Causas da artrite psoriática, além de fatores de risco e gatilhos


0

Grace Cary / Getty Images

A artrite psoriática (APs) é um tipo de artrite que pode afetar indivíduos com psoríase. O APs pode causar dor, inchaço e rigidez nas articulações. Com o tempo, pode causar danos nas articulações e também afetar a qualidade de vida.

Neste artigo, discutimos as causas, os gatilhos e os fatores de risco associados à APs. Em seguida, abordaremos como evitar surtos de PsA e onde encontrar suporte.

O que causa a artrite psoriática?

Como a psoríase, a PsA é uma doença auto-imune. Em uma doença auto-imune, o sistema imunológico ataca erroneamente os tecidos saudáveis ​​do corpo. Outros exemplos de doenças autoimunes são a artrite reumatóide (AR) e o lúpus.

Quando o sistema imunológico ataca tecidos saudáveis, pode causar inflamação e danos aos tecidos. Isso é o que causa os sintomas da APs.

No entanto, atualmente não está claro por que o sistema imunológico atua dessa forma no APs. Acredita-se que uma complexa mistura de influências genéticas e ambientais desempenhe um papel no desenvolvimento da doença.

Influências genéticas

Os genes mais bem estudados associados ao PsA são aqueles no complexo do antígeno leucocitário humano (HLA). Este é um grupo de genes que ajuda o sistema imunológico a diferenciar suas próprias proteínas das de patógenos, como bactérias e vírus.

Os genes HLA têm naturalmente muitas variações, que ajudam o sistema imunológico a responder a uma infinidade de proteínas estranhas. No entanto, algumas variações de HLA estão associadas a diferentes tipos de APs, bem como à gravidade e progressão da APs.

Vários outros genes não HLA também foram associados ao APs. Esses genes estão envolvidos no controle de diferentes aspectos da sinalização e ativação do sistema imunológico.

Influências ambientais

Vários fatores ambientais diferentes foram identificados como tendo um papel no desenvolvimento da APs, particularmente em indivíduos que têm uma predisposição genética para a doença. Os cientistas ainda estão trabalhando para aprender mais sobre este tópico.

Alguns dos fatores ambientais potenciais que podem contribuir para o desenvolvimento de APs incluem:

  • infecções, como aquelas com Estreptococo bactérias
  • lesões físicas ou traumas
  • estresse físico ou psicológico, como frequentemente levantar cargas pesadas ou mudar para uma nova casa

Quais são os fatores de risco para artrite psoriática?

Agora vamos examinar alguns dos fatores de risco associados ao APs. Um fator de risco é qualquer coisa que aumenta a probabilidade de desenvolver uma condição.

Tendo psoríase

Se você tem psoríase, é mais provável que desenvolva APs. De acordo com a National Psoriasis Foundation, cerca de 30 por cento das pessoas com psoríase também têm APs.

Na maioria das vezes, a APs se desenvolve depois que um indivíduo é diagnosticado com psoríase. No entanto, em cerca de 17 por cento das pessoas com APs, os sintomas da artrite aparecem antes dos sintomas cutâneos da psoríase.

Era

A APs normalmente se desenvolve anos após o início da psoríase. Como tal, ocorre com mais frequência em indivíduos entre 30 e 50 anos. Os indivíduos mais jovens também podem desenvolver APs, embora isso seja menos comum.

História de família

O PsA pode funcionar em famílias. Na verdade, estima-se que entre 33 e 50 por cento das pessoas com APs têm pelo menos um parente próximo que tem psoríase ou APs.

Por causa disso, se você tem um parente próximo, como um pai ou irmão, que tem psoríase ou APs, você corre um risco maior de desenvolver uma ou ambas as doenças.

Sintomas de psoríase

Coorte e baseado na população estudos de indivíduos com psoríase identificaram alguns tipos de sintomas de psoríase como fatores de risco para o desenvolvimento de APs. Esses incluem:

  • psoríase severa
  • psoríase que afeta o couro cabeludo ou nádegas
  • alterações nas unhas, como corrosão ou rachadura

  • uveíte

Ter obesidade

Algum estudos identificaram a obesidade como um fator de risco para o desenvolvimento de APs em pessoas com psoríase. Observou-se que o risco de APs aumenta com o aumento do índice de massa corporal (IMC).

Exposições ambientais

Como discutimos anteriormente, junto com os fatores genéticos, certos fatores ambientais estão associados ao início da APs em pessoas com psoríase. Como tal, se você tem psoríase, a exposição aos seguintes pode aumentar o risco de APs:

  • certas infecções
  • lesões físicas ou traumas
  • estresse físico ou psicológico

O que desencadeia a artrite psoriática?

Os sintomas de APs às vezes podem piorar com o tempo. Isso é chamado de surto. Durante um surto de PsA, é possível experimentar um aumento:

  • sintomas nas articulações afetadas, como:
    • dor
    • rigidez
    • inchaço
    • cordialidade
  • sintomas cutâneos de psoríase
  • fadiga
  • sintomas psicológicos, como depressão ou ansiedade

Os surtos de PsA podem ser desencadeados por uma variedade de coisas. Como a resposta imunológica é desregulada na APs, os desencadeadores dos surtos costumam aumentar a inflamação no corpo, principalmente se afetarem a pele ou as articulações.

Alguns gatilhos de surto de PsA a serem considerados incluem:

  • pular ou interromper seus medicamentos para psoríase ou APs
  • estresse
  • tensão nas articulações, devido a coisas como trabalho físico ou excesso de peso ou obesidade
  • lesão física ou trauma, como solavancos, golpes ou quedas
  • pele seca
  • lesão ou trauma em sua pele, o que pode acontecer devido a coisas como:
    • cortes ou arranhões
    • queimaduras de sol
    • dermatite
    • mordidas de insetos
    • infecções de pele
    • fazendo uma tatuagem ou piercing
  • infecções como faringite estreptocócica ou gripe
  • fumar
  • consumo frequente ou pesado de álcool
  • tempo frio e seco
  • certos medicamentos, como:
    • lítio
    • bloqueadores beta
    • medicamentos antimaláricos

É importante observar que as coisas que desencadeiam um surto de APs podem variar entre os indivíduos. Se você tem PsA, é importante determinar quais são os seus gatilhos de surto para que você possa tomar medidas para evitá-los.

Que práticas preventivas você pode seguir para evitar surtos?

Embora nem todos os desencadeadores de surtos de PsA possam ser evitados, existem algumas mudanças no estilo de vida que você pode implementar em sua vida diária para ajudar a prevenir a ocorrência de surtos de PsA. Vamos dar uma olhada nisso agora.

Proteja sua pele

Lesões ou traumas na pele podem desencadear surtos de APs. Há muitas coisas que você pode fazer no seu dia-a-dia para ajudar a proteger sua pele. Algumas dicas incluem:

  • Use uma loção ou creme hidratante regularmente para evitar que a pele resseque. Algumas vezes em que é importante hidratar incluem:
    • após o banho ou duche
    • Depois de nadar
    • durante o tempo que está frio ou seco
  • Ao tomar banho ou ducha, tente manter a temperatura da água morna, não quente.
  • Certifique-se de escolher produtos para a pele e roupas sem fragrância, que têm menos probabilidade de causar irritação na pele.
  • Use protetor solar e roupas de proteção solar para evitar queimaduras solares sempre que sair de casa.
  • Se você tiver dermatite ou picada de inseto, use uma compressa fria ou um creme anti-coceira para aliviar a coceira. Resista à tentação de arranhar, pois isso pode irritar ainda mais sua pele.
  • Trate quaisquer cortes ou arranhões imediatamente.
  • Evite fazer tatuagens ou piercings.

Tome medidas para diminuir o estresse

O estresse é um gatilho muito comum para surtos de APs, por isso é importante explorar maneiras eficazes de reduzir o estresse em sua vida diária. Alguns exemplos de coisas a considerar incluem:

  • fazendo exercícios regulares
  • fazendo yoga
  • experimentando meditação
  • usando exercícios de respiração
  • dando um passeio lá fora

  • ouvindo musica calmante
  • enrolando-se com um bom livro
  • engajar-se em um hobby que você gosta
  • juntar-se a um grupo de apoio para pessoas com psoríase ou APs

Considere comida e bebida

Beber álcool com frequência ou em excesso pode afetar o funcionamento da psoríase ou dos medicamentos para APs, podendo levar a um surto. Por isso, procure consumir álcool com moderação.

Também pode ser útil introduzir mais alimentos antiinflamatórios em sua dieta. Alguns exemplos de tais alimentos incluem:

  • vegetais frescos como brócolis, espinafre e couve
  • frutas frescas, como frutas vermelhas, uvas e tomates
  • gorduras saudáveis, como as encontradas em peixes gordurosos, abacates e azeite de oliva extra virgem
  • grãos inteiros
  • especiarias com propriedades antiinflamatórias, como açafrão e gengibre

Também é uma boa ideia cortar os alimentos que podem causar inflamação. Alguns exemplos incluem alimentos fritos, carboidratos refinados e carnes processadas.

Parar de fumar

Fumar é um fator de risco para uma variedade de condições e também pode levar a surtos de APs. Como tal, é importante tomar medidas para parar de fumar. Se você fuma, converse com seu médico para desenvolver um plano de parar de fumar que você possa seguir.

Cuidado com seus medicamentos

Pular ou interromper seus medicamentos de APs pode causar um surto. Por isso, sempre tome seus medicamentos exatamente como indicado pelo seu médico.

Alguns tipos de medicamentos podem desencadear surtos de APs. Se você acha que um medicamento está causando o surto de APs, converse com seu médico. É possível que eles possam ajustar a dosagem ou mudar você para um tipo diferente de medicamento.

Nunca pare de tomar qualquer medicamento sem primeiro consultar o seu médico. Isso pode ser potencialmente prejudicial à sua saúde.

Mantenha um diário

Se ainda não estiver claro o que desencadeia os surtos de PsA, pode ser útil manter um diário para registrar as coisas que acontecem no seu dia-a-dia. Alguns exemplos de coisas a incluir em seu diário são:

  • dieta
  • níveis de estresse
  • rotinas de cuidados com a pele
  • qualidade do sono
  • doenças recentes
  • medicamentos ou suplementos que você tomou
  • quaisquer inchaços, golpes ou lesões de pele recentes

Você pode consultar este diário quando tiver um surto de APs para identificar o que pode estar desencadeando a ocorrência de seus surtos.

Onde posso encontrar recursos e suporte para a artrite psoriática?

Embora o manejo médico para APs seja importante, o apoio social também é vital. Muitas pessoas com APs podem relatar sentimentos de ansiedade ou depressão. Buscar suporte e conectar-se com outras pessoas pode ajudar.

A National Psoriasis Foundation tem muitas informações educacionais sobre psoríase e APs. Eles também fornecem muitos tipos diferentes de recursos de suporte, como:

  • o Centro de Navegação do Paciente, que pode ser acessado por telefone, e-mail ou chat online e tem como objetivo ajudá-lo:
    • encontre um profissional de saúde em sua área
    • aprender sobre as diferentes opções de tratamento de APs
    • discutir seguro saúde e maneiras de reduzir o custo dos medicamentos
    • conectar-se com outras pessoas com PsA
  • MyPsoriasisTeam, que é uma comunidade online segura com mais de 90.000 membros, onde você pode se conectar com outras pessoas ao redor do mundo que vivem com psoríase ou APs

  • uma biblioteca de podcasts, que fornece informações atualizadas sobre vários tópicos de psoríase e PsA
  • uma lista de eventos, presenciais ou online, onde você pode interagir com outras pessoas que vivem com psoríase ou psA

A Arthritis Foundation fornece informações e recursos para indivíduos com todos os tipos de artrite, incluindo APs. Alguns de seus recursos de suporte incluem:

  • o Live Yes! Arthritis Network, que inclui uma comunidade online e um grupo de bate-papo virtual onde você pode conhecer outras pessoas que estão compartilhando experiências semelhantes
  • um blog, que é atualizado regularmente e cobre uma variedade de tópicos relacionados à artrite

Também pode ser útil conversar com seu médico sobre recursos de apoio. Eles podem encaminhá-lo a um profissional de saúde mental especializado em ajudar pessoas com doenças crônicas e também podem ter informações sobre os grupos de apoio da APs perto de você.

Remover

A APs é uma doença auto-imune em que o sistema imunológico ataca erroneamente o tecido saudável. A causa exata da APs é desconhecida, mas acredita-se que seja uma combinação complexa de fatores genéticos e ambientais.

Existem também vários fatores de risco que podem aumentar o risco de APs em pessoas com psoríase. Alguns exemplos incluem história familiar, idade e certos tipos de sintomas de psoríase.

Os indivíduos que vivem com APs também podem ter crises periódicas, durante as quais os sintomas pioram. Eles podem ter uma variedade de gatilhos, como estresse, lesão de pele ou omissão de medicamentos de APs.

Existem várias coisas que você pode fazer em sua vida diária para ajudar a prevenir o surto de APs. Os exemplos incluem proteger a pele e reduzir os níveis de estresse. Se você achar que o seu APs aumenta com frequência, consulte o seu médico.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format