12 maneiras de viver sozinho


0

mulher segurando planta em apartamento vazio

Configurando casa sozinho pela primeira vez?

Se você acabou de deixar um irmão ou dois que pratica a filosofia “o que é seu é meu”, ou decidiu tentar algo novo após uma sucessão de colegas de quarto ruins, você pode se sentir além pronto.

Mas talvez você não esteja positivamente entusiasmado com as novas circunstâncias. Se você acabou de romper com um parceiro que morava em casa ou teve outros planos que não deram certo como você esperava, você pode se acomodar em seu novo lugar com a decepção obscurecendo a situação.

Não importa o que você esteja sentindo – excitação, estresse ou qualquer coisa no meio – é normal sentir algum nervosismo também.

Mas você pode absolutamente viver sozinho, com segurança, sem se sentir sozinho no mundo. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a abraçar sua solidão recém-descoberta e encontrar satisfação em viver sozinho.

1. Conheça melhor a si mesmo

Morar sozinho pode ajudá-lo a encontrar tempo para trabalhar em seu relacionamento mais importante – aquele que você tem consigo mesmo.

Até que você more sozinho pela primeira vez, é bastante comum passar a maior parte do tempo na companhia de outras pessoas. Quando você se concentra em manter fortes conexões com amigos, família e parceiros românticos, porém, seu relacionamento com você mesmo pode ficar em segundo plano.

Se você está percebendo que pode não se conhecer tão bem quanto imaginava, agora tem a chance de realmente tomar posse de sua vida. Uma jornada de autodescoberta pode ser uma ótima maneira de começar esta nova aventura

Você pode considerar o que gosta de fazer no seu tempo livre, suas comidas favoritas e se você realmente gosta de assistir a todo aquele Netflix (não que haja algo de errado com isso). Mas não se esqueça das questões mais profundas também.

Se você acabou de sair de casa ou terminou um relacionamento, explorar objetivos futuros e valores pessoais pode ajudá-lo a ter uma ideia sobre sua identidade e o caminho que deseja seguir em sua vida. Um senso de identidade bem desenvolvido pode tornar mais fácil identificar o que você quer e precisa nos relacionamentos com outras pessoas.

Não se preocupe se nada disso parecer imediatamente claro, pois esse tipo de exploração pode levar tempo.

Dica: tente fazer um registro no diário para rastrear e classificar seus pensamentos.

2. Fortaleça seus relacionamentos

Junto com a busca da alma, morar sozinho lhe dá a chance de examinar seus relacionamentos e observar aqueles que não fazem muito pelo seu bem-estar.

Talvez os amigos do seu colega de quarto se tornem automaticamente seus amigos, mas você nunca se aproximou de nenhum deles. Ou você passou a maior parte do ano passado saindo com seu parceiro, sentindo-se culpado pela distância entre você e seus amigos.

Se essas histórias parecem familiares, dedique algum tempo para identificar relacionamentos positivos com pessoas que o inspiram e agregam valor à sua vida. Daqui para frente, você pode priorizar essas conexões importantes.

Lembre-se de que você não tem obrigação de passar seu tempo livre com pessoas que o deixam infeliz, portanto, invista seu tempo em amizades significativas.

3. Identifique quando você se sente mais solitário

Não importa o quanto você goste de viver sozinho, pode se sentir solitário de vez em quando. Esses sentimentos podem surgir nas horas do dia que você associa a ver as pessoas.

Se você e seus colegas de quarto anteriores geralmente voltavam do trabalho ao mesmo tempo, voltar para uma casa vazia pode ser difícil.

E se você acabou de sair de um relacionamento? É absolutamente normal perder aquela intimidade de se aconchegar ao lado de seu parceiro (mas também é totalmente normal amar ter a cama só para você agora).

Mas há boas notícias: saber de onde vem a solidão pode ajudá-lo a controlá-la. E estar sozinho não tem que se traduzir em solidão.

Se você é uma pessoa matutina e realmente sente falta de uma conversa durante o café da manhã, tente planejar um brunch com amigos. Quando suas noites parecerem tranquilas e vazias, coloque um pouco de música enquanto relaxa do trabalho e prepara o jantar.

Se sua solidão é de natureza mais física, não ignore o valor de abraçar a si mesmo.

4. Considere um animal de estimação

Sempre desejou um companheiro peludo? Esta é sua chance, já que você não precisa mais se preocupar com as alergias de um colega de quarto ou com o medo de cachorro de um irmão.

Com um animal de estimação, você nunca mais voltará para uma casa vazia. Animais de estimação também oferecem conforto físico (acariciar um cão pode liberar hormônios que aumentam o humor) e entretenimento, como provam inúmeros vídeos de animais de estimação no YouTube.

Os dias parecem um pouco sem objetivo? Ter um animal de estimação torna mais fácil cumprir uma programação, uma vez que eles precisam de alimentação e cuidados regulares. Se você precisa de um motivo para sair mais, um cachorro irá responsabilizá-lo por algumas caminhadas diárias.

Não pode ter gato ou cachorro? Considere um pássaro, peixe, réptil ou pequeno mamífero. Eles podem não ser tão sociáveis ​​ou fofinhos, mas ainda assim podem ser ótimos animais de estimação. Basta ler sobre seus cuidados antes de tomar uma decisão – alguns precisam de dietas especiais, enquanto outros podem viver mais anos do que você está pronto para se comprometer.

Falando em questões de compromisso, você também pode pesquisar programas de fomento. Muitos abrigos têm programas que permitem fornecer temporariamente um lar para animais necessitados. O animal pode relaxar em uma casa aconchegante, e você consegue ter um animal de estimação sem todo o compromisso – todos ganham!

5. Conecte-se com sua comunidade

A solidão nem sempre chega onde você imagina.

De acordo com Pesquisa 2016, as pessoas que vivem sozinhas costumam passar mais tempo com amigos ou em sua comunidade do que as pessoas casadas, e muitas pessoas em casamentos infelizes relatam sentimentos de solidão, apesar de não viverem sozinhas.

Sim, isso significa que morar sozinho pode, na verdade, fazer com que você se sinta menos solitário do que aqueles que não o são.

A chave é explorar novas maneiras de se conectar em sua comunidade.

Não sabe como se conectar?

Aqui estão algumas dicas:

  • Verifique as escolas comunitárias, abrigos e bibliotecas para oportunidades de voluntariado.
  • Participe de eventos comunitários, como marchas, vendas na calçada e churrascos.
  • Familiarize-se com vizinhos, especialmente aqueles que parecem ter interesses em comum.
  • Frequente pequenos negócios e conheça outros frequentadores.
Healthline

6. Adicione alguma estrutura

Seguir uma programação regular pode ajudar a aumentar o propósito e a motivação, melhorando o bem-estar geral como resultado.

As rotinas geralmente ajudam a aliviar o estresse e a solidão, pois manter-se ocupado pode distraí-lo de sentimentos indesejados. Fazer planos regulares com amigos e entes queridos também pode ajudar a manter a solidão e a ansiedade sob controle.

Apenas evite embalar sua programação também cheio. Fazer overbook em si mesmo pode levá-lo a fazer check-out mentalmente e evitar que aprecie atentamente as coisas que gosta. Em vez disso, você pode acabar simplesmente seguindo as regras, o que pode criar desafios adicionais.

Algumas dicas a serem consideradas:

  • Agende tempo todas as semanas para a limpeza da casa, recados e outras tarefas para que não aumentem.
  • Tente ir para a cama e acordar na mesma hora geral todos os dias.
  • Reserve um tempo para relaxamento e hobbies.

E, finalmente, embora uma rotina possa fazer muito bem a você, não há necessidade de planejar cada minuto. Deixar espaço para a espontaneidade também traz muitos benefícios!

7. Experimente coisas novas

Explorar novos interesses é uma parte importante da autodescoberta.

Nem sempre é fácil experimentar na frente de um público. Você pode ficar nervoso ao tentar coisas novas na frente de parentes, colegas de quarto ou parceiros românticos. E se você não tiver talento artístico? Ou descobriu que não gosta de tocar violão depois de gastar tempo e dinheiro com aulas e prática?

Embora essas perguntas tenham mérito, também vale a pena considerar que uma vida sem um pouco de tentativa e fracasso pode ser bastante limitada. Fazer as mesmas coisas com as mesmas pessoas não é necessariamente ruim. Mas romper os padrões típicos pode expandir sua perspectiva, ajudá-lo a crescer e conectá-lo com novas pessoas.

Agora que ninguém está olhando, desafie-se a explorar coisas que você sempre desejou experimentar – novos estilos de culinária, artesanato ou projetos DIY, atividades físicas e até mesmo novos gêneros de música e filmes.

Tutoriais em vídeo online ou blogs de instruções podem ajudá-lo a determinar se você está realmente interessado em algo antes de investir uma grande quantidade de dinheiro.

8. Crie o seu espaço ideal

Embora o design de interiores possa não ajudar a banir os sentimentos de solidão, criar um espaço que seja totalmente seu pode ajudá-lo a se sentir mais confortável.

É comum se sentir inseguro ou desorientado em um novo lugar. Mas quando você se esforça para que realmente se sinta em casa, ele se torna um santuário relaxante, um lugar para o qual você deseja voltar no final de um longo dia.

Conforme você se acomoda, explore as vendas de garagem e brechós em busca de peças exclusivas. Na hora de escolher a roupa de cama e a roupa de cama, escolha cores que chamem a atenção ou apenas façam você se sentir bem.

Organize seus móveis como quiser e exiba a arte que te faz feliz – porque ninguém pode dizer o contrário.

Considere adicionar algumas plantas também. Mesmo se você não tiver espaço para jardim, plantas de interior podem iluminar sua casa e melhorar seu bem-estar.

9. Priorize o bem-estar

Quando você não tem mais ninguém para considerar, os hábitos estabelecidos podem começar a escorregar. Talvez você desista de uma hora de dormir regular, pule refeições nutritivas em favor de lanches, use as mesmas roupas por 2 dias e termine toda a garrafa de vinho porque, por que não?

Fazer essas coisas ocasionalmente pode não ser grande coisa, mas criar um padrão provavelmente não ajudará em nada.

Boas práticas de autocuidado, no entanto, podem melhorar seu bem-estar emocional e físico, e sentir-se bem pode tornar mais fácil lidar com a solidão de forma mais produtiva.

Experimente estas estratégias:

  • Reserve um tempo para o planejamento de refeições e preparação de alimentos para evitar depender de lanches ou entrega o tempo todo.
  • Encontre um companheiro de treino se você tiver dificuldade em reunir motivação para exercícios regulares.
  • Experimente a meditação para aumentar sua consciência do que está sentindo no dia a dia.
  • Faça experiências com os horários de dormir e acordar para determinar o que é mais natural para você.

10. Encontre os pontos positivos

Viver sozinho pode ser libertador. Você não precisa se vestir para sair do quarto ou rotular seus lanches com avisos e pode falar sozinho sem se preocupar com quem pode ouvir.

Os benefícios de viver sozinho vão muito além dessas vantagens imediatas.

Morar sozinho pode:

  • ajuda a aumentar a criatividade e a imaginação
  • ajudá-lo a encontrar tempo para recarregar
  • levar a um maior crescimento pessoal
  • permitem que você se concentre nas paixões

11. Volte para a natureza

Passar um tempo fora de casa não apenas o tira de casa, mas também o ajuda a se sentir mais conectado ao mundo, ao mesmo tempo que alivia o estresse.

Passe algum tempo fora e ouça realmente o mundo ao seu redor – seja o canto dos pássaros, ondas, água corrente, farfalhar de árvores. Isso pode fortalecer os sentimentos de compaixão e parentesco para com outras pessoas no planeta, ajudando você a se sentir menos sozinho.

12. Procure suporte

Viver sozinho não é para todos. Você pode não desfrutar de uma solidão de longo prazo, e isso está perfeitamente bem. Reconhecer suas necessidades pode ajudá-lo a encontrar uma situação de vida que apoie seu bem-estar.

Se você está tendo dificuldade com a solidão persistente ou outro sofrimento emocional, um terapeuta pode ajudá-lo a navegar por esses sentimentos, identificar quando a solidão pode estar relacionada a algo mais sério, como depressão, e explorar estratégias úteis de enfrentamento

O resultado final

Mesmo que você prefira morar sozinho, nem sempre é fácil. Você pode valorizar o espaço pessoal, mas ainda tem momentos em que anseia pela interação humana. Tempos de crise que dificultam o contato com outras pessoas podem isolar você e causar mais sofrimento.

Mas não se esqueça que mesmo morando sozinho, você não é verdadeiramente sozinho. Seus entes queridos estão a apenas uma ligação ou mensagem de texto – se você está doente, triste ou apenas precisa contar a alguém que a maior aranha que você já viu fixou residência em seu chuveiro.


Crystal Raypole já trabalhou como escritor e editor da GoodTherapy. Seus campos de interesse incluem línguas e literatura asiáticas, tradução para o japonês, culinária, ciências naturais, positividade sexual e saúde mental. Em particular, ela está empenhada em ajudar a diminuir o estigma em torno de questões de saúde mental.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format