Mavyret (glecaprevir / pibrentasvir)


0

O tratamento com Mavyret aumenta o risco de reativação do vírus da hepatite B (HBV) (surto) em pessoas com vírus do HBV e da hepatite C (HCV). Em casos graves, a reativação do HBV pode causar insuficiência hepática ou até morte.

Antes de iniciar o Mavyret, o seu médico irá testá-lo quanto ao HBV. Se você tem HBV, pode precisar de tratamento antes de começar a tomar Mavyret. Ou seu médico pode recomendar testes durante o tratamento com Mavyret para verificar a reativação do HBV.

O que é o Mavyret?

Mavyret é um medicamento de marca registrada usado para tratar o vírus da hepatite C crônica (HCV). Este vírus infecta seu fígado e causa inflamação.

O Mavyret pode ser utilizado por pessoas com qualquer um dos seis tipos de HCV que não apresentam cirrose (cicatrizes no fígado) ou que compensaram (leve) a cirrose. O Mavyret também pode ser usado para tratar o HCV tipo 1 em pessoas que foram tratadas anteriormente (mas não curadas) com um tipo diferente de medicamento.

Mavyret está aprovado para uso em adultos. Também é aprovado para uso em crianças de 12 anos ou mais, ou aquelas que pesam pelo menos 45 kg.

O Mavyret é um comprimido único que contém dois medicamentos antivirais: glecaprevir (100 mg) e pibrentasvir (40 mg). É tomado por via oral uma vez por dia.

Eficácia

Em ensaios clínicos, Mavyret recebeu adultos com HCV (tipos 1, 2, 3, 4, 5 e 6) que nunca foram tratados pelo vírus. Dessas pessoas, 98% a 100% foram curadas após 8 a 12 semanas de tratamento. Nesses estudos, ser curado significava que os exames de sangue das pessoas, realizados três meses após o tratamento, não mostravam sinais de infecção pelo HCV em seu corpo.

Para mais informações sobre eficácia, consulte a seção "Eficácia" em "Mavyret para hepatite C" abaixo.

Aprovação da FDA

Mavyret foi aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) em abril de 2017 para tratar o vírus da hepatite C crônica (tipos 1, 2, 3, 4, 5 e 6) em adultos.

Em abril de 2019, o FDA estendeu a aprovação do medicamento para incluir seu uso em crianças. É aprovado para uso em crianças de 12 anos ou mais, ou naquelas que pesam pelo menos 45 kg.

Mavyret genérico

Mavyret está disponível apenas como medicamento de marca. No momento, não está disponível na forma genérica.

Mavyret contém dois ingredientes ativos do medicamento: glecaprevir e pibrentasvir.

Custo de Mavyret

Como com todos os medicamentos, o custo de Mavyret pode variar. Para encontrar preços atuais de Mavyret em sua área, consulte GoodRx.com.

O custo que você encontra no GoodRx.com é o que você pode pagar sem seguro. O preço real que você pagará depende do seu plano de seguro, da sua localização e da farmácia que você usa.

Assistência financeira e de seguros

Se você precisar de suporte financeiro para pagar a Mavyret ou se precisar de ajuda para entender sua cobertura de seguro, a ajuda estará disponível.

A Abbvie, fabricante do Mavyret, oferece um programa chamado Mavyret Patient Support, que pode oferecer ajuda para reduzir o custo do medicamento. Para obter mais informações e descobrir se você é elegível para suporte, ligue para 877-628-9738 ou visite o site do programa.

Efeitos colaterais de Mavyret

Mavyret pode causar efeitos colaterais leves ou graves. As listas a seguir contêm alguns dos principais efeitos colaterais que podem ocorrer ao tomar Mavyret. Essas listas não incluem todos os efeitos colaterais possíveis.

Para mais informações sobre os possíveis efeitos secundários de Mavyret, fale com o seu médico ou farmacêutico. Eles podem dar dicas de como lidar com quaisquer efeitos colaterais que possam ser incômodos.

Efeitos colaterais mais comuns

Os efeitos colaterais mais comuns do Mavyret podem incluir:

  • dor de cabeça
  • sentindo-se cansado
  • náusea
  • diarréia
  • nível elevado de bilirrubina (um teste de laboratório que verifica a função hepática)

A maioria desses efeitos colaterais pode desaparecer dentro de alguns dias ou algumas semanas. Se eles são mais graves ou não desaparecem, converse com seu médico ou farmacêutico.

Efeitos secundários graves

Efeitos colaterais graves de Mavyret não são comuns, mas podem ocorrer. Ligue para o seu médico imediatamente se tiver efeitos colaterais graves. Ligue para o 911 se seus sintomas parecerem fatais ou se você acha que está tendo uma emergência médica.

Os efeitos colaterais graves, discutidos abaixo em "Detalhes dos efeitos colaterais", incluem o seguinte:

  • reativação do vírus da hepatite B (um surto de vírus, se já estiver dentro do seu corpo) *
  • reação alérgica grave

* Mavyret tem um aviso em caixa do FDA para reativação da hepatite B. Um aviso em caixa é o aviso mais forte exigido pelo FDA. Ele alerta médicos e pacientes sobre os efeitos dos medicamentos que podem ser perigosos.

Detalhes do efeito colateral

Você pode se perguntar quantas vezes certos efeitos colaterais ocorrem com este medicamento, ou se certos efeitos colaterais pertencem a ele. Aqui estão alguns detalhes sobre alguns dos efeitos colaterais que este medicamento pode ou não causar.

Reação alérgica

Tal como acontece com a maioria dos medicamentos, algumas pessoas podem ter uma reação alérgica após tomar Mavyret. Não se sabe ao certo quantas vezes as pessoas que tomam este medicamento têm uma reação alérgica. Os sintomas de uma reação alérgica leve podem incluir:

  • erupção cutânea
  • coceira
  • rubor (calor e vermelhidão na pele)

Uma reação alérgica mais grave é rara, mas possível. Os sintomas de uma reação alérgica grave podem incluir:

  • inchaço sob a pele, geralmente nas pálpebras, lábios, mãos ou pés
  • inchaço da língua, boca ou garganta
  • dificuldade em respirar ou falar

Ligue para o seu médico imediatamente se você tiver uma reação alérgica grave ao Mavyret. Ligue para o 911 se seus sintomas parecerem fatais ou se você acha que está tendo uma emergência médica.

