11 maneiras de ser mais assertivo


0

mulher fazendo um ponto no trabalho

Todos gostaríamos de defender com firmeza nossa posição e expressar abertamente nossos sentimentos àqueles que nos rodeiam, seja para recusar um convite ou para enfrentar um colega de trabalho. Mas não é fácil.

"Muitas pessoas lutam para ser assertivas, porque é difícil saber onde a linha está entre parecer forte demais ou insistente ou parecer fraca e insegura", diz Joree Rose, LMFT.

Essas dicas podem ajudar você a se sentir mais à vontade em falar e se defender.

Avalie seu estilo de comunicação

O primeiro passo para se tornar mais assertivo é fazer um inventário de como você expressa seus pensamentos e sentimentos. Você usa um estilo de comunicação passivo ou agressivo?

Se você tem um estilo passivo, pode permitir que as necessidades de outras pessoas venham antes da sua, diz a psicoterapeuta licenciada Annemarie Phelan. Você pode querer dizer bem, ela explica, mas esse estilo de comunicação pode levar a ressentimentos prejudiciais ao longo do tempo.

Um estilo agressivo, por outro lado, atropela os direitos dos outros. Isso é muito diferente de ser assertivo. Phelan acrescenta que, com comunicação assertiva, "não há intimidação, intimidação, apenas declarando claramente seus desejos ou necessidades".

Compreender onde você se enquadra no espectro entre comunicação passiva e comunicação agressiva pode ajudá-lo a restringir áreas que poderiam usar melhorias.

Encontrando seu estilo

Não sabe onde você cai na balança? Considere este exemplo.

Um conhecido pede um favor. Você ajudou essa pessoa muitas vezes e está se cansando disso. Há um projeto pessoal em que você realmente gostaria de trabalhar.

Veja como você pode responder com base no seu estilo de comunicação:

  • Passiva. "Certo! Eu adoraria ajudar! "
  • Agressivo. "Estou cansado do seu gemido e carência. Você nunca faz nada por si mesmo.
  • Assertivo. "Não vou poder ajudar dessa vez."

Planeje sua resposta com antecedência

Você está automaticamente dizendo sim às coisas sem pensar nisso? Se você costuma fazer isso, Phelan recomenda ter algumas frases de referência quando você se deparar com uma solicitação ou convite em que não faz parte.

Aqui estão algumas entradas:

  • "Deixe-me voltar para você sobre isso."
  • "Eu preciso verificar meu calendário."
  • "Eu tenho um conflito de horário."
  • "Não poderei, tenho planos."

Se você decidir dizer que precisa verificar algumas coisas primeiro, volte para a pessoa.

Acima de tudo, lembre-se de que você não é obrigado a explicar seu motivo para recusar uma solicitação ou convite.

Não deixe a culpa atrapalhar

Se você se sentir culpado ao tentar se afirmar, lembre-se de que recusar uma solicitação não significa que você está rejeitando o pessoa.

Use conversa interna positiva

É difícil praticar ser assertivo quando você está no momento. É por isso que Rose recomenda estimular-se mentalmente com uma conversa pessoal positiva.

Pode parecer brega, mas se você está prestes a ter uma conversa em que sabe que precisa colocar o pé no chão, se empolgue com pensamentos positivos de "compreendi isso" ou "meu tempo é importante".

Tire um tempo para respirar

Se seu coração começar a acelerar com o simples pensamento de colocar um limite, tome um momento para respirar profundamente, especialmente se você sentir uma agressão começando a dominar.

"A respiração acalmará o cérebro e o corpo e ajudará a se ater, facilitando o retorno às suas intenções", acrescenta Rose.

Exercício de respiração profunda

Na próxima vez que você se sentir sobrecarregado ou perder o foco, tente este exercício:

  1. Encontre um lugar tranquilo para sentar ou ficar de pé.
  2. Inspire profundamente pelo nariz.
  3. Prenda a respiração e conte até 5.
  4. Liberte lentamente a respiração expirando pelo nariz.

Incorporar uma postura assertiva

A comunicação não é apenas verbal. Antes de entrar em uma situação estressante ou em uma conversa difícil, Rose recomenda adotar uma postura corporal assertiva que faça você se sentir mais confiante e poderoso.

Como é isso? Fique em pé, girando os ombros para trás. Mantenha contato visual regular e uma expressão facial neutra.

Ensaie com alguém que você conhece e confia

Se você tem um grande problema que está tentando resolver, considere interpretar um amigo de confiança praticando diferentes estilos de conversa. Escreva e diga o que você quer dizer em voz alta.

Lembre-se de pedir um feedback sobre o quão claro você está se deparando e como a outra pessoa pode ver a situação.

Preste atenção em como eles respondem ao seu tom de voz e linguagem corporal. Você está se comunicando sem se tornar tímido ou hostil? Avalie-se depois. Ajuste sua abordagem de acordo com a entrada deles.

Acredite no seu valor

Sem um senso saudável e equilibrado de autoestima, você provavelmente continuará aceitando menos dos outros ou acabará dando mais do que recebe.

"Se você não acredita em si mesmo, será difícil alguém acreditar em você ou dar o que você deseja", diz Rose.

Definir limites acionáveis

Lembre-se, assertividade e agressão são coisas diferentes. Assertividade é afirmar suas necessidades ou solicitações de maneira respeitosa e dentro dos limites pessoais, explica Ashleigh Edelstein, LMFT.

Se o estabelecimento de limites parecer agressivo ou desconfortável para você, considere este cenário: Seu chefe está constantemente empilhando trabalho em sua mesa sem verificar se é possível executar mais projetos.

Uma resposta agressiva seria explodir em seu chefe em uma reunião ou exigir que outra pessoa fizesse o trabalho.

Uma resposta assertiva, por outro lado, seria agendar uma reunião com seu chefe para discutir um novo sistema de atribuição de trabalho ou encontrar maneiras de delegar melhor as responsabilidades.

Comece pequeno

Se tudo isso parecer um pouco assustador, considere começar com alguns pequenos exercícios para ajudá-lo a praticar ser mais assertivo em situações de baixo risco.

Cenários de prática

Aqui estão algumas idéias para você começar:

  • Fale quando você prefere assistir a um filme em casa em vez de sair.
  • Informe seu parceiro que você não poderá realizar uma tarefa específica. Essa também pode ser uma boa oportunidade para praticar dizendo não, sem oferecer uma história completa.
  • Vá para um novo restaurante e peça uma mesa em uma área mais tranquila ou perto de uma janela. Mesmo se não houver nada disponível, é uma boa maneira de pedir o que você deseja.

Obtenha ajuda externa

Se você está achando difícil praticar ser mais assertivo, considere conversar com um terapeuta qualificado para obter suporte adicional. Fatores subjacentes, incluindo estresse e ansiedade, podem tornar particularmente difícil pedir o que você precisa.

Um terapeuta pode ajudá-lo a identificar obstáculos e criar novas ferramentas para navegar em torno deles.


Cindy Lamothe é uma jornalista freelancer sediada na Guatemala. Ela escreve frequentemente sobre as interseções entre saúde, bem-estar e a ciência do comportamento humano. Ela escreveu para The Atlantic, New York Magazine, Teen Vogue, Quartz, The Washington Post e muito mais. Encontre-a em cindylamothe.com.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
0
love
lol lol
0
lol
omg omg
0
omg
win win
0
win

0 Comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format