O que é lipossarcoma e como é tratado?


0

O lipossarcoma é um tipo de câncer que começa no tecido adiposo. Pode se desenvolver em qualquer parte do corpo que possua células adiposas, mas geralmente aparece no abdômen ou na parte superior das pernas.

Neste artigo, examinaremos os diferentes tipos de lipossarcoma, bem como os sintomas, fatores de risco, tratamento e prognóstico.

O que é lipossarcoma?

O lipossarcoma é um tipo raro de câncer que se desenvolve nas células adiposas dos tecidos moles do corpo. Também é conhecido como tumor lipomatoso ou sarcoma de tecidos moles. Existem mais de 50 tipos de sarcomas de tecidos moles, mas o lipossarcoma é o mais comum.

Pode ocorrer nas células adiposas em qualquer parte do corpo, mas é mais frequentemente encontrado em:

  • braços e pernas, especialmente as coxas
  • parte traseira do abdome (retroperitoneal)
  • virilha

Qual é a diferença entre um lipoma e lipossarcoma?

À primeira vista, um lipoma pode parecer lipossarcoma. Ambos se formam no tecido adiposo e causam caroços.

Mas essas são duas condições muito diferentes. A maior distinção é que o lipoma não é cancerígeno (benigno) e o lipossarcoma é canceroso (maligno).

Os tumores de lipoma se formam logo abaixo da pele, geralmente nos ombros, pescoço, tronco ou braços. A massa tende a parecer macia ou emborrachada e se move quando você empurra com os dedos.

A menos que os lipomas causem um aumento nos pequenos vasos sanguíneos, eles normalmente são indolores e provavelmente não causam outros sintomas. Eles não se espalham.

O lipossarcoma se forma mais profundamente no corpo, geralmente no abdômen ou nas coxas. Os sintomas podem incluir dor, inchaço e alterações no peso. Se não forem tratados, eles podem se espalhar por todo o corpo.

Tipos de lipossarcoma

Existem cinco principais subtipos de lipossarcoma. Uma biópsia pode dizer qual é o tipo.

  • Bem diferenciada: Esse lipossarcoma de crescimento lento é o subtipo mais comum.
  • Mixóide: Frequentemente encontrado nos membros, tende a se espalhar para a pele, músculo ou osso distante.
  • Desdiferenciada: Um subtipo de crescimento lento que geralmente ocorre no abdômen.
  • Célula redonda: Geralmente localizado na coxa, esse subtipo envolve alterações nos cromossomos.
  • Pleomórfico: É o menos comum e o mais provável de se espalhar ou se repetir após o tratamento.

Quais são os sintomas?

No início, o lipossarcoma não causa sintomas. Pode haver outros sintomas além de sentir um nódulo em uma área de tecido adiposo. À medida que o tumor cresce, os sintomas podem incluir:

  • febre, calafrios, suores noturnos
  • fadiga
  • perda de peso ou ganho de peso

Os sintomas dependem da localização do tumor. Por exemplo, um tumor no abdômen pode causar:

  • dor
  • inchaço
  • sentindo-se cheio mesmo após refeições leves
  • Prisão de ventre
  • Problemas respiratórios
  • sangue nas fezes ou vômito

Um tumor no braço ou na perna pode causar:

  • fraqueza no membro
  • dor
  • inchaço

Quais são os fatores de risco?

O lipossarcoma começa quando ocorrem alterações genéticas nas células adiposas, fazendo com que elas cresçam fora de controle. Exatamente o que desencadeia essas mudanças não está claro.

Nos Estados Unidos, existem cerca de 2.000 novos casos de lipossarcoma por ano. Qualquer pessoa consegue, mas é mais provável que afete homens entre 50 e 60 anos. Isso raramente afeta crianças.

Os fatores de risco incluem:

  • tratamento prévio com radiação
  • história pessoal ou familiar de câncer
  • danos ao sistema linfático
  • exposição a longo prazo a produtos químicos tóxicos, como cloreto de vinila

Como é diagnosticado?

O diagnóstico pode ser feito com uma biópsia. Uma amostra de tecido precisará ser removida do tumor. Se o tumor for difícil de alcançar, testes de imagem, como ressonância magnética ou tomografia computadorizada, podem ser usados ​​para guiar a agulha ao tumor.