Comichão

Você pode sentir coceira enquanto estiver usando o Mavyret. Em ensaios clínicos, algumas pessoas tiveram coceira ao tomar este medicamento. O prurido ocorreu com mais freqüência apenas em pessoas que tomavam o medicamento que apresentavam doença renal crônica e vírus da hepatite C (HCV). Neste grupo, cerca de 17% das pessoas relataram coceira como efeito colateral.

Às vezes, o prurido também é um sintoma causado pelo HCV. O prurido ocorre em cerca de 20% das pessoas com HCV. Este sintoma é provavelmente devido ao acúmulo de um produto químico chamado bilirrubina no seu corpo. O prurido causado pelo HCV pode estar em uma área ou em todo o corpo.

Se tiver preocupações em ter comichão na pele enquanto estiver a tomar Mavyret, fale com o seu médico. Eles podem recomendar maneiras de ajudar a reduzir esse efeito colateral enquanto estiver usando o medicamento.

Reativação da hepatite B

Você pode ter um risco aumentado de reativação do vírus da hepatite B (HBV) enquanto toma Mavyret.

O tratamento com Mavyret aumenta o risco de reativação do HBV em pessoas com HBV e HCV. Em casos graves, a reativação do HBV pode causar insuficiência hepática ou até morte.

Os sintomas da reativação do HBV podem incluir:

  • dor no lado direito da sua barriga
  • tamborete de cor clara
  • sentindo-se cansado
  • amarelecimento da sua pele ou do branco dos seus olhos

Antes de iniciar o Mavyret, o seu médico irá testá-lo quanto ao HBV. Se você tem HBV, pode precisar de tratamento antes de começar a tomar Mavyret. Ou seu médico pode recomendar testes durante o tratamento com Mavyret para monitorar a reativação do HBV e tratar a condição, se necessário.

Mudanças de peso (não é um efeito colateral)

Perda de peso e ganho de peso não foram relatados como efeitos colaterais de Mavyret durante os ensaios clínicos. No entanto, Mavyret pode causar náusea, o que pode levar à perda de peso em algumas pessoas. Se você sentir náuseas ao tomar este medicamento, é provável que coma menos alimentos, o que pode resultar em perda de peso.

Se tiver preocupações sobre ganho ou perda de peso enquanto estiver a tomar Mavyret, fale com o seu médico. Eles podem ajudá-lo a planejar uma dieta saudável durante o tratamento.

Erupção cutânea (não é um efeito colateral)

Erupção cutânea não foi relatada como efeito colateral do Mavyret durante os ensaios clínicos. No entanto, o próprio HCV às vezes pode causar erupção cutânea. Isso pode ser confundido com um efeito colateral da droga. A erupção cutânea causada pelo HCV pode estar em qualquer parte do corpo, incluindo rosto, peito ou braços. Também pode fazer você sentir coceira.

Se você tiver uma erupção cutânea enquanto estiver usando Mavyret, converse com seu médico. Eles podem sugerir maneiras de reduzir seus sintomas e recomendar tratamento, se necessário.

Efeitos colaterais em crianças

Durante os estudos clínicos, os efeitos colaterais observados em crianças (de 12 a 17 anos) em uso de Mavyret foram semelhantes aos efeitos colaterais observados em adultos em uso do medicamento. Nestes estudos, nenhuma criança interrompeu o tratamento devido a efeitos colaterais.

Os efeitos colaterais comuns observados em crianças incluem:

  • sentindo-se cansado
  • náusea
  • dor de cabeça
  • nível elevado de bilirrubina (um teste de laboratório que verifica a função hepática)

Se você está preocupado com os efeitos colaterais que ocorrem em uma criança usando Mavyret, converse com seu médico. Eles podem recomendar maneiras de reduzir esses efeitos colaterais durante o tratamento.

Dosagem de Mavyret

As informações a seguir descrevem as dosagens geralmente usadas ou recomendadas. No entanto, certifique-se de tomar a dose prescrita pelo seu médico. O seu médico determinará a melhor dose para atender às suas necessidades.

Formas e vantagens de medicamentos

Mavyret é um comprimido tomado por via oral. Cada comprimido contém 100 mg de glecaprevir e 40 mg de pibrentasvir.

Dosagem para hepatite C

A dosagem de Mavyret para o vírus da hepatite C crônica (HCV) é de três comprimidos por via oral uma vez ao dia. Este medicamento deve ser tomado com alimentos. Também deve ser tomado aproximadamente à mesma hora todos os dias.

O seu médico determinará quanto tempo você precisa tomar Mavyret. Essa decisão depende de quaisquer tratamentos anteriores do HCV que você tenha usado.

A duração do tratamento de cada pessoa pode variar, mas a maioria das pessoas toma Mavyret entre 8 e 16 semanas. A duração típica do tratamento com Mavyret é a seguinte:

  • Se você nunca foi tratado para o VHC e não tem cirrose (cicatrizes no fígado), provavelmente será tratado por 8 semanas.
  • Se você nunca foi tratado de HCV e compensou cirrose (leve), provavelmente será tratado por 12 semanas.
  • Se você já foi tratado anteriormente para o HCV e seu tratamento não foi eficaz (não curou sua infecção), a duração do seu tratamento com Mavyret pode variar. Pode durar de 8 a 16 semanas. A duração exata do seu tratamento dependerá de quais tratamentos de HCV você usou no passado.

Se tiver alguma dúvida sobre quanto tempo você precisará tomar Mavyret, converse com seu médico. Eles podem recomendar o melhor plano de tratamento para você.

Dosagem pediátrica

A dose pediátrica de Mavyret é igual à dos adultos: três comprimidos por via oral (com alimentos) uma vez por dia. A dosagem pediátrica se aplica a crianças:

  • 12 a 17 anos, ou
  • aqueles que pesam pelo menos 45 kg (cerca de 99 libras)

Atualmente, o Mavyret não está aprovado para uso em crianças com menos de 12 anos ou naquelas que pesam menos de 45 kg.

E se eu perder uma dose?

Se você perder uma dose de Mavyret, eis o que você deve fazer:

  • Se for menos de 18 horas a partir de quando você deveria ter tomado Mavyret, vá em frente e tome sua dose assim que se lembrar. Depois, tome a sua próxima dose na hora habitual.
  • Se for mais de 18 horas a partir de quando você deveria ter tomado Mavyret, pule essa dose. Pode tomar a sua próxima dose à hora habitual.

Para ajudar a garantir que você não perca uma dose, tente definir um lembrete no seu telefone. Um cronômetro de medicação também pode ser útil.

Vou precisar usar este medicamento a longo prazo?

O período de tempo que você precisará tomar Mavyret depende de algumas coisas. Isso inclui se você já foi tratado para o HCV antes e se tem alguma cicatriz no fígado (cirrose).

Normalmente, o tratamento com Mavyret dura entre 8 e 16 semanas. Geralmente não dura mais de 16 semanas.

Mavyret e álcool

Mavyret não tem nenhuma interação conhecida com álcool. No entanto, você não deve beber álcool se tiver o vírus da hepatite C (HCV). O álcool piora o HCV, o que pode levar a cicatrizes graves (cirrose) no fígado.

Se você bebe álcool e está preocupado em como parar de beber, converse com seu médico.

Alternativas ao Mavyret

Estão disponíveis outros medicamentos que podem tratar o vírus da hepatite C crônica (HCV). Alguns podem ser mais adequados para você do que outros. Se você estiver interessado em encontrar uma alternativa ao Mavyret, converse com seu médico. Eles podem falar sobre outros medicamentos que podem funcionar bem para você.

Medicamentos alternativos, que contêm uma combinação de medicamentos antivirais para tratar o HCV, incluem o seguinte:

  • ledipasvir e sofosbuvir (Harvoni)
  • sofosbuvir e velpatasvir (Epclusa)
  • velpatasvir, sofosbuvir e voxilaprevir (Vosevi)
  • elbasvir e grazoprevir (Zepatier)
  • simeprevir (Olysio) e sofosbuvir (Sovaldi)

Embora eles não venham como uma droga combinada, Simeprevir (Olysio) e sofosbuvir (Sovaldi) também podem ser tomados juntos para tratar o HCV.

Mavyret vs. Harvoni

Você pode se perguntar como o Mavyret se compara a outros medicamentos prescritos para usos semelhantes. Aqui, veremos como Mavyret e Harvoni são parecidos e diferentes.

Sobre

Mavyret contém os medicamentos glecaprevir e pibrentasvir. Harvoni contém os medicamentos ledipasvir e sofosbuvir. Mavyret e Harvoni contêm uma combinação de antivirais e pertencem à mesma classe de medicamentos.

Usos

Mavyret é aprovado para tratar o vírus da hepatite C crônica (HCV) em adultos. Também é aprovado para uso em crianças de 12 anos ou mais, ou naquelas que pesam pelo menos 45 kg, ou seja, 99 libras.

Mavyret é usado para tratar todos os tipos (1, 2, 3, 4, 5 e 6) de HCV em pessoas:

  • sem cicatrizes no fígado (cirrose) ou naqueles que têm cirrose sem sintomas da doença
  • que receberam um transplante de fígado ou rim
  • quem tem HIV

O Mavyret também pode ser usado para tratar o HCV tipo 1 em pessoas que foram tratadas anteriormente (mas não curadas) com um tipo diferente de medicamento.

Harvoni é aprovado para tratar o HCV em adultos. Pode ser usado para tratar os seguintes tipos de HCV:

  • tipos 1, 2, 5 ou 6 em pessoas sem cicatrizes no fígado (cirrose) ou naquelas com cirrose sem sintomas da doença
  • tipo 1 em pessoas com cirrose com sintomas da doença (nessas pessoas, Harvoni deve ser combinado com ribavirina)
  • tipo 1 ou 4 em pessoas que receberam um transplante de fígado e que não apresentam cicatrizes no fígado ou apresentam cicatrizes no fígado sem sintomas (nessas pessoas, Harvoni também deve ser combinado com ribavirina)

Harvoni também é aprovado para uso em crianças de 12 anos ou mais, ou naquelas que pesam pelo menos 35 kg, o que equivale a 77 libras. Pode ser usado nas seguintes crianças:

  • aqueles com HCV tipos 1, 4, 5 ou 6
  • crianças sem cicatrizes no fígado (cirrose) ou com cirrose, mas que não apresentam sintomas da doença

Formas e administração de medicamentos

Mavyret vem em comprimidos, que são tomados por via oral (com alimentos) uma vez por dia. Geralmente, é administrado por um período de 8, 12 ou 16 semanas, dependendo do histórico de tratamento e da gravidade da doença hepática.

Harvoni também vem em comprimidos, que são tomados por via oral (com ou sem alimentos) uma vez por dia. Geralmente, é administrado por um período de 8, 12 ou 24 semanas, dependendo do histórico de tratamento e da condição do fígado.

Efeitos colaterais e riscos

Mavyret e Harvoni não contêm os mesmos medicamentos, mas fazem parte da mesma classe de medicamentos. Esses medicamentos podem causar alguns efeitos colaterais semelhantes e alguns diferentes. Abaixo estão exemplos desses efeitos colaterais.

Efeitos colaterais mais comuns

Essas listas contêm exemplos de efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer com Mavyret, Harvoni ou com os dois medicamentos (quando tomados individualmente).

  • Pode ocorrer com Mavyret:

    • diarréia
    • nível elevado de bilirrubina (um teste de laboratório que verifica a função hepática)

  • Pode ocorrer com Harvoni:

    • sentindo fraco
    • insônia (dificuldade para dormir)

    • tosse
    • sentindo-se irritado
  • Pode ocorrer com Mavyret e Harvoni:

    • dor de cabeça
    • sentindo-se cansado
    • náusea

Efeitos secundários graves

Os efeitos colaterais graves que podem ocorrer com Mavyret e Harvoni (quando tomados individualmente) incluem o seguinte:

  • reativação do vírus da hepatite B (um surto de vírus, se já estiver dentro do seu corpo) *
  • reação alérgica grave

* Mavyret e Harvoni ambos têm um aviso em caixa do FDA para reativação da hepatite B. Um aviso em caixa é o aviso mais forte exigido pelo FDA. Ele alerta médicos e pacientes sobre os efeitos dos medicamentos que podem ser perigosos.

Eficácia

Mavyret e Harvoni são aprovados para tratar o vírus da hepatite C crônica (HCV). No entanto, um medicamento pode ser mais eficaz para você do que o outro, dependendo do tipo de HCV que você possui e se tem alguma cicatriz no fígado (cirrose).

Esses medicamentos não foram diretamente comparados em estudos clínicos. Mas estudos separados descobriram que Mavyret e Harvoni são eficazes no tratamento do HCV.

Custos

Mavyret e Harvoni são medicamentos de marca. Atualmente, não existem formas genéricas de nenhum desses medicamentos. Medicamentos de marca geralmente custam mais do que genéricos.

Segundo estimativas do GoodRx.com, Mavyret e Harvoni geralmente custam o mesmo. O preço real que você pagará por qualquer medicamento depende do seu plano de seguro, da sua localização e da farmácia que você usa.

Mavyret vs. Epclusa

Você pode se perguntar como o Mavyret se compara a outros medicamentos prescritos para usos semelhantes. Aqui vamos ver como Mavyret e Epclusa são iguais e diferentes.

Sobre

Mavyret contém os medicamentos glecaprevir e pibrentasvir. Epclusa contém os medicamentos velpatasvir e sofosbuvir. Mavyret e Epclusa contêm uma combinação de medicamentos antivirais e pertencem à mesma classe de medicamentos.

Usos

Mavyret é aprovado para tratar o vírus da hepatite C crônica (HCV) em adultos. Também é aprovado para uso em crianças de 12 anos ou mais, ou naquelas que pesam pelo menos 45 kg, ou seja, 99 libras.

Mavyret é usado para tratar todos os tipos (1, 2, 3, 4, 5 e 6) de HCV em pessoas:

  • sem cicatrizes no fígado (cirrose) ou naqueles que têm cirrose sem sintomas da doença
  • que receberam um transplante de fígado ou rim
  • quem tem HIV

O Mavyret também pode ser usado para tratar o HCV tipo 1 em pessoas que foram tratadas anteriormente (mas não curadas) com um tipo diferente de medicamento.

Assim como Mavyret, Epclusa também é aprovado para tratar o HCV crônico causado por todos os tipos de vírus (tipos 1, 2, 3, 4, 5 e 6). É utilizado em adultos que não apresentam cicatrizes no fígado (cirrose) ou naqueles com cicatrizes no fígado que não apresentam sintomas da doença.

Epclusa também pode ser usado em adultos com cirrose que apresentam sintomas da doença.

Epclusa não está aprovado para uso em crianças.

Formas e administração de medicamentos

Mavyret vem em comprimidos, que são tomados por via oral (com alimentos) uma vez por dia. Geralmente, é administrado por um período de 8, 12 ou 16 semanas, dependendo do histórico de tratamento e da gravidade da doença hepática.

Epclusa também vem em comprimidos, que são tomados por via oral uma vez por dia. Epclusa pode ser tomado com ou sem alimentos. Geralmente é administrado por um período de 12 semanas.

Efeitos colaterais e riscos

Mavyret e Epclusa não têm os mesmos medicamentos. No entanto, eles pertencem à mesma classe de medicamentos. Portanto, ambos os medicamentos podem causar efeitos colaterais semelhantes. Abaixo estão exemplos desses efeitos colaterais.

Efeitos colaterais mais comuns

Essas listas contêm exemplos de efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer com Mavyret, Epclusa ou com os dois medicamentos (quando tomados individualmente).

  • Pode ocorrer com Mavyret:

    • diarréia
    • nível elevado de bilirrubina (um teste de laboratório que verifica a função hepática)

  • Pode ocorrer com Epclusa:

    • sentindo fraco
    • insônia (dificuldade para dormir)

  • Pode ocorrer com Mavyret e Epclusa:

    • dor de cabeça
    • sentindo-se cansado
    • náusea

Efeitos secundários graves

Efeitos colaterais graves que podem ocorrer com Mavyret e Epclusa (quando tomados individualmente) incluem o seguinte:

  • reativação do vírus da hepatite B (um surto de vírus, se já estiver dentro do seu corpo) *
  • reação alérgica grave

* Mavyret e Epclusa ambos têm um aviso em caixa do FDA para reativação da hepatite B. Um aviso em caixa é o aviso mais forte exigido pelo FDA. Ele alerta médicos e pacientes sobre os efeitos dos medicamentos que podem ser perigosos.

Eficácia

Mavyret e Epclusa são usados ​​para tratar todos os seis tipos de HCV crônico. O seu médico pode recomendar que você tome Epclusa ou Mavyret, dependendo do tipo de HCV que você possui e da condição do seu fígado.

Esses medicamentos não foram diretamente comparados em estudos clínicos. Porém, estudos separados descobriram que Mavyret e Epclusa são eficazes no tratamento do HCV.

Custos

Mavyret e Epclusa são medicamentos de marca. Atualmente, não existem formas genéricas de nenhum desses medicamentos. Medicamentos de marca geralmente custam mais do que genéricos.

