Como a perda de peso se relaciona com a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC)


0

Visão geral

A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é uma doença que causa dificuldades respiratórias.

É a quarta causa de morte mais comum entre as pessoas nos Estados Unidos, de acordo com o Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC). Obter tratamento e desenvolver hábitos de vida saudáveis ​​são essenciais para melhorar sua perspectiva com relação a essa condição.

Além de causar dificuldades respiratórias, a DPOC também pode levar a uma perda significativa de peso.

De acordo com uma revisão da literatura publicada no Journal of Translational Internal Medicine, 25 a 40 por cento das pessoas com DPOC têm baixo peso corporal. A perda de peso não intencional é um sinal de um problema sério, especialmente se você perder alguns quilos em um curto período de tempo.

Para promover uma boa qualidade de vida e saúde geral com DPOC, é importante aprender como manter seu peso e atender às suas necessidades nutricionais.

Comer calorias e nutrientes suficientes é essencial para apoiar o seu:

  • respiração
  • Sistema imune
  • níveis de energia

Efeitos da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC)

A DPOC se desenvolve como resultado de lesão pulmonar. Existem duas formas principais desta doença:

  • bronquite crônica
  • enfisema

A bronquite crônica causa inflamação grave (inchaço) e irritação nas vias respiratórias dos pulmões. Isso, por sua vez, leva ao acúmulo de muco. Esse muco bloqueia as vias aéreas, dificultando a respiração adequada.

O enfisema se desenvolve quando os sacos de ar nos pulmões são danificados. Sem bolsas de ar suficientes, seus pulmões não podem absorver oxigênio e liberar dióxido de carbono adequadamente.

Fumar é a causa mais comum de DPOC. Problemas respiratórios e tosse constante (ou “tosse de fumante”) costumam ser os primeiros sinais da doença.

Outros sintomas de DPOC incluem:

  • aperto no seu peito
  • produção de expectoração, ou catarro, com tosse
  • falta de ar após esforço físico moderado

  • respiração ofegante
  • dores musculares ou mialgia

  • dores de cabeça

A DPOC se desenvolve lentamente. Você pode não perceber nenhum sintoma incômodo até que a doença tenha progredido além dos estágios iniciais.

Muitas pessoas com DPOC recebem um diagnóstico em estágio avançado porque procuram atendimento médico tardiamente.

A ligação entre DPOC e perda de peso

A perda de peso é um sinal de DPOC grave.

Nesse estágio da doença, os danos aos pulmões se tornam tão graves que o volume do pulmão aumenta de tamanho, o que acaba achatando o diafragma, reduzindo o espaço entre os pulmões e o estômago.

Quando isso acontece, seus pulmões e estômago podem empurrar um contra o outro e causar desconforto ao comer. Um diafragma achatado também torna a respiração mais difícil.

Comer muito rápido ou comer certos alimentos pode causar inchaço ou indigestão, o que também pode dificultar a respiração. Isso também pode desencorajá-lo a fazer refeições regulares e saudáveis.

Os gatilhos comuns incluem:

  • alimentos salgados
  • alimentos picantes
  • comidas fritas
  • alimentos ricos em fibras
  • bebidas carbonatadas
  • cafeína

Às vezes, o esforço físico para preparar alimentos pode ser demais para pessoas com DPOC. Você pode se sentir cansado ou sem fôlego ao cozinhar. Isso pode desencorajá-lo a fazer lanches e refeições.

A DPOC também pode contribuir para problemas de saúde mental, que por sua vez podem afetar seu apetite e hábitos alimentares. Quando você está lidando com os efeitos da DPOC, não é incomum sentir depressão ou ansiedade.

Esses desafios de saúde mental afetam a todos de maneira diferente. Algumas pessoas comem mais e ganham peso, enquanto outras comem menos e perdem peso.

Mesmo se você tiver um bom apetite, seu corpo queima mais calorias ao respirar com os pulmões danificados do que com os saudáveis.

De acordo com a COPD Foundation, as pessoas com essa condição precisam de 430 a 720 calorias extras por dia.

As necessidades de altas calorias, e não ser capaz de atendê-las, pode levar à perda de peso não intencional.

Complicações de estar abaixo do peso

Estar abaixo do peso geralmente está associado a uma nutrição deficiente. Em pessoas com DPOC, os efeitos da má nutrição podem ser particularmente graves.

Não receber nutrientes suficientes enfraquece o sistema imunológico e aumenta o risco de infecções. É por isso que muitas pessoas com DPOC são hospitalizadas com infecções no peito.

Estar abaixo do peso e desnutrido também pode fazer você se sentir extremamente cansado. A fadiga crônica torna difícil concluir as tarefas diárias.

Dicas para manter um peso saudável

Para aumentar o peso corporal e, ao mesmo tempo, obter os nutrientes adequados, pode ajudar:

  • comer refeições pequenas, mas frequentes ao longo do dia
  • encontre maneiras de comer alimentos com alto teor calórico, como produtos com leite integral (“leite integral”) em vez de produtos com baixo teor de gordura
  • reduza a ingestão de líquidos durante as refeições para permitir mais espaço em seu estômago para alimentos
  • beba mais líquidos entre as refeições
  • evite alimentos e bebidas que causam inchaço
  • comer enquanto usa tratamentos de oxigênio
  • descanse antes de comer

Em alguns casos, seu médico ou nutricionista pode incentivá-lo a adicionar um suplemento nutricional à sua dieta.

Simplifique seus lanches e refeições

Encontrar maneiras de preparar lanches e refeições com mais facilidade também pode ajudá-lo a atender às suas necessidades nutricionais.

Por exemplo, você pode reduzir parte do trabalho físico que a culinária envolve, comprando:

  • produto pré-cortado
  • refeições para micro-ondas
  • outros produtos embalados

Reduzir o sódio

Quando estiver comprando produtos alimentícios pré-preparados ou embalados, procure opções com baixo teor de sódio. Comer muito sódio faz com que seu corpo retenha água, o que coloca mais pressão nos pulmões.

Preste atenção à sua saúde mental

Se você perceber que perdeu peso na mesma época em que experimenta sentimentos de depressão, ansiedade ou estresse, pergunte a seu médico sobre maneiras de melhorar sua saúde mental.

Antidepressivos e outros tratamentos podem ajudá-lo a controlar seu peso enquanto melhoram seu humor e sua perspectiva de vida.

Para obter mais dicas e suporte, seu médico pode encaminhá-lo a um nutricionista registrado ou outro especialista. Um nutricionista registrado pode ajudá-lo a desenvolver maneiras de ajustar sua dieta enquanto enfrenta a DPOC.

O takeaway

Não há cura para a DPOC, mas tomar medidas para tratar e controlar a doença pode ajudar a melhorar sua saúde e qualidade de vida.

Manter um peso saudável e comer alimentos ricos em nutrientes são essenciais para atender às necessidades de saúde do seu corpo com DPOC. Também é útil evitar alimentos que desencadeiam ou pioram os sintomas.

Para cumprir seus objetivos de controle de peso e nutrição, tente fazer algumas pequenas mudanças em sua dieta e hábitos alimentares de cada vez. Para obter mais dicas, marque uma consulta com um nutricionista registrado.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format