Melhores alimentos para estrias: O que comer para evitá-los Como remover estrias – 29 remédios caseiros eficazes 10 remédios caseiros simples para remover estrias de gravidez Como usar Aloe Vera para tratar estrias?


0

O que você come afeta sua pele. É por isso que manter uma dieta adequada deve ser uma parte crucial de seu plano de prevenção de estrias.

Não há estudos que estabeleçam uma conexão clara entre dieta e estrias. No entanto, você não pode negar que suas escolhas alimentares afetam a quantidade de nutrientes que sua pele obtém para se manter saudável e resistente. Uma dieta adequada pode ajudar a aumentar as fibras de colágeno e elastina, o que ajuda a manter a elasticidade da pele e prevenir estrias.

Neste artigo, discutimos como vitaminas e outros nutrientes podem ajudar a prevenir estrias e quais você deve escolher.

Neste artigo

Comer de forma saudável previne estrias?

Existe a possibilidade de que isso possa ajudar.

A prevenção de estrias deve envolver uma abordagem holística. Isso inclui o tratamento adequado, usando os produtos e medicamentos certos, seguindo as instruções do médico e, claro, mantendo uma dieta e estilo de vida saudáveis.

Não há estudos que comprovem que o consumo de certos alimentos ou a inclusão de certas vitaminas e nutrientes na dieta previnem as estrias.

No entanto, uma dieta adequada pode melhorar a saúde da pele, manter os níveis de hidratação da pele, reduzir o ressecamento e melhorar sua qualidade de vida (1), (2), (3).

Ele também pode aumentar os níveis de colágeno e elastina em seu corpo. Ambas as fibras são essenciais para manter a estrutura e a elasticidade da pele. Níveis adequados dessas fibras podem ajudar a esticar a pele com facilidade.

A prevenção das estrias pode não ser possível, a menos que você ajude sua pele fornecendo-lhe os nutrientes certos. Na seção a seguir, listamos os alimentos e nutrientes de que você precisa para prevenir as estrias.

Se estiver grávida, recomendamos estritamente não mudar sua dieta sem consultar o médico. Siga a tabela de dieta fornecida pelos médicos e consulte-os se quiser fazer algum acréscimo ou alteração.

8 alimentos que podem ajudar a prevenir estrias

Observação: Esses alimentos se concentram principalmente em apoiar a pele de várias maneiras para prevenir estrias.

1. Alimentos que contêm ácidos graxos ômega-6

Os ácidos graxos ômega-6 (como ácido linoléico, gama-linoléico, ácido araquidônico, etc.) podem ajudar a pele, reduzindo a inflamação e melhorando a hidratação da pele (4). Isso é fundamental para a cicatrização de feridas e prevenção de estrias.

Se você deseja incluir ácidos graxos ômega-6 em sua dieta, consuma alimentos como:

  • Ovos
  • Cereais
  • Pão integral
  • Aves
  • Nozes e amêndoas
  • tofu
  • Óleos de abacate e cártamo
  • Manteiga de amendoim

2. Vitamina D

A vitamina D contém alguns metabólitos ativos que são cruciais para manter a barreira natural da pele. Também evita os fotodanos causados ​​pelos raios ultravioleta. Além disso, apresenta efeitos cicatrizantes e reparadores de tecidos (5). Todos esses fatores podem ajudar na prevenção de estrias.

Alimentos contendo vitamina D incluem:

  • Gema de ovo
  • óleo de fígado de bacalhau
  • Queijo
  • Peixes como salmão, atum e cavala
  • Bife de fígado
  • Iogurte
  • suco de laranja
  • Leite

3. Frutas e vegetais frescos

Estas são fontes ricas em todas as vitaminas, nutrientes e fibras dietéticas essenciais. Eles ajudam a manter seu corpo e pele saudáveis, fornecendo-lhes todos os nutrientes essenciais.