De acordo com estimativas no GoodRx.com, Mavyret e Epclusa geralmente custam o mesmo. O preço real que você pagará por qualquer medicamento depende do seu plano de seguro, da sua localização e da farmácia que você usa.

Mavyret para hepatite C

A Food and Drug Administration (FDA) aprova medicamentos prescritos como o Mavyret para tratar certas condições.

Mavyret é aprovado pela FDA para tratar infecções crônicas causadas pelo vírus da hepatite C (HCV). Este vírus infecta seu fígado e causa inflamação, que às vezes pode levar a cicatrizes no fígado (chamadas cirrose). O HCV pode causar sintomas como:

  • amarelecimento da sua pele e do branco dos seus olhos
  • acúmulo de líquido na barriga
  • febre
  • problemas a longo prazo, como insuficiência hepática

O HCV é transmitido pelo sangue infectado pelo vírus. A transmissão (espalhamento) ocorre mais comumente através do compartilhamento de agulhas usadas entre si. De acordo com Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), em 2016, cerca de 2,4 milhões de pessoas nos Estados Unidos tinham hepatite C. crônica

Mavyret está aprovado para tratar o HCV em adultos. Também é aprovado para uso em crianças de 12 anos ou mais, ou naquelas que pesam pelo menos 45 kg, ou seja, 99 libras. É usado para tratar todos os tipos de HCV (1, 2, 3, 4, 5 e 6) em pessoas:

  • sem cicatrizes no fígado (cirrose) ou naqueles que têm cirrose sem nenhum sintoma da doença (chamada cirrose compensada)
  • que receberam um transplante de fígado ou rim
  • quem tem HIV

O Mavyret também pode ser usado para tratar o HCV tipo 1 em pessoas que foram tratadas anteriormente (mas não curadas) com um tipo diferente de medicamento.

Eficácia

Em ensaios clínicos, Mavyret recebeu adultos com HCV (tipos 1, 2, 3, 4, 5 e 6) que nunca foram tratados pelo vírus. Dessas pessoas, 98% a 100% foram curadas dentro de 8 a 12 semanas após o tratamento. Nesses estudos, ser curado significava que os exames de sangue das pessoas, realizados três meses após o tratamento, não mostravam sinais de infecção pelo HCV em seu corpo.

De todas as pessoas nos estudos (tanto aquelas que foram tratadas anteriormente para o HCV quanto as que não foram), entre 92% e 100% foram curadas pelo HCV. Os resultados variaram dependendo de as pessoas terem sido previamente tratadas e do tipo de HCV que elas possuíam.

Os ensaios clínicos também compararam o Mavyret à combinação de dois outros medicamentos antivirais chamados sofosbuvir (Sovaldi) e daclatasvir (Daklinza). Um estudo analisou pessoas com HCV tipo 3, que nunca haviam sido tratadas antes. Essas pessoas não tinham nenhum medo de fígado (cirrose).

Após 12 semanas, 95,3% das pessoas que tomavam Mavyret foram consideradas curadas (não tinham vírus do HCV nos exames de sangue). Daqueles que tomam sofosbuvir e daclatasvir, 96,5% tiveram o mesmo resultado.

Mavyret para crianças

Mavyret é aprovado para tratar o HCV em crianças com 12 anos ou mais, ou naquelas com peso de pelo menos 45 kg, o que equivale a 99 libras.

Interações com Mavyret

Mavyret pode interagir com vários outros medicamentos. Também pode interagir com certos suplementos.

Interações diferentes podem causar efeitos diferentes. Por exemplo, algumas interações podem interferir no desempenho de um medicamento. Outras interações podem aumentar os efeitos colaterais ou torná-los mais graves.

Mavyret e outros medicamentos

Abaixo estão as listas de medicamentos que podem interagir com Mavyret. Essas listas não contêm todos os medicamentos que podem interagir com Mavyret.

Antes de tomar Mavyret, fale com o seu médico e farmacêutico. Informe-os sobre todos os medicamentos prescritos, vendidos sem receita e outros medicamentos que você toma. Informe-os também sobre as vitaminas, ervas e suplementos que você usa. Compartilhar essas informações pode ajudar a evitar possíveis interações.

Se você tiver dúvidas sobre as interações medicamentosas que podem afetá-lo, pergunte ao seu médico ou farmacêutico.

Mavyret e carbamazepina (Tegretol)

Tomar carbamazepina com Mavyret pode diminuir a quantidade de Mavyret no seu corpo. Isso pode fazer com que o medicamento não funcione tão bem, o que pode levar o vírus da hepatite C (HCV) a não ser totalmente tratado. É importante evitar tomar carbamazepina e Mavyret juntos.

Mavyret e varfarina (Coumadin)

Tomar varfarina com Mavyret pode alterar o nível de varfarina no seu corpo. Isso pode levar a alterações na espessura do seu sangue, tornando-o muito fino ou muito grosso. Se isso acontecer, você pode estar em risco de certas complicações, como sangramento ou coágulos sanguíneos.

Se estiver a tomar Mavyret com varfarina, é importante realizar frequentemente análises ao sangue para verificar a espessura do seu sangue. Se você precisar tomar esses medicamentos juntos, seu médico recomendará maneiras de ajudar a garantir sua segurança durante o tratamento.

Mavyret e digoxina (Lanoxin)

Tomar Mavyret com digoxina pode aumentar os níveis de digoxina no seu corpo. Isso pode causar sintomas como:

  • náusea
  • vômito
  • diarréia
  • ritmo cardíaco irregular

Se você estiver tomando digoxina enquanto estiver usando Mavyret, seu médico pode precisar diminuir sua dose de digoxina. Isso ajudará a impedir que seus níveis de digoxina fiquem muito altos e causem efeitos colaterais. O seu médico pode verificar os seus níveis de digoxina nas análises ao sangue com mais frequência do que o habitual enquanto estiver a tomar Mavyret.

Mavyret e dabigatran (Pradaxa)

Tomar Mavyret com dabigatran aumenta os níveis de dabigatran no seu corpo. Se esse nível ficar muito alto, você terá um risco maior de sangrar ou machucar. Você também pode se sentir fraco. Esses sintomas às vezes podem ser graves.

Se você estiver tomando dabigatran enquanto estiver usando Mavyret, seu médico pode precisar diminuir sua dose de dabigatran. Isso ajudará a impedir que esses sintomas aconteçam.

Mavyret e rifampicina (Rifadin)

Tomar Mavyret com rifampicina reduz os níveis de Mavyret no seu corpo. Se o nível de Mavyret no seu corpo for reduzido, o medicamento pode não funcionar tão bem no tratamento do HCV. Você deve evitar tomar Mavyret e Rifampin ao mesmo tempo.

Mavyret e certos medicamentos anticoncepcionais

Alguns medicamentos anticoncepcionais contêm um medicamento chamado etinilestradiol. Tomar este medicamento em combinação com Mavyret pode aumentar os níveis do seu corpo de uma determinada enzima hepática chamada alanina aminotransferase (ALT). Níveis elevados de ALT podem piorar os sintomas da hepatite.

É recomendado que você não use o controle de natalidade contendo etinilestradiol enquanto estiver tomando Mavyret.

Exemplos de pílulas anticoncepcionais que contêm etinilestradiol incluem:

  • levonorgestrel e etinilestradiol (Lessina, Levora, Seasonique)
  • desogestrel e etinilestradiol (Apri, Kariva)
  • noretindrona e etinilestradiol (Balziva, Junel, Loestrin / Loestrin Fe, Microgestin / Microgestin Fe)
  • norgestrel e etinilestradiol (Cryselle, Lo / Ovral)
  • drospirenona e etinilestradiol (Loryna, Yaz)
  • norgestimato e etinilestradiol (Ortho Tri-Cyclen / Ortho Tri-Cyclen Lo, Sprintec, Tri-Sprintec, TriNessa)

Esta não é uma lista completa das pílulas anticoncepcionais que contêm etinilestradiol. Se você não tiver certeza se o seu controle de natalidade tem etinilestradiol, pergunte ao seu médico ou farmacêutico.

Alguns outros métodos de controle de natalidade além de pílulas também contêm etinilestradiol. Esses métodos incluem o adesivo contraceptivo (Ortho Evra) e o anel vaginal (NuvaRing).

Se você estiver usando o controle de natalidade que contém etinilestradiol, converse com seu médico sobre outras opções para prevenir a gravidez enquanto estiver tomando Mavyret.

Mavyret e certos medicamentos antivirais para o HIV

Certos medicamentos para o HIV (chamados antivirais) podem afetar a quantidade de Mavyret no seu corpo. Exemplos de medicamentos antivirais que podem alterar a quantidade de Mavyret no seu corpo incluem:

  • atazanavir (Reyataz)
  • darunavir (Prezista)
  • lopinavir e ritonavir (Kaletra)
  • ritonavir (Norvir)
  • efavirenz (Sustiva)

O atazanavir nunca deve ser tomado com Mavyret. Tomar esses medicamentos juntos aumenta o nível do corpo de uma determinada enzima hepática chamada alanina aminotransferase (ALT). Níveis elevados de ALT podem piorar os sintomas da hepatite.

Tomar Mavyret com darunavir, lopinavir ou ritonavir também não é recomendado. Isso ocorre porque esses medicamentos antivirais podem aumentar os níveis de Mavyret no seu corpo. Isso pode levar ao aumento dos efeitos colaterais do Mavyret.

Tomar Mavyret com efavirenz diminui os níveis de Mavyret no seu corpo. Isso pode fazer com que o Mavyret não funcione também. Evite usar efavirenz enquanto estiver a tomar Mavyret.

Mavyret e certos medicamentos para colesterol

Tomar Mavyret juntamente com certos medicamentos para o colesterol chamados estatinas pode aumentar o nível da estatina no seu corpo. O aumento dos níveis de estatinas aumenta o risco de efeitos colaterais (como dores musculares) da estatina.

Exemplos de estatinas incluem:

  • atorvastatina (Lipitor)
  • lovastatina (Mevacor)
  • sinvastatina (Zocor)
  • pravastatina (Pravachol)
  • rosuvastatina (Crestor)
  • fluvastatina (Lescol)
  • pitavastatina (Livalo)

É recomendado que você não tome Mavyret em combinação com atorvastatina, lovastatina ou sinvastatina. Essas estatinas têm o maior risco de aumentar os efeitos colaterais quando são tomadas com Mavyret.

A Pravastatina pode ser tomada com Mavyret se o seu médico recomendar que você precise de um medicamento para colesterol. A sua dose de pravastatina terá de ser reduzida antes de começar a tomar Mavyret. Isso ajudará a reduzir o risco de efeitos colaterais da estatina.

Se a fluvastatina e a pitavastatina forem tomadas com Mavyret, devem ser administradas na dose mais baixa possível. Isso ajuda a reduzir o risco de aumentar os efeitos colaterais das estatinas.

Mavyret e ciclosporina (Sandimmune)

Mavyret não é recomendado em pessoas que estejam tomando mais de 100 mg por dia de ciclosporina. Este medicamento aumenta os níveis de Mavyret no seu corpo, o que pode aumentar o risco de efeitos colaterais do Mavyret.

Se você estiver tomando ciclosporina, converse com seu médico sobre qual dosagem de ciclosporina é mais segura para você.

Mavyret e omeprazol (não uma interação)

Não existem interações conhecidas entre o omeprazol e o Mavyret. Às vezes, o omeprazol é administrado a pessoas que tomam Mavyret se estiverem tendo náusea durante o tratamento. Sometimes, nausea is caused by acid buildup in your stomach. Taking omeprazole will help lower the amount of acid in your stomach, which can help reduce this side effect.

Mavyret and ibuprofen (not an interaction)

There aren't any known interactions between ibuprofen and Mavyret. Ibuprofen can be used to treat headaches in people taking Mavyret. Headaches are a common side effect that may occur when you're taking Mavyret. Ibuprofen can help reduce the pain and discomfort of a headache.

Mavyret and herbs and supplements

Mavyret can interact with some herbs and supplements, including St. John's wort (which is detailed below). These interactions may affect how Mavyret works in your body.

You should review all of the medications you take (including any herbs and supplements) with your doctor or pharmacist before you start taking Mavyret.

Mavyret and St. John's wort

Taking St. John's wort with Mavyret can greatly decrease the levels of Mavyret in your body. This can cause Mavyret to not work as well in treating your hepatitis C infection. It's recommended that you don't take St. John's wort while you're using Mavyret.

Mavyret and pregnancy

There haven't been any studies in humans looking at whether or not Mavyret is safe to take during pregnancy.

In animal studies, no harm was seen in fetuses whose mothers were given Mavyret during pregnancy. However, the results of animal studies don't always predict what will happen in humans.

If you're pregnant or may become pregnant while using Mavyret, talk with your doctor. They can discuss with you the risks and benefits of using this drug during pregnancy.

Mavyret and breastfeeding

There haven't been any studies in humans to know whether or not Mavyret passes into breast milk, or if it has any effect on a breastfeeding child.

In animal studies, Mavyret did pass into the milk of lactating rats. However, this milk did not cause harm to the animals who consumed it. Keep in mind that these results may be different in humans.

If you're breastfeeding, or planning to breastfeed while taking Mavyret, talk with your doctor about whether this is a safe option. They may recommend other healthy ways to feed your child.

How to take Mavyret

You should take Mavyret according to your doctor or healthcare provider's instructions.

When to take

It doesn't matter what time of day you choose to take Mavyret, but you should take it at about the same time each day. This helps the medication work the right way inside your body.

To help make sure you don't miss a dose, try setting a reminder on your phone. A medication timer may be useful, too.

Taking Mavyret with food

Mavyret should be taken with food. This helps your body to better absorb the medication.

Can Mavyret be crushed, split, or chewed?

No, Mavyret shouldn't be split, crushed, or chewed. The tablets are meant to be swallowed whole. Splitting, crushing, or chewing them can decrease the amount of drug that gets into your body. This can cause Mavyret to not work as well in treating your hepatitis C infection.

How Mavyret works

Mavyret is approved to treat chronic hepatitis C virus (HCV). This virus causes an infection in your body that affects your liver. HCV can lead to severe liver damage if it's not treated the right way.

Mavyret contains two drugs: glecaprevir and pibrentasvir. It works by stopping the hepatitis C virus from multiplying (making more virus) inside your body. Because the virus isn't able to multiply, it will eventually die off.

Once all of the virus has died, and it's no longer inside your body, your liver can begin to heal. Mavyret works to treat all six types (1, 2, 3, 4, 5, and 6) of HCV.

How long does it take to work?

During clinical studies, 92% to 100% people with HCV were cured after taking Mavyret for their prescribed length of time. This length of time ranged from 8 to 16 weeks.

In these studies, being cured meant that people's blood tests, which were done three months after treatment, showed no signs of HCV infection in their body.

Common questions about Mavyret

Here are answers to some frequently asked questions about Mavyret.

Can I take Mavyret if I have HIV and hepatitis C?

Yes, you can take Mavyret if you have both HIV and hepatitis C virus (HCV). Having HIV doesn't change the way that Mavyret works in your body to treat HCV.

How successful is Mavyret at curing hepatitis C?

Mavyret has been shown to be very effective in curing hepatitis C virus (HCV) infections. In clinical trials, between 98% and 100% of people taking Mavyret were cured of HCV.

In these studies, being cured meant that people's blood tests, which were done three months after treatment, showed no signs of HCV infection. The percentage of people who were cured depended on the type of HCV they had, and what kind of treatments they'd used in the past.

If I've taken other hepatitis C treatments, can I use Mavyret?

If you've tried other medications for your hepatitis C that haven't worked (cured your infection), you can likely still use Mavyret. Depending on what drugs you've used in the past, your treatment length with Mavyret could be anywhere from 8 to 16 weeks.

If you have questions about whether you can use Mavyret, talk with your doctor.

Will I need any tests before or during Mavyret treatment?

Before you start treatment with Mavyret, your doctor will test your blood for hepatitis B virus (HBV). If you have HBV, it can reactivate (flare up) during Mavyret treatment. Reactivation of HBV can cause severe liver problems, including liver failure and death.

If you have HBV, your doctor will recommend blood tests during your Mavyret treatment to check for HBV reactivation. You may need to be treated for HBV before you start taking Mavyret.

Can I use Mavyret if I have cirrhosis?

You may be able to, but it depends on how severe your cirrhosis (liver scarring) is.

Mavyret can be used if you have compensated (mild) cirrhosis. With this condition, your liver has scarring, but you don't have any symptoms of the condition and your liver is still working normally.

Mavyret is not yet approved for use in people with decompensated cirrhosis. With this condition, your liver has scarring and you have symptoms of the condition. Os sintomas podem incluir:

  • yellowing of your skin or the whites of your eyes
  • extra fluid in your belly
  • enlarged blood vessels in your throat, which may cause bleeding

If you have cirrhosis but aren't sure what kind, talk with your doctor.

Mavyret precautions

This drug comes with several precautions.

FDA warning: hepatitis B virus reactivation

This drug has a boxed warning. This is the most serious warning from the Food and Drug Administration (FDA). A boxed warning alerts doctors and patients about drug effects that may be dangerous.

Mavyret treatment increases the risk of hepatitis B virus (HBV) reactivation (flare-up) in people with both HBV and hepatitis C virus (HCV). In serious cases, reactivation of HBV can cause liver failure or even death.

Before starting Mavyret, your doctor will test you for HBV. If you have HBV, you may need to be treated for it before you start taking Mavyret. Or your doctor may recommend testing during your Mavyret treatment to check for HBV reactivation.

Other warnings

Before taking Mavyret, talk with your doctor about your health history. Mavyret may not be right for you if you have certain medical conditions. Esses incluem:

  • Liver failure. If you have liver failure, taking Mavyret may worsen your condition. Talk with your doctor if you have any history of liver disease or liver failure before starting treatment with Mavyret.
  • Current use of atazanavir or rifampin. Mavyret should never be used in people taking either atazanavir or rifampin. Taking Mavyret and rifampin together may decrease Mavyret levels in your body. This can make Mavyret less effective for you. Taking atazanavir with Mavyret can increase in the amount of Mavyret in your body. This can increase levels of a liver enzyme (called alanine aminotransferase), which can become dangerous. See the "Mavyret interactions" section for more information. Always talk to your doctor about any medications that you're taking before you start Mavyret.
  • Pregnancy. It's not known whether Mavyret can affect a developing pregnancy. In animal studies, Mavyret did not cause harm when used during pregnancy. However this result may be different in humans. For more information, please see the "Mavyret and pregnancy" section above.
  • Breastfeeding. It's not known if Mavyret passes into human breast milk, or if it harms a breastfeeding child. In animal studies, Mavyret did pass into breast milk, but it did not cause harm to animals who consumed the breast milk. However, this result may be different in humans. For more information, please see the "Mavyret and breastfeeding" section above.

Nota: For more information about the potential negative effects of Mavyret, see the "Mavyret side effects" section above.

Mavyret overdose

Using more than the recommended dosage of Mavyret can lead to serious side effects. Never take more than the dosage your doctor prescribes for you.

What to do in case of overdose

If you think you've taken too much of this drug, call your doctor. You can also call the American Association of Poison Control Centers at 800-222-1222 or use their online tool. But if your symptoms are severe, call 911 or go to the nearest emergency room right away.

Mavyret expiration, storage, and disposal

When you get Mavyret from the pharmacy, the pharmacist will add an expiration date to the label on the bottle. This date is typically one year from the date they dispensed the medication.

The expiration date helps guarantee the effectiveness of the medication during this time. o current stance of the Food and Drug Administration (FDA) is to avoid using expired medications. If you have unused medication that has gone past the expiration date, talk to your pharmacist about whether you might still be able to use it.

Storage

How long a medication remains good can depend on many factors, including how and where you store the medication.

Mavyret tablets should be stored at room temperature (below 86°F/30°C) in a tightly sealed container, away from light. Avoid storing this medication in areas where it could get damp or wet, such as in bathrooms.

Disposal

If you no longer need to take Mavyret and have leftover medication, it's important to dispose of it safely. This helps prevent others, including children and pets, from taking the drug by accident. It also helps keep the drug from harming the environment.

o FDA website provides several useful tips on medication disposal. You can also ask your pharmacist for information on how to dispose of your medication.

Professional information for Mavyret

The following information is provided for clinicians and other healthcare professionals.

Indications

Mavyret is indicated for the treatment of chronic hepatitis C virus (HCV) genotypes 1, 2, 3, 4, 5, and 6. Mavyret is approved for use in adults and children ages 12 years and older, or those who weigh at least 45 kg.

It should only be used in patients without cirrhosis, or in those with compensated cirrhosis.

Mavyret is also indicated to treat genotype 1 hepatitis C virus infection in people whose previous treatments were unsuccessful. These prior treatments should include either an HCV NS5A inhibitor or an NS3/4A protease inhibitor.

Mavyret is not indicated for use in patients whose prior treatment failed using both an HCV NS5A inhibitor and an NS3/4A protease inhibitor.

Mechanism of action

Mavyret contains glecaprevir and pibrentasvir. These drugs are direct-acting antiviral medications that fight HCV.

Glecaprevir is an NS3/4A protease inhibitor. It works by targeting NS3/4A protease, which is necessary for the development of hepatitis C virus.

Pibrentasvir is an NS5A inhibitor. By blocking NS5A, pibrentasvir essentially stops hepatitis C viral replication.

Mavyret is effective against hepatitis C virus genotypes 1, 2, 3, 4, 5, and 6.

Pharmacokinetics and metabolism

In a study involving non-HCV-infected people who were considered healthy, absorption of Mavyret was greatly affected by the presence of food. When taken with a meal, glecaprevir absorption increased by 83% to 163%. Absorption of pibrentasvir was increased by 40% to 53%. Therefore, Mavyret is recommended to be taken with food to enhance its absorption.

Maximum plasma concentration of Mavyret occurs at about 5 hours post-dose. The half-life of glecaprevir is 6 hours, while the half-life of pibrentasvir is 13 hours.

Mavyret is mainly excreted via the biliary-fecal route. The majority of both glecaprevir and pibrentasvir is plasma protein bound.

Contraindications

Mavyret is contraindicated in patients with severe hepatic disease, defined as Child-Pugh C score.

Mavyret is also contraindicated in patients that are taking either atazanavir or rifampin. The concentration of Mavyret is greatly decreased by rifampin, which may reduce or inhibit the therapeutic effect of Mavyret. Mavyret should not be taken with atazanavir because the combination of drugs can increase alanine aminotransferase (ALT) levels, leading to increased risk of liver failure.

Storage

Mavyret should be stored at or below 86°F (30°C) in a sealed, dry container.

Disclaimer: Medical News Today has made every effort to make certain that all information is factually correct, comprehensive, and up-to-date. However, this article should not be used as a substitute for the knowledge and expertise of a licensed healthcare professional. You should always consult your doctor or other healthcare professional before taking any medication. The drug information contained herein is subject to change and is not intended to cover all possible uses, directions, precautions, warnings, drug interactions, allergic reactions, or adverse effects. The absence of warnings or other information for a given drug does not indicate that the drug or drug combination is safe, effective, or appropriate for all patients or all specific uses.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format