Lidando com a doença de Cushing do seu cão: o que você precisa saber


0

Assim como as pessoas, os cães também podem ficar doentes. Portanto, ler as placas costuma ser o maior desafio em uma situação como essa. Aprender como interpretá-los com sucesso permite que você tome as medidas adequadas para fazer seu cão se sentir melhor. Problemas menores, como pulgas, podem ser facilmente resolvidos, mas outros problemas mais sérios requerem cuidados e assistência específicos do seu veterinário.

A doença de Cushings em cães é um exemplo de um problema de saúde grave que pode prejudicar seu animal de estimação. Pode aparecer quando o corpo produz uma quantidade excessiva de um hormônio chamado cortisol. Sua superprodução geralmente é causada por um tumor nas glândulas pituitária ou adrenal. Como resultado, existem três tipos de doença de Cushing (hipófise, adrenal e iatrogênica) que compartilham sintomas semelhantes, mas podem diferir na forma como são tratados.

Os sintomas mais comuns são aumento da sede, micção e apetite, inchaço abdominal, sonolência e queda de cabelo. Portanto, para ajudar seu cão a se sentir melhor, aqui estão vários métodos de tratamento que você pode empregar e coisas que você pode fazer que se mostraram úteis no tratamento desta doença.

Métodos de tratamento da doença de Cushing em cães

Não importa onde o tumor ocorreu, Cushing geralmente é tratado com medicamentos que os cães podem acabar tomando pelo resto de suas vidas. A única maneira possível de curar seu cão é remover o tumor cirurgicamente se a doença for adrenal.

No entanto, devido aos riscos e à complexidade da cirurgia, os donos de animais contam com medicamentos e tratamentos naturais para ajudar a aliviar os sintomas. Aqui estão três exemplos de tais tratamentos que servem como alternativa para lidar com a doença de Cushing em cães.

1. Mudanças na dieta

Mudar a dieta é o primeiro passo que você deve tomar no tratamento dessa doença. Cães com a doença de Cushing geralmente sofrem de hiperlipidemia, que é a quantidade excessiva de gordura no sangue de seu cão. Portanto, mudar para uma dieta com baixo teor de gordura com teor moderado de proteínas pode ajudar a reduzir a circulação de gordura no sangue.

Outra coisa que você pode fazer é cozinhar alimentos energeticamente balanceados para seu cão, que incluem vegetais, frutas e proteínas. Seguindo uma dieta saudável, os altos níveis de cortisol serão reduzidos e outros processos de doenças secundárias serão facilmente gerenciados.

2. Tratamentos e suplementos fitoterápicos

Certas ervas também podem ajudar a controlar os sintomas da doença de Cushing. Por exemplo, o dente-de-leão ajuda a regular o funcionamento da glândula adrenal. É um poderoso antioxidante que contém vitaminas e minerais que estimulam o crescimento do cabelo. A bardana é outra erva que ajuda a eliminar as toxinas do corpo.

Além disso, existem alguns suplementos comuns que também ajudam a controlar os sintomas da doença. A melatonina bloqueia a captação de cortisona aumentada e mantém os ritmos circadianos. Outro suplemento são os lignanos de linhaça, que restauram a sede, a micção e o apetite normais e inibem as enzimas para reduzir os níveis de cortisol.

3. Acupuntura e acupressão

Os principais benefícios do uso da acupuntura para o tratamento da doença de Cushing são sua capacidade de diminuir sintomas como náuseas e falta de apetite, melhorar a circulação sanguínea e sua capacidade de cura. Este método consiste em inserir agulhas em pontos específicos do corpo do seu cão, onde os nervos e os vasos sanguíneos convergem. Desta forma, os músculos ficarão relaxados e a dor que seu cão poderá estar sentindo será aliviada.

A acupressão é uma opção alternativa se o seu cão tem medo de agulhas. Este método envolve a aplicação de pressão suave em pontos específicos que ajudam a apoiar o sistema imunológico e equilibrar o sistema endócrino em seu cão. Basicamente, restaura o equilíbrio e nutre o corpo do seu cão.

Dicas úteis para lidar com a doença de Cushing

Além de confiar em medicamentos e tratamentos naturais para ajudar seu cão a lidar com a doença de Cushing, existem outros métodos que você pode aplicar. Aqui está uma breve descrição de algumas coisas que você pode fazer para tornar o cuidado de seu cão um pouco mais fácil.

1. Mude sua programação de toalete

Os cães costumam sair para fazer suas necessidades 3 a 5 vezes ao dia. No entanto, com a doença de Cushing, seu cão sofre de poliúria, que se refere ao aumento da necessidade de urinar e é um dos principais sintomas da doença de Cushing. Portanto, levar seu animal para uma pausa para o banheiro com mais frequência ajudará a evitar acidentes que possam ocorrer em casa.

Assim que você perceber que seu cão está ficando inquieto e começar a andar, é sinal de que você deve tirá-lo de lá.

2. Exercite seu cão

O ganho de peso, fraqueza muscular e fadiga são outros sintomas da doença de Cushing. Portanto, exercitar seu cão pode ajudar a controlar o peso e reduzir os níveis de cortisol ao mesmo tempo.

Quando feito de forma moderada e saudável, o fluxo sanguíneo funcionará corretamente. Se o seu cão não sofre de problemas graves nas articulações, caminhadas regulares e brincadeiras podem certamente ajudar a controlar os sintomas. O mais importante é descobrir que tipo de exercício funciona melhor, comece devagar e vá aumentando à medida que avança se notar algum progresso.

3. Coloque uma tigela de água em cada quarto

O aumento da sede pode ser tratado aumentando a ingestão de água de seu cão, pois ele pode ficar muito impaciente se a água não estiver disponível imediatamente. Portanto, colocar tigelas de água em cada cômodo da casa ajudará seu cão a receber a água necessária quando ele precisa.

Você pode até mesmo ensinar seu cão a virar a tigela para dizer que não há mais água. A quantidade recomendada de ingestão de água por dia é de cerca de 66 ml, mas não restrinja seu cão se ele precisar de mais.

Pensamentos finais

Perceber os primeiros sinais da doença de Cushing é o primeiro passo importante para lidar com ela. Isso irá ajudá-lo ainda mais a tomar as medidas adequadas e dar ao seu cão os cuidados adequados de que ele precisa. Além disso, antes de decidir quais tratamentos você irá fazer, é importante que você faça todos os exames necessários para definir o tipo de doença de Cushing.

Depois de fazer os testes completos, juntamente com o seu veterinário, você poderá decidir sobre um método de tratamento que tornará mais fácil lidar com esta doença. Em qualquer caso, mantenha este guia por perto para ajudar você e seu cão a superar esta doença com menos problemas e proporcionar ao seu animal uma vida mais longa e feliz.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format