A pele saudável é muito mais resistente e pode prevenir o desenvolvimento de estrias intensas. Consumir muitas frutas e vegetais, como brócolis, espinafre, pimentão, batata doce, abóbora, laranja, frutas vermelhas, abacate, etc.

4. Alimentos que aumentam o colágeno

O colágeno é um dos principais constituintes da pele. Essa proteína está presente em todo o corpo – tecidos conjuntivos, ligamentos, tendões e pele.

O colágeno é a proteína que dá estrutura e elasticidade à pele. Junto com a elastina, o colágeno ajuda a alongar a pele. Você pode aumentar os níveis de colágeno em seu corpo com estes alimentos:

  • Caldo de osso
  • Frango
  • Mariscos e peixes
  • Frutas cítricas
  • Folhas verdes
  • Castanha de caju
  • Feijões
  • Tomates
  • pimentões

5. Alimentos ricos em vitaminas A, C e E

A vitamina C é um antioxidante crucial para reduzir a produção excessiva de queratinócitos (no caso da psoríase). Junto com outros antioxidantes, a vitamina C melhora a hidratação da pele e reduz o ressecamento (6).

A vitamina E aumenta a proteção antioxidante da pele, previne o estresse oxidativo e promove a cicatrização de feridas (7). A vitamina A ajuda a manter a integridade da pele (8).

Consumir os seguintes alimentos para incluir essas vitaminas em sua dieta:

  • fígado de bacalhau
  • Ovos
  • Frutas e vegetais amarelos e laranja
  • Nozes
  • Óleos vegetais
  • Couve de bruxelas
  • Brócolis
  • Frutas cítricas

6. Beba muita água

É importante manter seu corpo renovado e hidratado. Caso contrário, pode causar secura e desidratação da pele. Além de beber água, você também pode consumir frutas e vegetais ricos em água que podem mantê-lo hidratado, como:

  • Pepinos
  • Brócolis
  • Tomates
  • Maçãs
  • Laranjas
  • Espinafre

Você pode espremer um pouco de limão na água e bebê-lo. Ou você pode beber chás de tisana ou chá verde para aumentar o consumo de água.

7. Alimentos ricos em zinco

O zinco ocorre naturalmente nas camadas da pele. A deficiência de zinco pode afetar a saúde da pele e o processo de cicatrização de feridas. A deficiência de zinco também pode agravar a inflamação da pele (9). Conseqüentemente, consumir alimentos ricos em zinco é crucial para manter a saúde geral da pele. Inclua estes alimentos em sua dieta:

  • Nozes
  • Leguminosas
  • Laticínio
  • Ovos
  • Marisco
  • Grãos inteiros
  • Eu no

8. Alimentos ricos em proteínas

A falta de proteínas no corpo pode afetar a pele de várias maneiras.

Um estudo envolvendo 98 pacientes descobriu que cerca de 68,4% deles que ingeriam menos da metade da dose diária recomendada de proteína tinham problemas de pele, como pigmentação, acne, melasma e envelhecimento prematuro. Também afetou o conteúdo de colágeno da pele. O colágeno estava fragmentado e solto na pele (10).

Alimentos ricos em proteínas incluem:

  • Eu no
  • Aves
  • Ovos
  • Peixe
  • Tofu e proteína de soja
  • Leguminosas e Feijões
  • Nozes

Todos esses nutrientes essenciais podem não afetar diretamente a aparência das estrias, mas manterão sua pele saudável. Uma pele saudável é importante para reduzir o aparecimento de estrias e preveni-las.

Além disso, manter uma dieta saudável também o ajudará a manter um peso saudável e sua pele não esticará desnecessariamente. Isso é aplicável tanto para mulheres grávidas quanto para aquelas que tendem a ganhar peso.

Além de seguir o tratamento e ter uma alimentação balanceada, aqui estão algumas coisas que você pode fazer para proteger a pele e prevenir estrias.

