Ciclone Shaheen atinge partes de Omã e Irã


0

Os moradores pediram para evacuar as áreas costeiras e as autoridades atrasaram os voos de ida e volta para a capital de Omã, Mascate.

Carros são abandonados em uma rua inundada enquanto o ciclone Shaheen atinge a costa de Muscat, Omã, no domingo [Sultan al-Hassani/Reuters]
Carros são abandonados em uma rua inundada enquanto o ciclone Shaheen atinge a costa de Muscat, em Omã, no domingo. [Sultan al-Hassani/Reuters]

Pelo menos nove pessoas foram mortas em Omã e no Irã no domingo, quando o ciclone tropical Shaheen atingiu partes de suas costas.

Em Omã, dois trabalhadores asiáticos morreram em um deslizamento de terra que atingiu sua área residencial em uma zona industrial como resultado do ciclone. Uma criança que foi arrastada pela tempestade foi encontrada morta, disse a agência de notícias estatal, e outra pessoa estava desaparecida.

“O olho do ciclone tropical está entrando atualmente entre os estados de Musanah e Suwaiq, acompanhado por chuvas muito fortes e ventos fortes. A velocidade do vento na parede do ciclone está entre 120-150km por hora [75-93 mph]”, Relatou a agência de notícias estadual.

O ciclone Shaheen fez com que as autoridades suspendessem os voos de ida e volta para a capital, Mascate, e instou os residentes a evacuar as áreas costeiras.

O ciclone deverá “impactar diretamente o norte de Al-Batinah, Al Dhahira, Al Buraimi e Al Dakhliya”, disse um comunicado da agência meteorológica do país, acrescentando que Shaheen foi rebaixado a tempestade tropical depois de atingir a costa de Omã.

Ruas inundadas são vistas quando o ciclone Shaheen atinge a costa de Mascate [Sultan Al Hassani/Reuters]

‘Risco de alta inundação’

De acordo com o especialista em clima da Al Jazeera, Jeff Harrington, uma das maiores ameaças que o ciclone representa é que no clima desértico de Omã “o solo está totalmente seco, então não pode absorver a chuva”.

“A segunda parte é que esta é uma área montanhosa, o que significa que a chuva cai bem alto e jorra, então a combinação de ambas levaria ao risco de grandes inundações”, disse Harrington.

Do outro lado do mar, no Irã, seis pessoas foram mortas no porto de Chabahar, na província de Sistan-Baluchestan, no sudeste do país, informou a agência de notícias do parlamento ICANA, citando o vice-presidente Ali Nikzad.

“A infraestrutura, incluindo instalações elétricas e estradas, foi danificada”, disse o governador provincial, Hossein Modarres-Khiabani, à agência de notícias oficial iraniana IRNA.

O foco da tempestade estava a 220 quilômetros da costa da província, disse ele.

‘Condições climáticas adversas’

De volta a Omã, o comitê nacional de emergência disse que o fornecimento de energia seria cortado em al-Qurm, a leste da capital, para evitar acidentes. Mais de 2.700 pessoas foram colocadas em abrigos de emergência.

A maior parte dos cinco milhões de habitantes do país exportador de petróleo vive em Muscat e arredores. As estradas na capital estariam abertas apenas para veículos em viagens de emergência e humanitárias até que a tempestade diminua, disseram as autoridades.

Omã também declarou feriado nacional de dois dias no domingo e na segunda-feira, fechando escolas, “devido às condições climáticas adversas”, informou a agência de notícias estatal.

Tempestades mortais são ocorrências periódicas no Golfo. Em julho, o norte de Omã foi atingido por fortes chuvas, granizo e ventos fortes.

Em maio de 2018, o ciclone Mekunu atingiu o sul de Omã e a ilha iemenita de Socotra, matando pelo menos 11 pessoas.

Omã reabriu suas portas para turistas estrangeiros no mês passado, após um fechamento imposto pela COVID.

O país do Golfo – conhecido por seu rico patrimônio, litoral cênico e terreno deslumbrante – já foi duramente atingido pela queda nos preços mundiais do petróleo bruto desde 2014 e pela pandemia do coronavírus.

Um SUV passa por uma rua inundada enquanto o ciclone Shaheen atinge a costa de Muscat [Sultan Al Hassani/Reuters]

Os Emirados Árabes Unidos também estavam se preparando para o possível impacto de Shaheen com as autoridades de emergência pedindo às pessoas que evitem praias e áreas baixas.

“Gostaríamos de garantir a todos que as autoridades envolvidas estão em alerta máximo e preparadas para lidar com qualquer situação tropical que se avizinha”, disse a Autoridade Nacional de Gerenciamento de Desastres e Crises de Emergência.

Todas as obras foram paralisadas em Al-Ain, na fronteira com Omã, até terça-feira, informou a assessoria de imprensa de Abu Dhabi, enquanto as crianças estudarão remotamente na segunda e na terça-feira.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format