AFCON: Mali vence a Tunísia e árbitro encerra jogo prematuramente duas vezes


0

Janny Sikazwe, que apitou a Copa do Mundo de 2018, deu o apito final aos 85 minutos e depois aos 89.

Depois de um primeiro tempo monótono, o Mali começou bem o segundo [Issouf Sanogo/AFP]

O Mali venceu a Tunísia por 1 a 0 em um controverso jogo do Grupo F da Copa das Nações Africanas (AFCON), que foi encerrado prematuramente duas vezes pelo árbitro Janny Sikazwe, que mais tarde tentou jogar os quatro minutos finais apenas para os norte-africanos recusarem.

O zambiano Janny Sikazwe, que apitou a Copa do Mundo de 2018 na Rússia, inicialmente deu o apito final aos 85 minutos, pois errou a cronometragem.

Mas depois de continuar jogando, ele repetiu o erro quando acertou em cheio mais uma vez antes que o relógio tivesse passado para a marca de 90 minutos.

A Tunísia ficou furiosa e as autoridades invadiram o gramado em protesto, mas o troféu de melhor jogador foi entregue e as coletivas de imprensa pós-jogo em pleno andamento antes que os funcionários da Confederação Africana de Futebol (CAF) decidissem que os minutos restantes deveriam ser jogado.

Mali voltou a entrar em campo 40 minutos após o início da polêmica, mas a Tunísia se recusou a jogar e Sikazwe terminou o jogo pela terceira vez.

“Os jogadores tomaram banhos de gelo por 35 minutos antes de serem chamados novamente”, disse o técnico da Tunísia, Mondher Kebaier, a repórteres.

“Sou treinador há muito tempo, nunca vi nada parecido. Até o quarto oficial estava se preparando para levantar a prancha [to show minutes of injury time] e então o apito soou.”

A partida também teve dois pênaltis, com o atacante do Mali, Ibrahima Kone, convertendo sua tentativa após uma mão na bola, mas Wahbi Khazri, da Tunísia, não conseguiu seguir o exemplo, pois seu chute foi defendido pelo goleiro Ibrahima Mounkoro a 13 minutos do final.

Depois de um primeiro tempo monótono, o Mali teve um início brilhante para o segundo e, após apenas um minuto, recebeu um pênalti quando o chute de Boubacar Kiki Kouyate atingiu a mão de Elyas Skhiri quando o meio-campista da Tunísia deu as costas à bola.

Kone adiantou-se para converter a grande penalidade e dar a sua equipa a vantagem.

A Tunísia ganhou um pênalti aos 77 minutos, com Moussa Djenepo com a bola, e depois de consultar o árbitro assistente de vídeo, Sikazwe marcou o pênalti.

Mas o remate forte de Khazri foi batido por Mounkoro com uma excelente defesa.

Mali terminou o jogo com 10 jogadores depois de um duro cartão vermelho para El Bilal Toure quando ele desafiou a bola com Dylan Bronn e chegou um pouco atrasado.

“São questões administrativas. Disseram-nos para voltar ao campo porque o jogo não havia terminado”, disse o técnico do Mali, Mohamed Magassouba.

“Infelizmente, a equipe adversária não quis voltar e o apito final foi soado”, acrescentou.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format