Outras maneiras de prevenir estrias

  • Exercite regularmente: Isso ajudará você a manter um peso saudável. Praticar exercícios sob a supervisão de um instrutor também o ajudará a emagrecer / ganhar músculos gradativamente, sem pressurizar a pele.
  • Evite os danos do sol: Os raios ultravioleta podem danificar o colágeno e pigmentar as estrias e piorá-las (se forem novas). Aplique protetor solar e evite camas de bronzeamento.
  • Mantenha a área hidratada: Isso ajuda a melhorar os níveis de hidratação da pele e a reduzir o aparecimento de estrias.

As estrias desaparecem com o tempo. Você pode não ser capaz de evitá-los todos, mas pode reduzir sua intensidade e evitar que piorem. Se nada estiver funcionando, converse com seu médico para encontrar a melhor opção de tratamento para as estrias.

perguntas frequentes

A água potável pode prevenir as estrias?

Nada pode impedir o desenvolvimento de estrias. No entanto, beber água mantém a pele hidratada e reduz a intensidade das estrias. Eles podem desaparecer com o tempo e o tratamento.

As estrias desaparecerão com o exercício?

Não. Os exercícios podem ajudá-lo a manter um peso saudável e prevenir o estiramento desnecessário da pele.

10 fontes

Os artigos no StyleCraze são apoiados por informações verificadas de artigos de pesquisa acadêmica e revisada por pares, organizações de renome, instituições de pesquisa e associações médicas para garantir precisão e relevância. Confira nossa política editorial para mais detalhes.
  • Katta, Rajani e Samir P. Desai. “Dieta e dermatologia: o papel da intervenção dietética nas doenças de pele.” The Journal of Clinical and Esthetic Dermatology 7.7 (2014): 46.https: //www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4106357/
  • Palma, Lídia, et al. “A água na dieta afeta a hidratação e a biomecânica da pele humana”. Dermatologia clínica, cosmética e investigacional 8 (2015): 413.https: //www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4529263/
  • Lim, Sunhee, et al. “Dietary Patterns Associated with Sebum Content, Skin Hydration and PH, and their sex-Dependent Differences in Healthy Korean Adultos.” Nutrients 11.3 (2019): 619.https: //www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6471406/
  • Silva, Jéssica R., et al. “Cicatrização de feridas e ácidos graxos ômega-6: da inflamação ao reparo.” Mediadores da inflamação 2018 (2018) .https: //www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5925018/
  • Mostafa, Wedad Z. e Rehab A. Hegazy. “Vitamina D e a pele: foco em uma relação complexa: uma revisão.” Journal of advanced research 6.6 (2015): 793-804.https: //www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4642156/
  • Cosgrove, Maeve C., et al. “Ingestão de nutrientes na dieta e aparência de envelhecimento da pele entre mulheres americanas de meia-idade”. The American Journal of Clinical Nutrition 86.4 (2007): 1225-1231.https: //pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/17921406
  • Keen, Mohammad Abid e Iffat Hassan. “Vitamina E em dermatologia”. Jornal online de dermatologia indiana 7.4 (2016): 311. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4976416/
  • Menni, S. e R. Piccinno. “Vitamina A e vitamina E em dermatologia.” Acta vitaminologica et enzymologica 7 (1985): 55-60.https: //pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/3916047
  • Ogawa, Youichi, et al. “Zinco e doenças de pele.” Nutrients 10.2 (2018): 199.https: //www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5852775/
  • Garg, Suruchi e Ankita Sangwan. “Déficit de proteína na dieta e autofagia desregulada: uma nova perspectiva clínico-diagnóstica na patogênese do envelhecimento precoce, doenças da pele e do cabelo.” Jornal on-line de dermatologia indiana 10.2 (2019): 115.https: //www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6434747/

Artigos Recomendados

  • Como remover estrias – 29 remédios caseiros eficazes
  • 10 remédios caseiros simples para remover estrias na gravidez
  • Como usar o Aloe Vera para tratar estrias?

Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win
Ana Valle

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format