Os exames de imagem também podem ajudar a determinar o tamanho e o número de tumores. Esses testes também podem dizer se órgãos e tecidos próximos foram afetados.

A amostra de tecido será enviada a um patologista, que a examinará ao microscópio. O relatório de patologia será enviado ao seu médico. Este relatório informará o seu médico se a massa é cancerígena, além de detalhes sobre o tipo de câncer.

Como é tratado?

O tratamento dependerá de vários fatores, como:

  • o tamanho e a localização do tumor primário
  • se o tumor está interferindo ou não com vasos sanguíneos ou estruturas vitais
  • se o câncer já se espalhou
  • o subtipo específico de lipossarcoma
  • sua idade e saúde geral

O principal tratamento é a cirurgia. O objetivo da cirurgia é remover todo o tumor, além de uma pequena margem de tecido saudável. Isso pode não ser possível se o tumor crescer em estruturas vitais. Nesse caso, a radiação e a quimioterapia provavelmente serão usadas para reduzir o tumor antes da cirurgia.

A radiação é uma terapia direcionada que utiliza raios de energia para matar células cancerígenas. Ele pode ser usado após a cirurgia para destruir as células cancerígenas que podem ter sido deixadas para trás.

A quimioterapia é um tratamento sistêmico envolvendo drogas poderosas para matar células cancerígenas. Após a cirurgia, ele pode ser usado para destruir células cancerígenas que podem ter se separado do tumor primário.

Após o término do tratamento, você precisará de um monitoramento regular para garantir que o lipossarcoma não volte. Isso provavelmente incluirá exames físicos e exames de imagem, como tomografia computadorizada ou ressonância magnética.

Os ensaios clínicos também podem ser uma opção. Esses estudos podem fornecer acesso a tratamentos mais recentes que ainda não estão disponíveis em outros lugares. Pergunte ao seu médico sobre ensaios clínicos que podem ser uma boa opção para você.

Qual é o prognóstico?

O lipossarcoma pode ser tratado com sucesso. Depois de concluir o tratamento, os acompanhamentos devem continuar por pelo menos 10 anos, mas talvez por toda a vida. Seu prognóstico depende de muitos fatores individuais, como:

  • subtipo de lipossarcoma
  • tamanho do tumor
  • estágio no diagnóstico
  • capacidade de obter margens negativas na cirurgia

De acordo com a Liddy Shriver Liposarcoma Initiative, a cirurgia combinada à radioterapia demonstrou prevenir a recorrência no local da cirurgia em 85 a 90% dos casos. A iniciativa lista as taxas de sobrevivência específicas da doença de certos subtipos individuais como:

  • Bem diferenciada: 100% em 5 anos e 87% em 10 anos
  • Mixóide: 88% em 5 anos e 76% em 10 anos
  • Pleomórfico: 56% aos 5 anos e 39% aos 10 anos

Quando se trata de subtipos bem diferenciados e desdiferenciados, onde os tumores se formam. Os tumores que se desenvolvem no abdômen podem ser mais difíceis de remover completamente.

De acordo com o Programa de Vigilância, Epidemiologia e Resultados Finais do Instituto Nacional do Câncer (SEER), a taxa de sobrevivência relativa de 5 anos para pessoas com câncer de tecidos moles é de 64,9%.

O SEER divide o câncer em estágios. Esses estágios são baseados em onde o câncer está localizado e em que extensão ele se espalhou no corpo. Aqui estão as taxas de sobrevida relativa de 5 anos para câncer de tecidos moles por estágio:

  • Localizada: 81,2%
  • Regional: 57,4%
  • Distante: 15,9%
  • Desconhecido: 55%

Essas estatísticas são baseadas em pessoas que foram diagnosticadas e tratadas entre 2009 e 2015.

O tratamento do câncer está avançando rapidamente. É possível que o prognóstico para alguém diagnosticado hoje seja diferente do que apenas alguns anos atrás. Lembre-se, estas são estatísticas gerais e podem não representar sua situação.

Seu oncologista pode lhe dar uma idéia muito melhor de sua perspectiva.

A linha inferior

O lipossarcoma é um tipo bastante raro de câncer que muitas vezes pode ser efetivamente tratado. Existem muitos fatores que afetam suas opções de tratamento específicas. Converse com seu médico sobre as especificidades do seu lipossarcoma para saber mais sobre o que você pode esperar.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *