O que é uma embolia de colesterol?


0

A embolia de colesterol, também conhecida como ateroembolismo ou síndrome de embolização do colesterol, ocorre quando um cristal de colesterol se quebra um depósito de placa dentro de uma de suas artérias. Esse cristal de colesterol pode então viajar pela corrente sanguínea e bloquear o fluxo sanguíneo em um de seus vasos sanguíneos menores.

Os sintomas de uma embolia de colesterol variam com base no bloqueio do vaso sanguíneo. Sintomas graves ou mesmo a morte podem ocorrer se um dos seus principais órgãos for afetado.

Neste artigo, examinaremos a embolia de colesterol, incluindo causas, sintomas e opções de tratamento.

Embolia de colesterol

Quando a placa se acumula dentro das artérias, aumenta o risco de desenvolver doenças cardiovasculares, como ataque cardíaco, derrame ou embolia de colesterol.

Uma embolia de colesterol ocorre quando cristais compostos de colesterol e outras moléculas – como plaquetas e proteínas – se desprendem do revestimento de uma de suas grandes artérias. Isso pode acontecer com frequência na aorta, que é a maior artéria do corpo e transporta o sangue do coração.

Quando os cristais viajam pela corrente sanguínea e alcançam vasos sanguíneos menores, eles podem bloquear o fluxo sanguíneo e causar inflamação.

Esse bloqueio e inflamação podem danificar os órgãos ou tecidos que são fornecidos por esse vaso sanguíneo. O órgãos mais comumente afetados são seus:

  • rins
  • pele
  • sistema gastrointestinal
  • cérebro

Quais são os sintomas de uma embolia de colesterol?

Uma embolia de colesterol freqüentemente causa sintomas gerais como:

  • febre
  • fadiga
  • perda de peso
  • dor muscular
  • perda de apetite

Junto com esses sintomas gerais, as pessoas com embolia de colesterol podem desenvolver sintomas específicos para o órgão afetado. Os sintomas costumam piorar com o tempo, à medida que o bloqueio piora.

A maioria áreas comumente afetadas estão:

  • Rim: 31,5 por cento
  • Pele: 15,5 por cento
  • Trato gastrointestinal: 13,4 por cento

Os sintomas podem incluir:

  • sintomas de insuficiência renal
  • dedos do pé azuis ou roxos
  • úlceras de pele
  • gangrena
  • dor no pé ou dedo do pé
  • descoloração da pele
  • manchas ao redor das unhas
  • cegueira repentina
  • dor de cabeça
  • estado mental alterado ou confusão
  • Golpe
  • dor abdominal ou nas costas
  • sangramento ou dor no trato gastrointestinal
  • diarréia

Pode passar muito tempo entre o desenvolvimento de uma embolia de colesterol e a percepção dos sintomas. Por exemplo, os sintomas de pele podem não aparecer por mais que um mês.

Como é diagnosticado?

Os médicos costumam diagnosticar embolia de colesterol examinando seu histórico médico e sintomas. A maioria das pessoas que desenvolve uma embolia de colesterol apresenta um acúmulo de placas nos vasos sanguíneos. Alguns podem ter passado por um procedimento cardiovascular recentemente.

Se o médico precisar de mais informações para fazer o diagnóstico, ele pode solicitar exames adicionais.

O padrão-ouro O teste é uma biópsia de tecido na área afetada. Durante uma biópsia, o médico extrai uma pequena quantidade de tecido para ser analisado em um laboratório. Dependendo de onde a embolia está localizada, a biópsia pode ser retirada de:

  • pele
  • tecido muscular
  • rim
  • estômago
  • cólon
  • medula óssea

O médico pode solicitar outros testes, como um teste de urina ou um painel metabólico completo, para descartar outras condições que podem causar sintomas semelhantes.

Eles também podem verificar os marcadores inflamatórios, que geralmente estão elevados na síndrome de embolia por colesterol. Isso pode incluir:

  • lactato
  • proteína C-reativa
  • taxa de sedimentação de eritrócitos
  • lactato desidrogenase

Os hemogramas completos também podem revelar anemia, leucocitose e trombocitopenia.

O que causa isso?

Pessoas com aterosclerose correm o maior risco de desenvolver embolia de colesterol. A aterosclerose é um estreitamento das artérias devido ao acúmulo de placas.

A gravidade da sua aterosclerose é diretamente relacionado às suas chances de desenvolver uma embolia de colesterol.

Em cerca de 80 por cento dos casos, a embolia de colesterol ocorre após um procedimento endovascular. Um procedimento endovascular é quando algo é inserido em um de seus vasos sanguíneos. Exemplos incluem:

  • substituição de válvula cardíaca
  • colocação de stent
  • endarterectomia carotídea
  • inserção de um cateter cardíaco, que pode ser usado para exames de imagem, angioplastia ou outros procedimentos

Outros fatores de risco para o desenvolvimento de embolia de colesterol incluem:

  • sexo masculino
  • idade (mais comum conforme você envelhece)
  • pressão alta
  • colesterol alto
  • diabetes
  • doença vascular periférica
  • falência renal
  • aneurisma da aorta abdominal
  • inflamação sistêmica
  • ter recebido terapia trombolítica (para quebrar coágulos sanguíneos)
  • tomando medicação anticoagulante
  • fumar

Quais são as opções de tratamento atuais?

Não existe um tratamento específico para a embolia de colesterol. O tratamento inclui o controle dos sintomas, redução dos níveis de colesterol e prevenção de doenças cardiovasculares futuras.

Se você teve uma embolia de colesterol, pode ser encorajado a adotar hábitos de vida que diminuam o risco de um evento cardiovascular futuro. Os hábitos saudáveis ​​incluem:

  • parando de fumar, se você fizer

  • exercitando regularmente
  • perder peso se você estiver acima do peso

  • diminuindo o estresse
  • comer uma dieta balanceada

A seguir, veremos terapias adicionais que seu médico pode sugerir.

Remédios

Algum estudos descobriram que as estatinas podem ajudar a melhorar os resultados para pessoas com sintomas cutâneos ou renais. Esses medicamentos reduzem a inflamação, diminuem os níveis de colesterol de lipoproteína de baixa densidade (LDL) e ajudam a estabilizar a placa nas artérias.

Medicamentos antiinflamatórios podem ser prescritos para reduzir a inflamação causada pela embolia. Alguns estudos de caso mostraram benefícios dos corticosteroides ou da ciclofosfamida, mas são necessárias mais pesquisas para entender como esses medicamentos devem ser usados ​​da melhor forma.

Outros medicamentos que podem ser usados ​​para tratar uma embolia de colesterol incluem:

  • aspirina
  • medicamentos antiplaquetários
  • vasodilatadores
  • drogas hemostáticas

Terapia de reposição renal

Aproximadamente 50 por cento das pessoas com embolia de colesterol precisam de terapia de substituição renal. A terapia de substituição renal é uma forma de filtrar o sangue quando os rins não funcionam bem.

As terapias de substituição renal incluem:

  • diálise
  • hemofiltração
  • hemodiafiltração
  • transplante de rim

Cirurgia e intervenções

Cirurgias como um procedimento de ponte de safena ou remoção cirúrgica de um bloqueio (endarterectomia) podem ser usadas em certos casos. No entanto, às vezes os médicos não conseguem encontrar a localização precisa do problema.

A angioplastia e o implante de stent têm sido usados ​​para tratar pessoas com obstrução nas artérias principais. Esse procedimento envolve a inserção de um balão, tela de arame ou ambos em uma artéria para mantê-la aberta.

No entanto, a cirurgia apresenta o risco de novos bloqueios e outras complicações. Muitas vezes é guardado para situações de risco de vida.

Qual é a perspectiva para pessoas com embolia de colesterol?

Pessoas que sofreram embolia de colesterol geralmente têm um prognóstico ruim. Freqüentemente, eles apresentam aterosclerose avançada e fatores de risco para o desenvolvimento de outras doenças cardiovasculares graves.

Sua perspectiva depende da gravidade da doença subjacente, do número de fatores de risco que você tem e do tamanho do bloqueio.

Estudos relataram uma taxa de mortalidade tão alta quanto 63 a 81 por cento, dependendo de como é medido.

As pessoas que sobrevivem costumam ter efeitos graves a longo prazo, como:

  • amputação
  • necessidade de longo prazo de terapia de substituição renal
  • remoção do intestino
  • diálise crônica

Se você tiver colesterol alto e qualquer piora dos sintomas, verifique com seu médico para prevenir uma embolia ou outras condições secundárias graves.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format