações.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *