Irã diz que não reconhecerá oficialmente Taliban após negociações de Teerã


0

O Irã está em contato constante com o Talibã desde sua aquisição em agosto, mas pediu um governo inclusivo.

Uma imagem mostra o ex-ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, reunido com o oficial do Taleban, mulá Abdul Ghani Baradar, em Teerã no ano passado [File: Tasnim via AFP]

Teerã, Irã – O Irã ainda está a algum tempo de reconhecer oficialmente o Talibã como o governo do vizinho Afeganistão, diz seu Ministério das Relações Exteriores, após uma reunião com o grupo em Teerã.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Saeed Khatibzadeh, disse que as conversas de alto nível de domingo com representantes do Talibã foram “positivas”, mas o Irã ainda “não está a ponto de reconhecer oficialmente o Talibã”.

“A condição atual do Afeganistão é uma grande preocupação para a República Islâmica do Irã e a visita da delegação afegã estava no quadro dessas preocupações”, acrescentou ele em entrevista coletiva na segunda-feira.

A delegação do Talibã, liderada pelo ministro das Relações Exteriores do grupo, Amir Khan Muttaqi, encontrou seus homólogos iranianos liderados pelo ministro das Relações Exteriores, Hossein Amirabdollahian.

Foi a primeira visita desse tipo de uma delegação do Talibã desde que o grupo causou o colapso do governo do país, apoiado pelo Ocidente, em meio à retirada caótica das forças lideradas pelos Estados Unidos em agosto.

Desde a queda de Cabul, a posição oficial do Irã é que só reconhecerá o Talibã se ele conseguir formar um governo “inclusivo”. O Irã e o Talibã estão em contato desde então, com o enviado especial iraniano Hassan Kazemi-Qomi fazendo várias viagens ao Afeganistão nos últimos meses.

Conflito de fronteira ‘mal-entendido’

Antes da reunião de domingo, ambos os lados disseram que desejam discutir questões políticas, econômicas, de trânsito e de refugiados.

De acordo com um comunicado do Ministério das Relações Exteriores iraniano, Amirabdollahian criticou “políticas erradas” dos Estados Unidos e seus aliados no Afeganistão durante a reunião, e disse que os EUA devem suspender suas sanções com base em motivos humanitários e para ajudar o povo e a economia afegãos.

Ele também prometeu que o Irã continuará a enviar ajuda humanitária ao seu vizinho e disse: “os esforços do zeloso povo do Afeganistão mostraram que nenhuma potência estrangeira pode ocupar o Afeganistão e governar seu povo”.

Amirabdollahian também lembrou Muttaqi do assassinato de diplomatas iranianos em 1998 em Mazar-i-Sharif durante um cerco ao consulado no Afeganistão controlado pelo Talibã e disse que o Talibã agora tem a responsabilidade de proteger os escritórios diplomáticos.

As forças fronteiriças do Irã e do Talibã também tiveram um breve confronto no mês passado em Hirmand, que ambos mais tarde descreveram como um “mal-entendido”.

Muttaqi foi citado como tendo dito durante a reunião de domingo que o novo governo afegão enfatiza o ponto de que “não é contra nenhum de seus países vizinhos”.

Os dois lados também concordaram que novas reuniões serão agendadas entre delegações técnicas para discutir a questão dos direitos de água do Irã no rio Helmand.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *