Ex-presidente de Mianmar diz que exército tentou forçá-lo a ceder o poder


0

O testemunho de Win Myint no tribunal desafia a insistência do exército de que nenhum golpe ocorreu e que o poder foi transferido legalmente.

Win Myint estava testemunhando ao lado de Aung San Suu Kyi, laureada com o Nobel da paz e líder do governo de fato antes do golpe, em seu julgamento por acusações que incluíam sedição e incitamento [File: Stinger/AFP]

Win Myint, o presidente civil de Mianmar que foi destituído do cargo pelos militares, testemunhou que os generais tentaram forçá-lo a abrir mão do poder horas antes do golpe de 1º de fevereiro, alertando-o que ele poderia ser seriamente prejudicado se recusasse, segundo seu advogado.

Os primeiros comentários públicos de Wim Myint desde que ele foi deposto desafiam a afirmação dos militares de que nenhum golpe ocorreu e que o poder foi legalmente transferido para os generais por um presidente interino.

Win Myint estava testemunhando no tribunal ao lado de Aung San Suu Kyi, a ganhadora do Prêmio Nobel da Paz e de fato líder do governo antes do golpe, em seu julgamento por acusações que incluíam sedição e incitamento, decorrentes de cartas com seus nomes enviadas a embaixadas pedindo aos diplomatas que não para reconhecer o regime militar.

Win Myint, que era o chefe de estado de Mianmar, disse ao tribunal da capital Naypyidaw que dois altos oficiais militares o abordaram em 1º de fevereiro e lhe disseram para renunciar, alegando problemas de saúde.

“O presidente recusou a proposta, dizendo que estava com boa saúde”, disse o advogado de defesa Khin Maung Zaw em uma mensagem de texto em inglês enviada a repórteres, citando seu depoimento.

“Os oficiais o avisaram que a negação lhe causaria muitos danos, mas o presidente disse que ele preferia morrer a consentir.”

Aung San Suu Kyi também deve testemunhar pela primeira vez no final deste mês.

Um porta-voz do conselho militar de Mianmar não respondeu a ligações pedindo comentários na terça-feira.

A repressão continua

Khin Maung Zaw disse que a defesa rejeitou as acusações contra Win Myint e Aung San Suu Kyi, pois estavam sendo mantidos incomunicáveis.

Win Myint e Aung San Suu Kyi rejeitaram várias acusações contra eles como falsas. O advogado de defesa, que representa os dois, disse que Aung San Suu Kyi sugeriu que o depoimento de terça-feira fosse tornado público.

Mianmar tem sido devastada pela violência desde que as forças armadas intervieram para impedir Aung San Suu Kyi de formar um novo governo, três meses depois que seu partido foi reeleito ao cargo em um deslizamento de terra.

Os generais têm procurado justificar o golpe alegando que a eleição foi marcada por uma fraude, ameaçando a soberania do país. No entanto, a comissão eleitoral não encontrou evidências de irregularidades na pesquisa.

O vice-presidente, Myint Swe, um ex-oficial do exército, foi empossado como presidente em 1o de fevereiro e imediatamente entregou o poder aos militares para supervisionar o estado de emergência.

Os generais não divulgaram publicamente como Myint Swe assumiu a presidência de Win Myint.

Os militares têm reprimido brutalmente os dissidentes – atirando em manifestantes, prendendo supostos dissidentes em reides noturnos, fechando meios de comunicação e prendendo jornalistas.

Na quarta-feira, postagens nas redes sociais mostraram casas nas regiões de Sagaing, Mandalay e Magway supostamente destruídas pelos militares.

Outra postagem mostrava uma operação noturna anti-golpe em um vilarejo na região de Sagaing. Pelo menos 10 ativistas políticos também foram detidos pelas autoridades no município de Yangon, em Dagon, na terça-feira.

Desde o golpe de fevereiro, mais de 1.000 civis foram mortos, de acordo com um grupo de monitoramento local.

O representante especial da Associação das Nações do Sudeste Asiático ainda não visitou o país e as negociações ainda estão em andamento para que ele se reúna com os militares e também com os líderes da oposição.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format