Como ajudar alguém com depressão


0

Nunca é fácil enfrentar a depressão. Por uma série de razões, as pessoas com depressão podem resistir a procurar ajuda.

Antigos preconceitos sobre doenças mentais podem motivar algumas pessoas a evitar o diagnóstico e, assim, deixar de procurar tratamento. Outros pacientes podem simplesmente não perceber que não estão agindo como eles próprios. É aí que entram os entes queridos. Pode ser que as pessoas mais próximas da pessoa deprimida a estimulem gentilmente a procurar ajuda profissional.

Fora das sombras

Novas terapias para a depressão e uma consciência cultural mais ampla da natureza médica dessa condição ajudaram a tirar a depressão das sombras.

Pessoas com depressão grave podem ficar deprimidas demais para tomar a iniciativa de procurar ajuda. Entre os sintomas da depressão estão uma perspectiva negativa e uma sensação de desesperança. Esses sintomas podem tornar difícil para o paciente imaginar uma melhora.

Nesses casos, é importante que o parceiro, amigo ou membro da família insista gentilmente, mas com firmeza, para que a pessoa amada receba ajuda. Converse com eles sobre seus sintomas de uma forma sem julgamentos. Ofereça-se para marcar uma consulta com um médico de família ou profissional de saúde mental e certifique-se de que eles compareçam à consulta. No final das contas, você não pode forçar seu ente querido a buscar ajuda, mas pode oferecer apoio e encorajamento.

Se você for junto, ajude seu ente querido a preparar perguntas para o médico e a seguir as recomendações dele.

A depressão não é uma falha de caráter

A depressão não é culpa de ninguém, nem é uma escolha. A depressão é uma doença.

Pessoas com depressão clínica não conseguem “sair dessa” por conta própria. Às vezes, a depressão se manifesta de maneiras inesperadas. Normalmente, uma pessoa pode se tornar letárgica ou retraída, dormir excessivamente (ou lutar contra a insônia), sentir-se desamparada ou sem esperança ou mostrar sinais de ódio por si mesma, culpa ou sentimentos de inutilidade. Outros podem ficar agitados, irritados, inquietos e até com raiva. Nesses casos, eles podem atacar as pessoas mais próximas a eles. Lembre-se de que esses ataques não são pessoais. A pessoa ainda precisa de ajuda, apesar de insistir em ficar sozinha.

Depois que seu ente querido começa o tratamento, seja ele terapia medicamentosa, psicoterapia ou ambas, é importante permanecer envolvido. Eles provavelmente precisarão de apoio e incentivo contínuos. Esteja disposto a ouvir e tenha cuidado para não forçar demais. Você também precisa estar vigilante. As primeiras semanas após o início da medicação, por exemplo, são especialmente importantes, pois os pensamentos suicidas podem aumentar por algum tempo durante esse período.

Os antidepressivos modernos costumam levar várias semanas para atingir sua eficácia total. Nesse ínterim, uma pessoa com depressão pode ficar ainda mais desanimada, pensando que as coisas nunca vão melhorar. Cabe a um ente querido mantê-los no caminho, encorajá-los e tranquilizá-los.

Também é importante monitorar qualquer mudança para pior. O aprofundamento da depressão pode ser sério e pode justificar uma ligação a um profissional de saúde para obter mais conselhos.

Você também pode precisar ajudar a garantir que seu ente querido coma de forma regular e saudável e faça exercícios regularmente. Foi demonstrado que uma boa nutrição e exercícios regulares melhoram os sintomas da depressão.

Cuide-se também

Muito freqüentemente, quando uma doença grave atinge um ente querido, o parceiro ou cônjuge do paciente concentra toda a sua energia em ajudar o paciente, excluindo suas próprias necessidades.

A depressão pode ser uma doença séria e profundamente perturbadora, mas você também precisa cuidar de si mesma. É mais importante do que nunca continuar a fazer exercícios, comer bem e reservar um tempo para relaxar.

Agora não é o momento de lidar com a situação sozinho. Peça ajuda e apoio adicional a amigos ou familiares. A pessoa deprimida pode desejar ocultar seu diagnóstico, mas o sigilo é contraproducente. Você não pode e não deve carregar sozinho o fardo da doença. No entanto, você deve ter em mente que não deve revelar o diagnóstico do seu ente querido se ele não quiser. Discuta o assunto com a pessoa deprimida e lembre-se de que a decisão é dela.

Viver com depressão pode ser estressante. Se o seu ente querido recusa o tratamento ou acaba de começar o tratamento, ele pode exigir monitoramento constante. É importante pedir ajuda. Converse com o médico do seu parceiro sobre os grupos de apoio dos quais você pode participar. Muitas vezes ajuda saber que você não está sozinho.

Faça uma intervenção, se necessário

Freqüentemente, as pessoas com depressão não querem ou são incapazes de reconhecer que existe um problema sério. Nessas ocasiões, pode ser necessário encenar uma intervenção. Novamente, é crucial buscar a ajuda de amigos próximos ou familiares. Explique a situação para eles. Em seguida, agende um horário em que todos possam se reunir para expressar suas preocupações coletivas.

Lembre-se de que você deve se aproximar da pessoa amada com gentileza. Use compaixão e compreensão, não julgamento. Ofereça-se para emprestar apoio, mas continue insistindo que eles tomem medidas para resolver o problema.

Prevenção de suicídio

Se você acha que alguém está em risco imediato de se machucar ou machucar outra pessoa:

  • Ligue para o 911 ou seu número de emergência local.
  • Fique com a pessoa até que chegue ajuda.
  • Remova quaisquer armas, facas, medicamentos ou outras coisas que possam causar danos.
  • Ouça, mas não julgue, discuta, ameace ou grite.

Se você acha que alguém está pensando em suicídio, obtenha ajuda de uma linha direta de prevenção de crises ou suicídio. Experimente o National Suicide Prevention Lifeline em 800-273-8255.

Fontes: National Suicide Prevention Lifeline e Abuso de substâncias e administração de serviços de saúde mental


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format